Argentina, África do Sul, Inglaterra e Irlanda vão às semifinais do Mundial M20

ARTIGO COM VÍDEOS – Hoje, o Campeonato Mundial M20 viveu dia de decisão, com a rodada final da fase de grupos. Irlanda, Inglaterra e Argentina garantiram suas vagas nas semifinais mantendo a invencibilidade a assegurando a ponta de seus grupos, ao passo que a África do Sul também se manteve na briga pelo título avançando como a melhor segunda colocada, uma vez que apenas os campeões de cada grupo e o melhor vice avançavam às semifinais. Os irlandeses irão encarar os argentinos na segunda-feira e o vencedor chegará pela primeira vez em sua história à final. Enquanto isso, a anfitriã Inglaterra, finalista nos últimos três anos e campeã em 2013 e 2014, irá encarar a África do Sul, campeã de 2012 e vice de 2014.

 

A Nova Zelândia, atual campeã, venceu no sofrimento Gales e não conseguiu a vaga de melhor segunda colocada, dando adeus à defesa de seu título. Os Baby Blacks irão para a luta simbólica pelo quinto lugar e voltarão a pegar Gales na segunda-feira. Já a Austrália falhou mais uma vez em alcançar as semifinais (que não disputa desde 2011) e vai agora enfrentar a Escócia na semifinal pelo quinto posto.

 

A França foi a decepção, agravando um pouco mais a imagem internacional de seu rugby. Os franceses foram os piores terceiros colocados e terão que jogar as semifinais pelo nono lugar e contra o rebaixamento, destinado ao 12º colocado. Para afastar de vez as chances de um vexame histórico, a França terá que vencer o Japão na semifinal do nono lugar. No outro jogo, Geórgia e Itália se encaram em confronto muito interessante pensando no futuro do Six Nations.

 

Good bye, Baby Blacks

O Grupo A chegou à decisão com um líder isolado: a Irlanda, que precisava apenas confirmar seu favoritismo contra a Geórgia para voltar às semifinais. Os georgianos mostraram toda a sua evolução e força o pack e dificultaram o começo do jogo, mas os irlandeses começaram a deslanchar antes do intervalo e fecharam o jogo com 4 tries, 35 x 7 no placar e a classificação.

 

A outra partida era de vida ou morte para Nova Zelândia e Gales, que foram derrotas antes pela Irlanda e precisam vencer com bônus para terem chances de avançarem. Gales fez um primeiro tempo memorável e abriu 14 x 10 sobre os Baby Blacks, com try do centro Joe Thomas, apanhando chute do abertura Dan Jones, e três penais do mesmo Jones, enquanto o scrum-half Sam Nock, aos 40′, fez o try da reação preta. A Nova Zelândia complicou sua situação com Jordie Barrett recebendo amarelo no segundo tempo. Stevenson cruzou o in-goal aos 57′ para deixar os Baby Blacks vivos. Gales segurou sua frente de 17 x 15 até o fim, mas, nos acréscimos, os vermelhos cederam um penal fatal que Barrett chutou para dar a vitória aos neozelandeses. 18 x 17, mas em vão. Ambos saíram eliminados.

Inglaterra faz a festa da torcida

A Inglaterra, país sede do torneio, fez a festa de sua torcida ao despachar a Austrália e manter sua campanha invicta rumo a mais um título M20. Os ingleses, que foram muito mal no Six Nations da categoria, virou os australianos largarem na frente com try no primeiro minuto, do ponta Maddocks. Mason chutou mais dois penais para os aussies, que foram ao intervalo na frente por 13 x 6. Mas, a Inglaterra se impôs no segundo tempo e, aos 52′, o centro Marchant fez o precioso try, recebendo chute de Mallinder, que poderia ter dado o empate, mas a conversão foi perdida. Sem problemas, com calma os forwards ingleses dominaram e Mallinder arrematou mais dois penais para dar a vitória aos anfitriões.

 

A Escócia, por sua vez, afastou os riscos de rebaixamento ao despachar a Itália por 27 x 19, em jogo animado, de quatro tries para os escoceses e três para os italianos.

Pumitas e Baby Boks comemoram, Bleuets lamentam

No Grupo C, a Argentina carimbou sua vaga às semifinais pela segunda fez em sua história – a primeira desde 2012 – ao bater o Japão por 39 x 20. Os japoneses, mais uma vez, foram “fogo de palha”, começando o jogo com uma blitz de dois tries, mas deixaram os argentinos virarem antes do intervalo. Na segunda etapa, os Pumitas atropelaram e fecharam uma grande vitória.

 

O grande jogo da rodada se deu entre África do Sul e França, de vida ou morte para os dois lados que sonhavam com a segunda vaga. O primeiro tempo foi épico, com os franceses fazendo três tries, incluindo um de maul, e abrindo 24 x 18. Mas, os Baby Boks produziram um segundo tempo de gala e com três tries sem resposta deixaram os franceses para trás. Os Bleuets ainda fizeram um try no fim do jogo, mas já sem capacidade de reação. 40 x 31 para os sul-africanos, semifinalistas.

 

world rugby logo

World Rugby U20s Championship – Campeonato Mundial M20 – na Inglaterra

3ª rodada – Quarta-feira, dia 15 de junho

Argentina 39 x 20 Japão, em Salford

Escócia 27 x 19 Itália, em Manchester

Irlanda 35 x 07 Geórgia, em Manchester

Nova Zelândia 18 x 17 Gales, em Salford

África do Sul 40 x 31 França, em Manchester

Inglaterra 17 x 13 Austrália, em Salford

 

Seleçao Jogos Pontos
Grupo A
Irlanda 3 13
Nova Zelândia 3 10
Gales 3 07
Geórgia 3 01
Grupo B
Inglaterra 3 14
Escócia 3 09
Austrália 3 07
Itália 3 00
Grupo C
Argentina 3 13
África do Sul 3 11
França 3 06
Japão 3 00


 

Segunda-feira, dia 20 de junho

*Horários de Brasília

 

Semifinais

13h30 – Irlanda x Argentina, em Manchester

15h45 – Inglaterra x África do Sul, em Manchester

 

Disputa pelo 5º lugar

11h15 – Nova Zelândia x Gales, em Manchester

15h45 – Austrália x Escócia, em Salford

 

Disputa pelo 9º lugar (contra o rebaixamento)

11h15 – Geórgia x Itália, em Salford

13h30 – França x Japão, em Salford

Comentários