Foto: Welsh Rugby Union

ARTIGO COM VÍDEO – Gales foi pura festa neste sábado. Os galeses se reergueram da derrota na semana passada, venceram a Inglaterra em Cardiff por 13 x 06 e, de quebra, assumiram pela primeira vez na história a liderança do Ranking Mundial, que estava nas mãos da Nova Zelândia desde novembro de 2009. Apesar dos All Blacks terem vencido os Wallabies mais cedo, os galeses somaram mais pontos que os neozelandeses, pelo fato da Inglaterra ter mais pontos que a Austrália no Ranking e, com isso, os galeses ultrapassaram os neozelandeses.

O primeiro tempo foi de superioridade galesa, com mais posse de bola e território. Porém, o jogo começou com o dois times contidos e somente aos 26′ Gales abriu o placar com penal de Biggar e, aos 33′, surgiu o lance capital. Anthony Watson recebeu cartão amarelo por knock on julgado deliberado e Dan Biggar foi extremamente ágil em cobrar o penal com velocidade com um chute que inverteu a jogada por completo e projetou Gales no campo ofensivo. Após a fase, Biggar recebeu de novo e desferiu outro chute cruzado, invertendo de novo o jogo para George North marcar o único try da partida. Brilhante execução de Biggar desde o penal no campo de defesa. 10 x 00. E Biggar havia sido criticado ao longo da semana pelo ídolo da história do rugby galês JJ Williams. Resposta de gala.


A Inglaterra evoluiu no segundo tempo, mas apresentou um jogo conversador. George Ford chutou 2 penais seguidos aos postes, reduzindo para 10 x 06 o marcador. No entanto, a forma galesa na defesa esteve exuberante. Aos 60′, Halfpenny desperdiçou penal do meio campo para Gales, mas ele mesmo definiu o placar com outro penal de longa, agora certeiro, aos 76′. 13 x 06, números finais.

No dia 24, a Inglaterra enfrentará a Irlanda. Gales só voltará a campo no dia 31, também contra os irlandeses.

- Continua depois da publicidade -

13versus copiar06

Gales 13 x 06 Inglaterra, em Cardiff

Árbitro: Pascal Gaüzére (França)

Gales

Try: North

Conversão: Biggar (1)

Penais: Biggar (1) e Halfpenny (1)

15 Liam Williams, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Hadleigh Parkes, 11 Josh Adams, 10 Dan Biggar, 9 Gareth Davies, 8 Ross Moriarty, 7 James Davies, 6 Aaron Wainwright, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Jake Ball, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Nicky Smith;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Wyn Jones, 18 Dillon Lewis, 19 Aaron Shingler, 20 Josh Navidi, 21 Aled Davies, 22 Jarrod Evans, 23 Owen Watkin;

Inglaterra

Penais: Ford (2)

15 Elliot Daly, 14 Ruaridh McConnochie, 13 Jonathan Joseph, 12 Piers Francis, 11 Joe Cokanasiga, 10 George Ford (c), 9 Willi Heinz, 8 Billy Vunipola, 7 Lewis Ludlam, 6 Courtney Lawes, 5 Maro Itoje, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Luke Cowan-Dickie, 1 Ellis Genge;

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Joe Marler, 18 Kyle Sinckler, 19 George Kruis, 20 Jack Singleton, 21 Ben Youngs, 22 Owen Farrell, 23 Manu Tuilagi;