França tentará dar a volta por cima e vencer os All Blacks. Foto: Phil Walter/Getty Images

Seleção contra seleção! É isso que todo mundo gosta. E neste fim de semana tem muitos grandes jogos entre seleções de rugby! É a segunda jornada dos tests de junho, que dividem as atenções com a Copa do Mundo de futebol que está rolando na Rússia.

 

França quer mostrar que voltar ao topo, mas os All Blacks estão impassíveis

Nova Zelândia e França duelarão pela segunda vez seguida em território kiwi, após muita reclamação francesa sobre a arbitragem do jogo passado. Os All Blacks sofreram no primeiro tempo mas atropelaram após o intervalo e o técnico Steve Hansen manteve o mesmo XV titular para o reencontro, com muita gana por provar que a vitória de sábado passado deveria ser incontestável.

- Continua depois da publicidade -

A França, por sua vez, rodou o elenco e terá 5 trocas para ir a Wellington. O técnico Jacques Brunel escalou Benjamin Fall e Gael Fickou na linha nos postos de Médard e Grosso, enquanto Bernard le Roux entrará na segunda linha e Mathieu Babillot e Kélian Galletier serão as novidades na terceira linha, com Gourdon atuando desta vez de oitavo. Morgan Parra e Anthony Belleau seguem como a dupla de 9 e 10, algo não tão usual nos Bleus.

 

Irlanda vai a Melbourne pensando em dar a volta por cima

Um gosto de decepção esteve na Irlanda após os campeões do Six Nations caírem no primeiro embate na Austrália diante dos Wallabies. Mas o time de Joe Schmidt é paciente e sabe que tem tudo para realizar um jogo muito melhor nesse sábado, com Jonny Sexton retornando ao XV titular para garantir mais criatividade – que faltou no sábado passado. Schmidt fez incríveis 8 trocas no elenco, com destaques para as escolhas no pack por Devin Toner e Dan Leavy. A Irlanda do jogo 2 parece mais forte e com tudo para provar por que é o melhor time da Europa.

Já a Austrália terá rigorosamente o mesmo XV titular da vitória em Brisbane, com o técnico Michael Cheika levando a sério a máximo do “em time que está ganhando não se mexe”. É a primeira vez que os Wallabies mantém os mesmos 15 titular de um jogo para o outro desde 2014.

 

Jogo para a afirmação dos Springboks contra pressionada Inglaterra

O segundo duelo entre África do Sul e Inglaterra promete ainda mais que o primeiro, após um jogo épica no primeiro encontro. Os Boks surpreenderam mostrando um rugby veloz e ousado e com muita qualidade nas disputas de ruck, que garantiram o triunfo sul-africano em embate repleto de tries. Mtawarira será celebrado como o 6º jogador na história do país – e o primeiro jogador negro – a fazer 100 jogos com a camisa dos Boks. O técnico Rassie Erasmus fez apenas duas trocas, incluindo no XV titular o pilar Malherbe e o segunda linha Piet-Steph Du Toit.

Pressionada, a Inglaterra de Eddie Jones teve duas trocas no XV titular, com o neozelandês Bradie Shields finalmente entrando como asa – sendo grande arma para o renascimento da Rosa. A outra novidade também será no pack, com o segunda linha Joe Launchbury sendo escalado, com ambos com a missão de garantirem a posse de bola para os visitantes.

 

Pumas precisam de um grande jogo

O rugby argentino vinha otimista com a evolução dos Jaguares, mas o primeiro desafio em casa contra Gales não foi nada positivo. Agora, o técnico Daniel Hourcade buscará uma solução para os Pumas no segundo jogo contra o time de Warren Gatland e fez somente uma troca no seu XV, com Martin Landajo sendo escalado com a camisa 9, buscando dar maior criatividade na armação.

Já Warren Gatland efetuou 5 mudanças no time galês, com as entradas de Ellis Jenkins, Tomas Francis, Ryan Elias, Aled Davies e Owen Watkin. Aled Davies, em especial, estará sob os holofotes, começando pela primeira vez como scrum-half de Gales em dupla com Rhys Patchell. Jenkins é outra novidade de grande interesse, formando uma nova terceira linha com Moriarty e James Davies.

 

Ação no Japão, Fiji, Estados Unidos, Canadá…

No Japão, a seleção da casa receberá a Itália, no segundo encontro entre os dois países, após a vitória expressiva dos japoneses no sábado passado. Pressionada, a Itália teve poucas trocas no time, mas a volta do asa Polledri ao grupo é positiva.

Antes, Suva, capital de Fiji, receberá rodada dupla bastante interessante, que começará com clássico polinésio imprevisível entre Tonga e Samoa, seguido do encontro de estilo opostos entre Fiji e Geórgia – ambos buscando crescimento até o Mundial.

