Sexta-feira, dia 29, seria a data limite para as federações confirmarem apoio ao projeto do World Rugby do Nations Championship, a Liga Mundial, que começaria em 2022 e conta com uma proposta da empresa suíça de marketing esportivo Infront que renderia 5 bilhões de libras (30 bilhões de reais) ao sistema. Agora, a federação internacional prorrogou o prazo para o dia 4 de abril, por conta da resistência que segue do lado do Six Nations com relação a rebaixamento.

O projeto da liga que englobaria Six Nations e The Rugby Championship e teria 3 divisões (clique aqui para compreendê-lo) e promoção e rebaixamento entre todas elas.

Nesta semana, a RFU (a federação inglesa) comunicou às demais federações do Six Nations que não assinaria o projeto, sendo justamente a questão da possibilidade de uma equipe do Six Nations ser rebaixada o principal problema. Escócia, Irlanda e Itália também são resistentes à possibilidade de rebaixamento, por conta das enormes perdas financeiras que uma segunda divisão poderia trazer a tais países.

Em matéria da BBC, o World Rugby voltou garantir que a segunda divisão ofereceria grandes oportunidades e teria muito mais dinheiro circulando do que atualmente entre o segundo escalão.

- Continua depois da publicidade -

Portanto, semana que vem reserva mais novidades sobre o assunto.