África do Sul faz a festa da torcida na Série Mundial de Sevens

ARTIGO COM VÍDEOS – A Série Mundial de Sevens Masculina chegou à sua segunda rodada em grande estilo, com casa cheia na Cidade do Cabo e um torneio recheado de zebras, com terminou com festa da casa, título da África do Sul, que se reergueu de uma primeira etapa ruim em Dubai para alcançar a liderança do circuito ao lado de Fiji.

 

Logo no sábado as surpresas começaram, com o Quênia, que não largou bem em Dubai, arrancando um empate com a vice-líder Inglaterra e conquistando uma brilhante vitória por 14 x 12 sobre a anfitriã África do Sul. Os Boks se reergueram na partida final e eliminaram a Inglaterra. Já a Nova Zelândia voltou profundamente a decepcionar, perdendo para o Canadá pela primeira vez na história, 24 x 12, com Moonlight cruzando o in-goal em momento decisivo n segundo tempo. Porém, os All Blacks derrotaram a França e os canadenses caíram contra os franceses, sendo eliminados das quartas de final apesar do feito.

 

E se o sábado foi bom, o domingo foi ainda melhor. Logo na largada das quartas de final, a França despachou Fiji por 17 x 14, enquanto os sul-africanos superaram a Austrália na sequência, por 25 x 5. Depois, veio outra surpresa, em mais uma pobre atuação dos campeões mundiais. A Nova Zelândia não foi capaz de se reerguer das atuações ruins e foi superada pela Argentina por 22 x 19, com Ezcurra, no segundo tempo, chutando o penal da vitória dos Pumas. E a sensação Estados Unidos caiu contra o renascido Quênia, por 26 x 10, com Ambaka e Injera liquidando as Águias com dois tries cada.

 

Os estadunidenses ainda voltariam a brilhar, vencendo pela terceira vez consecutiva a Nova Zelândia na semifinal Prata, 28 x 14, impondo a terceira derrota aos All Blacks no torneio. O quinto lugar, contudo, coube a Fiji, que se reergueu passando por Austrália e Estados Unidos para não perder a liderança do circuito. A Escócia, por sua vez, derrotou a Inglaterra – que fez um torneio para esquecer – na final Bronze, ao passo que Samoa terminou com o título do Estímulo derrotando a Rússia, que não acabou em último e largou nas mãos de Portugal a lanterna da temporada.

 

A magia francesa chegou ao fim na semifinal Ouro contra a África do Sul, que se empolgou com o apoio de 55 mil torcedores e derrotou os Bleus por 21 x 12, com tries de De Jongh, Speckman e Snyman. Já o Quênia perdeu a chance de fazer uma final africana na Cidade do Cabo caindo contra a Argentina. 24 x 22 de arrepiar para Los Pumas, que alcançaram sua primeira final sob o comando do técnico e mito Santiago Gómez Cora. Etchart fez dois dos quatro tries argentinos, mas os quenianos tiveram tudo para levar o jogo à prorrogação. No lance final, Wanyana fez o try do Quênia, mas a conversão perdida negou aos africanos a igualdade. O Quênia ainda veria o terceiro lugar escapar novamente por 2 pontos, em jogo com a França, que teve Candelon fazendo o try do empate já nos acréscimos e Bouhraoua não perdeu a conversão da vitória.

 

Na grande final, a África do Sul provou sua superioridade e passou pelos argentinos por 29 x 1. Speckman e Senatla cruzaram duas vezes o in-goal cada e Benjamin fez o seu, sem sustos.

 

A próxima etapa da Série Mundial de Sevens ocorre nos dias 30 e 31 de janeiro, em Wellington, capital da Nova Zelândia.

 

SWS 2015-16 logo

Cape Town Sevens – 2ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina 2015-16 – na Cidade do Cabo, África do Sul

Sábado, dia 12 de dezembro

Estados Unidos 26 x 19 Gales

Austrália 45 x 00 Portugal

Fiji 34 x 19 Escócia

Argentina 33 x 05 Rússia

Nova Zelândia 19 x 14 França

Samoa 24 x 10 Canadá

Inglaterra 19 x 19 Quênia

África do Sul 26 x 05 Zimbábue

 

Estados Unidos 52 x 07 Portugal

Austrália 21 x 14 Gales

Fiji 52 x 00 Rússia

Argentina 19 x 14 Escócia

Nova Zelândia 12 x 24 Canadá

Samoa 19 x 22 França

Inglaterra 43 x 00 Zimbábue

África do Sul 12 x 14 Quênia

 

