Foto: David Ramos - World Rugby via Getty Images

ARTIGO COM VÍDEO – Não foi o jogo mais bonito do Mundial (muito pelo contrário), mas a Inglaterra conquistou seus primeiros 5 pontos na classificação ao vencer Tonga pelo Grupo C por 35 x 03, em duelo que gerou apreensão para o torcedor inglês, pela demora da Rosa em conquistar o bônus ofensivo. Tonga mostrou evolução com relação aos amistosos de preparação e provou sua força física, mas seguiu uma equipe unidimensional e sem muitas alternativas de ataque.

Owen Farrell e Takulua trocaram penais no início da partida, com Tonga inclusive tendo mais posse de bola e aplicando tackles impactantes como “boas vindas”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Not many people can do that to big Billy Vunipola. Top tackle from @officialtongarugby‘s Zane Kapeli #ENGvTGA #RWC2019 Where to watch in bio

Uma publicação compartilhada por Rugby World Cup 2019 (@rugbyworldcup) em

Manu Tuilagi começo a causar estrago na defesa polinésia. Primeiro, infiltrando-se pa ra servir Underhill, que não conseguir apoiar a bola no chão após cruzar o in-goal. E depois, aos 23′, o centro achou o caminho e marcou o try, em lance de difícil visualização para o árbitro de vídeo. O mesmo Tuilagi ainda marcou o segundo try aos 30′, com a linha inglesa funcionando com perfeição para explorar espaço criado na ponta. Farrell ainda chutou mais um penal, porém, com muitos erros no primeiro tempo, a sensação foi de chances em excesso desperdiçadas pela Rosa. 18 x 03.

- Continua depois da publicidade -

O segundo tempo largou com Farrell chutando penal, Tonga seguiu forte nas formações fixas e conquistando turnovers preciosos em seu campo de defesa. Foi apenas aos 56′ que a Inglaterra chegou ao terceiro try, com Jamie George em maul após lateral. Momento afirmativo do pack inglês contra um adversário poderoso fisicamente.

A reta final do jogo foi de angústia para os ingleses na busca pelo try do bônus. Após algumas chances perdidas, como o passe errado de Slade para Daly, que parecia try feito aos 73′. O alívio veio aos 76′ com Jonathan Joseph furando a defesa tonganesa pelo meio para servir o hooker Cowan-Dickie, que veio bem no apoio. Try crucial e placar final de 35 x 03.

A Inglaterra voltará a campo no dia 26 diante dos Estados Unidos, ao passo que Tonga enfrentará a Argentina no dia 28.

35versus copiar03

Inglaterra 35 x 03 Tonga, em Sapporo

Árbitro: Paul Williams (Nova Zelândia)

Assistentes: Mathieu Raynal (França) e Shuhei Kubo (Japão) / TMO: Ben Skeen (Nova Zelândia)

Inglaterra

Tries: Tuilagi (2), George e Cowan-Dickie

Conversões: Farrell (3)

Penais: Farrell (3)

15 Elliot Daly, 14 Anthony Watson, 13 Manu Tuilagi, 12 Owen Farrell, 11 Jonny May, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Sam Underhill, 6 Tom Curry, 5 Maro Itoje, 4 Courtney Lawes, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Ellis Genge, 18 Dan Cole, 19 George Kruis, 20 Lewis Ludlam, 21 Willi Heinz, 22 Henry Slade, 23 Jonathan Joseph;

Tonga

Penal: Takulua (1)

15 David Halaifonua, 14 Atieli Pakalani, 13 Siale Piutau (c), 12 Cooper Vuna, 11 Viliami Lolohea, 10 Kurt Morath, 9 Sonatane Takulua, 8 Maama Vaipulu, 7 Zane Kapeli, 6 Sione Kalamafoni, 5 Halaleva Fifita, 4 Sam Lousi, 3 Ben Tameifuna, 2 Sosefo Sakalia, 1 Siegfried ‘Fisiihoi;

Suplentes: 16 Siua Maile, 17 Latu Talakai, 18 Ma’afu Fia, 19 Dan Faleafa, 20 Nasi Manu, 21 Leon Fukofuka, 22 James Faiva, 23 Nafi Tu’itavake;

 

 PaísApelido/SímboloJogosPontos
Grupo A
JapãoBrave Blossoms419
IrlandaShamrock (Trevo)416
EscóciaThistle (Cardo)411
SamoaManu Samoa45
RússiaMedvedi (Ursos)40
Grupo B
Nova ZelândiaAll Blacks416
África do SulSpringboks415
ItáliaGli Azzurri412
NamíbiaWelwitschias42
CanadáCanucks42
Grupo C
InglaterraRed Rose (Rosa)417
FrançaLes Bleus415
ArgentinaLos Pumas411
Tonga'Ikale Tahi46
Estados UnidosEagles40
Grupo D
GalesDragons (Dragões)419
AustráliaWallabies416
FijiFlying Fijians47
GeórgiaLelos45
UruguaiLos Teros44