Foto: Clive Rose - World Rugby by Getty Images

ARTIGO COM VÍDEO – O Japão conseguiu de novo! Em Shizuoka, Japão e Irlanda duelaram pela liderança do Grupo A da Copa do Mundo e os japoneses brilharam com uma histórica vitória por 19 x 12 que coloca os Brave Blossoms próximos da classificação inédita às quartas de final – e que põe a Irlanda sob pressão, envolta novamente pelo fantasma do fracasso em Mundiais.

A Irlanda não contou com Jonny Sexton, mas seu reserva, Jack Carty, começou o jogo brilhante. O primeiro bom momento foi japonês, com chute para o in-goal que quase resultou em try de Matsushima e com Tamura desperdiçando a primeira chance de penal. Porém, o Trevo dominou o começo das ações e, aos 13′, Carty desferiu chute cruzado com maestria para Ringrose apanhar no ar e cravar o primeiro try da partida.

Tamura reduziu com o primeiro penal para o Japão, mas os verdes seguiram superiores e, aos 20′, foi a vez de Rob Kearney (de volta ao time titular) marcar o segundo try, com Carty chutando bola alta nas 22 e (ele mesmo) dando um tapa que tirou a defesa japonesa da bola, que sobrou para Kearney. No entanto, a reta final da primeira etapa viu a Irlanda cair de produção. O breakdown japonês passou a falar mais alto e a Irlanda cedeu mais 2 penais para Tamura converter e levar o duelo ao intervalo em perigosos Irlanda 12 x 09.

O segundo tempo foi todo japonês. Os Brave Blossoms controlaram as ações, com seu pack fazendo jogo dominante. Aos 58′, após ganhar metros no contato, o Japão abriu a bola com velocidade até a ponta e Fukuoka cravou o try da virada asiática.

- Continua depois da publicidade -

A Irlanda não foi capaz de responder, engessada no sistema criativo e detida por homens como Moore, Thompson, Horie e Himeno, que foram impressionantes nos tackles e turnovers. No fim, Tamura ainda chutou um último penal, para o delírio da torcida, que via a vitória se aproximar. E fim de papo: 19 x 12 para os Brave Blossoms, que tiveram 93% de precisão em tackles, e mais de 150 metros corridos a mais que os verdes.

O próximo jogo da Irlanda é no dia 3 contra a Rússia, enquanto o Japão irá a campo no dia 5 diante de Samoa.

19versus copiar12

Japão 19 x 12 Irlanda, em Shizuoka

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

Assistentes: Jérôme Garcès (França) e Matthew Carley (Inglaterra) / TMO: Ben Skeen (Nova Zelândia)

Japão

Try: Fukuoka

Conversão: Tamura (1)

Penais: Tamura (4)

15 Ryohei Yamanaka, 14 Kotaro Matsushima, 13 Timothy Lafaele, 12 Ryoto Nakamura, 11 William Tupou, 10 Yu Tamura, 9 Yutaka Nagare, 8 Amanaki Lelei Mafi, 7 Pieter Labuschagne (c), 6 Kazuki Himeno, 5 James Moore, 4 Luke Thompson, 3 Jiwon Koo, 2 Shota Horie, 1 Keita Inagaki;

Suplentes: 16 Atsushi Sakate, 17 Isileli Nakajima, 18 Asaeli Ai Valu, 19 Wimpie van der Walt, 20 Michael Leitch, 21 Fumiaki Tanaka, 22 Rikiya Matsuda, 23 Lomano Lemeki;

Irlanda

Tries: Ringrose e Kearney

Conversões: Carty (1)

15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Chris Farrell, 11 Jacob Stockdale, 10 Jack Carty, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Josh van der Flier, 6 Peter O’Mahony, 5 James Ryan, 4 Iain Henderson, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Dave Kilcoyne, 18 Andrew Porter, 19 Tadhg Beirne, 20 Rhys Ruddock, 21 Luke McGrath, 22 Joey Carbery, 23 Jordan Larmour;

 

 PaísApelido/SímboloJogosPontos
Grupo A
JapãoBrave Blossoms419
IrlandaShamrock (Trevo)416
EscóciaThistle (Cardo)411
SamoaManu Samoa45
RússiaMedvedi (Ursos)40
Grupo B
Nova ZelândiaAll Blacks416
África do SulSpringboks415
ItáliaGli Azzurri412
NamíbiaWelwitschias42
CanadáCanucks42
Grupo C
InglaterraRed Rose (Rosa)417
FrançaLes Bleus415
ArgentinaLos Pumas411
Tonga'Ikale Tahi46
Estados UnidosEagles40
Grupo D
GalesDragons (Dragões)419
AustráliaWallabies416
FijiFlying Fijians47
GeórgiaLelos45
UruguaiLos Teros44