Imagem que circulou na internet de uma possível franquia brasileira da Liga. Não há nada confirmado sobre a(s) franquia(s) brasileira(s), com a imagem sendo somente um estudo de marca. O nome "Cobras" fez parte do estudo para uma proposta mal sucedida da Confederação recentemente em dar uma nova marca às seleções nacionais.

Em entrevista à imprensa argentina, Daniel Hourcade, diretor de alto rendimento da Sudamérica Rugby, comentou que a Super Liga Sul-Americana (a futura liga profissional de franquias da América do Sul) terá 5 equipes apenas em 2020. Os locais dos times ainda não foram revelados, e serão revelados no dia 29 deste mês, mas provavelmente a liga contemplaria um time de cada país: Argentina, Brasil, Uruguai, Chile e Paraguai.

Nos bastidores, muitas informações conflitantes vem sendo levantadas. No entanto, o que parece certo é que o projeto uruguaio de contar com Nacional e Peñarol (os dois gigantes do futebol local) ainda não foi confirmado oficialmente pelos próprios clubes e é dúvida.

Ao passo que, do lado brasileiro, duas franquias também haviam sido prometidas, mas o projeto não avançou e a viabilização de ao menos uma ainda está sendo trabalhada. O projeto sobre o Corinthians estar envolvido no rugby não está confirmado, apesar dos boatos que rodeiam o assunto. Imagens de camisas que circularam na internet recentemente são apenas parte de um estudo e não a confirmação das equipes sugeridas por tais camisas. A Confederação Brasileira de Rugby já informou ao Portal do Rugby que não tem definições ainda sobre o tema.

Enquanto isso, na Argentina, as federações provinciais de Tucumán, Córdoba e Rosario estão pressionando a União Argentina de Rugby pelo retorno das disputas das competições de seleções provinciais, que vigoraram no país até 2017. A possibilidade de tais províncias ingressarem em uma liga sul-americana também existe, mas dificilmente ocorreria com equipe 100% profissionais. Tal possibilidade não está contemplada na última declaração de Hourcade.

- Continua depois da publicidade -