Já no Texas será a vez dos Estados Unidos encararem seu maior desafio no mês recebendo a Escócia, favorita absoluta ao duelo, enquanto o Canadá medirá forças com a Rússia, em jogo que servirá de termômetro importante aos dois países – pois os canadenses ainda não se garantiram no Mundial 2019 e os russos se classificaram apenas pelas punições a Romênia e Espanha.

 

Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019 também agitam o sábado

Por fim, 3 jogos valerão pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. Em Heidelberg, a Alemanha receberá Portugal no jogo único da Repescagem Europeia, que definirá o oponente de Samoa na decisão de mais uma vaga em 2019. O destaque é o fato da Alemanha ter momentaneamente superado sua crise política, com seu técnico, o uruguaio Pablo Lemoine (que levou os Teros ao Mundial de 2015), tendo disponível força máxima – chamando o jogo de “o mais importante da história do rugby alemão”. Portugal, por sua vez, não terá todos os seus principais nomes que atuam no rugby francês, mas tem pleno potencial para vencer fora de seus domínios.

Já na África o dia será de 2 partidas válidas pela abertura da Copa da África 2018, que definirá 1 classificado ao Mundial 2019. A Namíbia receberá Uganda em jogo bastante aguardado, já que a Namíbia é o time a ser batido e Uganda candidata série a zebra. Enquanto isso, o Zimbábue, ambicioso, receberá o Marrocos, que volta aos holofotes. Quênia e Tunísia folgarão na primeira rodada.

 

Sexta-feira, dia 15 de junho

versus copiar

22h00 – Tonga x Samoa, em Suva (Fiji) – World Rugby TV AO VIVO

Árbitro: Brendon Pickerill (Nova Zelândia)

Histórico: 63 jogos, 33 vitórias de Samoa, 26 vitórias de Tonga e 4 empates. Último jogo: Tonga 30 x 26 Samoa, em 2017 (Copa das Nações do Pacífico);

 

Sábado, dia 09 de junho

versus copiargeorgia copy copy copy copy

00h30 – Fiji x Geórgia, em Suva – World Rugby TV AO VIVO

Árbitro: Jérôme Garcès (França)

Histórico: 2 jogos, 1 vitória de Fiji e 1 vitória da Geórgia. Último jogo: Fiji 03 x 14 Geórgia, em 2016 (amistoso);

Fiji: 15 Kini Murimurivalu, 14 Vereniki Goneava, 13 Semi Radradra, 12 Jale Vatubua, 11 Nemani Nadolo, 10 Ben Volavola, 9 Henry Seniloli, 8 Viliame Mata, 7 Akapusi Qera (c), 6 Dominiko Waqaniburotu, 5 Leone Nakarawa, 4 Apisalome Ratuniyarawa, 3 Manasa Saulo, 2 Ratu Vere Vugakot, 1 Campese Ma’afu;

Suplentes: 16 Ratunaisa Navuma, 17 Eroni Maw, 18 Kalivati Tawake, 19 Sikeli Nabou, 20 Nemani Nagusa, 21 Frank Lomani, 22 Alivereti Veitokani, 23 Timoci Nagusa;

Geórgia: 15 Soso Matiashvili, 14 Tamaz Mtchedlidze, 13 Davit Katcharava, 12 Lasha Malaghuradze, 11 Anzor Sitchinava/Sandro Todua, 10 Lasha Khmaladze, 9 Vasil Lobzhanidze, 8 Otar Giorgadze, 7 Vito Kolelishvili, 6 Giorgi Tsutskiridze, 5 Kote Mikautadze, 4 Giorgi Nemsadze (c), 3 Levan Chilachava, 2 Shalva Mamukashvili, 1 Kakha Asieshvili;

Suplentes: 16 Giorgi Tchqoidze, 17 Zurab Zhvania, 18 Giorgi Melikidze, 19 Nodar Tcheishvili, 20 Shalva Sutiashvili, 21 Giorgi Begadze, 22 Giorgi Kveseladze, 23 Merab Kvirikashvili;

 

versus copiar

02h00 – Japão x Itália, em Kobe

Árbitro: Nick Briant (Nova Zelândia)

Histórico: 7 jogos, 5 vitórias da Itália e 2 vitórias do Japão. Último jogo: Japão 34 x 17 Itália, em 2018 (amistoso);

Japão: 15 Kotaro Matsushima, 14 Lomano Lemeki, 13 Will Tupou, 12 Timothy Lafaele, 11 Kenki Fukuoka, 10 Yu Tamura, 9 Fumiaki Tanaka, 8 Kazuki Himeno, 7 Michael Leitch (c), 6 Yoshitaka Tokunaga, 5 Samuela Anise, 4 Wimpie van der Walt, 3 Koo Jiwon, 2 Shota Horie, 1 Keita Inagaki;