Gales 40 x 05 Portugal

Estados Unidos 21 x 26 Austrália

Escócia 33 x 10 Rússia

Fiji 43 x 0 Argentina

França 26 x 26 Canadá

Nova Zelândia 19 x 10 Samoa

Quênia 36 x 00 Zimbábue

África do Sul 10 x 00 Inglaterra

Classificação

Grupo A: 1 Fiji, 2 Argentina, 3 Escócia, 4 Rússia

Grupo B: 1 Quênia, 2 África do Sul, 3 Inglaterra, 4 Zimbábue

Grupo C: 1 Austrália, 2 Estados Unidos, 3 Gales, 4 Portugal

Grupo D: 1 Nova Zelândia, 2 França, 3 Canadá, 4 Samoa

 

Domingo, dia 13 de dezembro

Quartas de Final Bronze

Escócia 26 x  Samoa

Gales 21 x 12 Zimbábue

Canadá 55 x 00 Rússia

Inglaterra 49 x 07 Portugal

 

Quartas de Final Ouro

Fiji 14 x 17 França

Austrália 05 x 25 África do Sul

Nova Zelândia 19 x 22 Argentina

Quênia 26 x 10 Estados Unidos

 

Semifinais Estímulo

Samoa 33 x 00 Zimbábue

Rússia 38 x 05 Portugal

 

Semifinais Bronze

Escócia 29 x 14 Gales

Canadá 14 x 21 Inglaterra

 

Semifinais Prata

Fiji 38 x 19 Austrália

Nova Zelândia 14 x 28 Estados Unidos

 

Semifinais Ouro

França 12 x 21 África do Sul

Argentina 24 x 22 Quênia

 

Final Estímulo

Samoa 14 x 05 Rússia

 

Final Bronze

Escócia 19 x 00 Inglaterra

 

Final Prata

Fiji 29 x 19 Estados Unidos

 

3º lugar

França 28 x 26 Quênia

 

Final Ouro

África do Sul 29 x 14 Argentina

 

 

Seleção* Pontos – Classificação Geral Etapa 10 (Inglaterra) Etapa 9 (França) Etapa 8 (Singapura) Etapa 7 (Hong Kong) Etapa 6 (Canadá) Etapa 5 (Estados Unidos) Etapa 4 (Austrália) Etapa 3 (Nova Zelândia) Etapa 2 (África do Sul) Etapa 1 (Emirados Árabes)
Fiji 181 15 19 19 22 15 22 17 17 13 22
África do Sul 171 19 13 17 17 19 17 15 19 22 13
Nova Zelândia 158 13 10 12 19 22 13 22 22 10 15
Austrália 134 07 12 10 15 17 19 19 13 10 12
Argentina 119 12 15 15 08 05 10 13 12 19 10
Estados Unidos 117 17 05 07 12 12 15 10 10 12 17
Quênia 98 03 10 22 10 01 10 12 10 15 05
Inglaterra 92 10 07 05 13 05 01 10 15 07 19
Samoa 89 05 22 13 05 13 03 07 08 03 10
Escócia 87 22 08 08 07 10 05 05 07 08 07
França 85 10 17 10 05 07 07 01 03 17 08
Gales 54 08 02 02 10 10 08 03 01 05 05
Canadá 40 05 01 01 02 08 02 08 05 05 03
Rússia 28 02 05 03 03 03 05 02 02 02 01
Portugal 21 01 03 05 01 02 01 05 01 01 01
*Apenas as seleções centrais
Etapa Campeão
Etapa 1 (Emirados Árabes) Fiji
Etapa 2 (África do Sul) África do Sul
Etapa 3 (Nova Zelândia) Nova Zelândia
Etapa 4 (Austrália) Nova Zelândia
Etapa 5 (Estados Unidos) Fiji
Etapa 6 (Canadá) Nova Zelândia
Etapa 7 (Hong Kong) Fiji
Etapa 8 (Singapura) Quênia
Etapa 9 (França) Samoa
Etapa 10 (Inglaterra) Escócia

– 15º colocado = rebaixamento.

Pontuação:
1º – 22 pontos; 2º – 19 pts; 3º – 17 pts; 4º – 15 pts;
5º – 13 pts; 6º – 12 pts; 7º e 8º – 10 pts;
9º – 8 pts; 10º – 7 pts; 11º e 12º – 5 pts;
13º – 3 pts; 14º – 2 pts; 15º e 16º – 1 pt.


Comentários