Suplentes: 16 Yusuke Niwai, 17 Shintaro Ishihara, 18 Takuma Asahara, 19 Uwe Helu, 20 Amanaki Lelei Mafi, 21 Yutaka Nagare, 22 Rikiya Matsuda, 23 Ryoto Nakamura;

Itália: 15 Jayden Hayward, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Michele Campagnaro, 12 Tommaso Castello, 11 Matteo Minozzi, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Abraham Steyn, 7 Jake Polledri, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Tiziano Pasquali, 2 Leonardo Ghiraldini (c), 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Luca Bigi, 17 Cherif Traore, 18 Simone Ferrari, 19 Marco Fuser, 20 Giovanni Licata, 21 Tito Tebaldi, 22 Carlo Canna, 23 Giulio Bisegni;

 

versus copiar

04h35 – Nova Zelândia x França, em Wellington – ESPN+ AO VIVO / segunda, dia 18, 20h00, VT na ESPN+

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

Histórico: 59 jogos, 42 vitórias da Nova Zelândia, 12 vitórias da França e 1 empate. Último jogo: Nova Zelândia 52 x 11 França, em 2018 (amistoso);

Nova Zelândia: 15 Jordie Barrett, 14 Ben Smith, 13 Anton Lienert-Brown, 12 Ryan Crotty, 11 Rieko Ioane, 10 Beauden Barrett, 9 Aaron Smith, 8 Luke Whitelock, 7 Sam Cane, 6 Liam Squire, 5 Scott Barrett, 4 Sam Whitelock (c), 3 Owen Franks, 2 Codie Taylor, 1 Joe Moody;

Suplentes: 16 Nathan Harris, 17 Karl Tu’inukuafe, 18 Ofa Tuungafasi, 19 Vaea Fifita, 20 Ardie Savea, 21 TJ Perenara, 22 Damian McKenzie, 23 Ngani Laumape;

França: 15 Benjamin Fall, 14 Teddy Thomas, 13 Mathieu Bastareaud (c), 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Gael Fickou, 10 Anthony Belleau, 9 Morgan Parra, 8 Kelian Gourdon, 7 Kélian Galletier, 6 Mathieu Babillot, 5 Yoann Maestri, 4 Bernard le Roux, 3 Uini Atonio, 2 Camille Chat, 1 Dany Priso;

Suplentes: 16 Pierre Bourgarit, 17 Cyril Baille, 18 Cedate Gomes Sa, 19 Paul Gabrillagues, 20 Alexandre Lapandry, 21 Baptiste Serin, 22 Jules Plisson, 23 Maxime Médard;

 

versus copiarirlanda copy

07h00 – Austrália x Irlanda, em Melbourne – ESPN AO VIVO

Árbitro: Paul Williams (Nova Zelândia)

Histórico: 34 jogos, 22 vitórias da Austrália, 11 vitórias da Irlanda e 1 empate. Último jogo: Austrália 18 x 09 Irlanda, em 2018 (amistoso);

Austrália: 15 Israel Folau, 14 Dane Haylett-Petty, 13 Samu Kerevi, 12 Kurtley Beale, 11 Marika Koroibete, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 Caleb Timu, 7 Michael Hooper (c) 6 David Pocock, 5 Adam Coleman, 4 Izack Rodda, 3 Sekope Kepu, 2 Brandon Paenga-Amosa, 1 Scott Sio;

Suplentes: 16 Tolu Latu, 17 Tom Robertson, 18 Taniela Tupou, 19 Rob Simmons, 20 Lukhan Tui, 21 Pete Samu, 22 Nick Phipps 23 Reece Hodge;

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Andrew Conway, 13 Garry Ringrose, 12 Robbie Henshaw, 11 Keith Earls, 10 Johnny Sexton, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Dan Leavy, 6 Peter O’Mahony (c), 5 James Ryan, 4 Devin Toner, 3 Tadhg Furlong, 2 Niall Scannell, 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Rob Herring, 17 Jack McGrath, 18 Andrew Porter, 19 Tadhg Beirne, 20 Jordi Murphy, 21 John Cooney, 22 Joey Carbery, 23 Jordan Larmour;

 

versus copiar

08h30 – Zimbábue x Marrocos, em Harare – Copa da África

Histórico: 3 jogos, 2 vitórias do Marrocos e 1 vitória do Zimbábue. Último jogo: Marrocos 15 x 09 Zimbábue, em 1998 (Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1999);

 

versus copiar

10h00 – Alemanha x Portugal, em Heidelberg – Repescagem Europeia das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Tom Foley (Inglaterra)

Histórico: 10 jogos, 6 vitórias de Portugal e 4 vitórias da Alemanha. Último jogo: Alemanha 50 x 27 Portugal, em 2016 (Rugby Europe Championship);

 

namibia logo copy copy copyversus copiar

10h30 – Namíbia x Uganda, em Windhoek – Copa da África

Histórico: 4 jogos, 3 vitórias da Namíbia e 1 vitória de Uganda. Último jogo: Uganda 24 x 48 Namíbia, em 2017 (Copa da África);

 

versus copiar

12h00 – África do Sul x Inglaterra, em Joanesburgo – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Romain Poite (França)

Histórico: 39 jogos, 24 vitórias da África do Sul, 13 vitórias da Inglaterra e 2 empate. Último jogo: África do Sul 42 x 39 Inglaterra, em 2018 (amistoso);

África do Sul:15 Willie le Roux, 14 S’busiso Nkosi, 13 Lukhanyo Am, 12 Damian de Allende, 11 Aphiwe Dyantyi, 10 Handré Pollard, 9 Faf de Klerk, 8 Duane Vermeulen, 7 Pieter-Steph du Toit, 6 Siya Kolisi (c), 5 Franco Mostert, 4 RG Snyman, 3 Frans Malherbe, 2 Bongi Mbonambi, 1 Tendai Mtawarira;

Suplentes: 16 Akker van der Merwe, 17 Steven Kitshoff, 18 Thomas du Toit, 19 Jean-Luc du Preez, 20 Sikhumbuzo Notshe, 21 Ivan van Zyl, 22 Jesse Kriel, 23 Warrick Gelant;

Inglaterra:15 Elliot Daly, 14 Jonny May, 13 Henry Slade, 12 Owen Farrell (c), 11 Mike Brown, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Tom Curry, 6 Brad Shields, 5 Maro Itoje, 4 Joe Launchbury, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Joe Marler, 18 Harry Williams, 19 Mark Wilson, 20 Nathan Hughes, 21 Ben Spencer, 22 Danny Cipriani, 23 Denny Solomona;

 

versus copiar

16h30 – Argentina x Gales, em Santa Fe – ESPN AO VIVO

Árbitro: Jaco Peyper (África do Sul)

Histórico: 17 jogos, 12 vitórias de Gales e 5 vitórias de Argentina. Último jogo: Argentina 10 x 23 Gales, em 2018 (amistoso);

Argentina:15 Emiliano Boffelli, 14 Bautista Delguy, 13 Matias Orlando, 12 Jeronimo de le Fuente, 11 Ramiro Moyano, 10 Nicolas Sanchez, 9 Martin Landajo, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera, 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Agustin Creevy (c), 1 Santiago Garcia Botta;

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Javier Diaz, 18 Santiago Medrano, 19 Matias Alemanno, 20 Tomas Lezana, 21 Gonzalo Bertranou, 22 Santiago Gonzalez Iglesias, 23 Sebastian Cancelliere;

Gales: 15 Hallam Amos, 14 Josh Adams, 13 Scott Williams, 12 Owen Watkin, 11 George North, 10 Rhys Patchell, 9 Aled Davies, 8 Ross Moriarty, 7 James Davies, 6 Ellis Jenkins, 5 Cory Hill (c), 4 Adam Beard, 3 Tomas Francis, 2 Ryan Elias, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Nicky Smith, 18 Dillon Lewis, 19 Bradley Davies, 20 Josh Turnbull, 21 Tomos Williams, 22 Gareth Anscombe, 23 Tom Prydie;

 

versus copiar

17h00 – Canadá x Rússia, em Ottawa

Árbitro: Ben Whitehouse (Gales)

Histórico: 4 jogos e 4 vitórias do Canadá. Último jogo: Canadá 46 x 21 Rússia, em 2016 (amistoso);

 

versus copiar

22h00 – Estados Unidos x Escócia, em Houston

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

Histórico: 5 jogos e 5 vitórias da Escócia. Último jogo: Escócia 39 x 16 Estados Unidos, em 2015 (Copa do Mundo);

Estados Unidos: em breve

Escócia: 15 Stuart Hogg (c), 14 Blair Kinghorn, 13 Nick Grigg, 12 Pete Horne, 11 Byron McGuigan, 10 Adam Hastings, 9 George Horne, 8 Matt Fagerson, 7 Luke Hamilton, 6 Tim Swinson, 5 Ben Toolis, 4 Lewis Carmichael, 3 Zander Fagerson, 2 George Turner, 1 Jamie Bhatti;

Suplentes: 16 Fraser Brown, 17 Allan Dell, 18 Murray McCallum, 19 Grant Gilchrist, 20 David Denton, 21 Sam Hidalgo-Clyne, 22 Mark Bennett, 23 Dougie Fife;