Austrália despacha Argentina e assume a vice liderança do Championship

ARTIGO COM VÍDEO – Perth, no extremo oeste da Austrália, às margens do Oceano Índico, foi o palco escolhido pela Austrália para receber a Argentina em jogo que valia a vice liderança do Rugby Championship para os dois lados. Com um começo arrasador, a Austrália reencontrou de vez a boa forma e conquistou uma vitória maiúscula por 36 x 20 que lhe garantiu o segundo posto antes de embarcar para os duelos que acontecerão do lado atlântico da competição.

 

Sem Juan Martín Hernández do lado argentino e com o trio Genia-Cooper-Foley entrando nos eixos do lado australiano, o início do jogo foi de um time só, com os Wallabies atropelando com três tries em questão de 12 minutos, que nocautearam as expectativas dos Pumas na partida.

 

O primeiro try saiu logo no primeiro minuto, com os aussies criando espaço em velocidade e Michael Hooper deixando a brecha para Samu Kerevi arrancar e cruzar o in-goal para o delírio dos 20 mil torcedores presentes. A Argentina tentou responder logo, com Nico Sánchez tentando um desastroso drop goal errado. Na sequência, o lateral australiano funcionou, Will Genia abriu rápido para Quade Cooper que deu um passe genial para dentro para o ponta Haylett-Petty romper e fazer o segundo try dourado, aos 8′. E aos 12′ foi a vez de Will Genia atropelar Sánchez no tackle, roubar a bola e cravar um difícil e estupendo terceiro try australiano, que colocava 21 x 0 no marcador.

 

CVC_PORTAL_pumasallblacks_03

 

Foi preciso um quarto de hora para os Pumas colocarem a cabeça no lugar e começarem a trabalhar o básico, buscando a manutenção da posse de bola e do território para estabilizarem a situação. Aos 23′, Sánchez chutou o penal que inaugurou o marcador do lado visitante. Aos 33′, Scott Sio deu mais chances aos argentino recebendo amarelo e Sánchez reduziu com penal certeiro, levando a partida ao intervalo em 21 x 06.

 

Os Pumas voltaram superiores para a segunda etapa e logo aos 44′ Joaquin Tuculet rompeu a linha de vantagem, colocando pressão sobre Foley após scrum, e serviu Santiago Cordero, que arrancou para o primeiro try sul-americano. Com 21 x 13, a Argentina estava “de volta” ao jogo e na hora certa. Se o scrum argentino não era superior, seu lateral levava vantagem e sua estrutura de jogo lhe dava uma impressionante vantagem de 73% de posse de bola nos primeiros 50 minutos. Os australianos não levavam perigo justamente desde os 12′, mas caberia à terceira linha aussie e a Will Genia reverter a situação. Aos 52′, Sean McMahon fez estrago na defesa argentina e Will Genia aplicou a finta na base do ruck e fez o quarto try australiano, quebrando a reação dos visitantes. 26 x 13.

 

Os Wallabies passaram a equilibrar as ações e a posse de bola, voltando a levar perigo a um time dos Pumas que acusara o golpe. Aos 64′, os donos da casa liquidaram a fatura, com Quade Cooper fazendo mágica e desferindo um passe cinco estrelas para Michael Hooper romper e cravar o quinto try australiano. Mas, Cooper não teria uma noite perfeita, recebendo amarelo logo depois. Com um homem a mais, a Argentina voltaria a marcar, com Facundo Isa finalizando após o lateral. Ainda haveria tempo por Reece Hodge chutar um último penal para os Wallabies, fechando a vitória em 36 x 20. Uma grande apresentação australiana e uma apresentação argentina que não foi ruim, mas foi comprometida pelo início péssimo de sua defesa. Os Pumas tiveram posse de bola de 60% no segundo tempo ainda e uma taxa impressionante de 98% de rucks ganhos – contra 83% dos australianos, conseguindo mantendo ainda sua espetacular forma e foco nos offloads – foram 34 offloads argentinos, contra 5 australianos. Mas, os argentina cederam 21 turnovers 0 contra 17 – para uma sedenta terceira linha aussie e foram aniquilados no maul.

 

Não haverá rodada do Rugby Championship no próximo final de semana. As equipes voltarão a campo no dia 1º de outubro, quando a Argentina receberá a Nova Zelândia (em jogo que você poderá assistir in loco com a CVC Panamericana)

e a Austrália visitará a África do Sul em Pretória.

 

australia%281%2936versus(13)20UAR_copy_copy.jpg

Austrália 36 x 20 Argentina, em Perth

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

 

Austrália

Tries: Genia (2), Kerevi, Haylett-Petty e Hooper

Conversões: Foley (4)

Penais: Hodge (1)

15 Israel Folau, 14 Dane Haylett-Petty, 13 Samu Kerevi, 12 Bernard Foley, 11 Reece Hodge, 10 Quade Cooper, 9 Will Genia, 8 David Pocock, 7 Michael Hooper, 6 Dean Mumm, 5 Adam Coleman, 4 Rob Simmons, 3 Sekope Kepu, 2 Stephen Moore (c), 1 Scott Sio;

Suplentes:  Tatafu Polota-Nau, James Slipper, Tom Robertson, Rory Arnold, Lopeti Timani, Sean McMahon, Nick Phipps, Tevita Kuridrani, Henry Speight (1 será excluído);

 

Argentina

Tries: Cordero e Isa

Conversões: Sánchez (2)

Penais: Sánchez (2)

15 Joaquín Tuculet, 14 Santiago Cordero, 13 Matías Moroni, 12 Santiago González Iglesias, 11 Lucas González Amorosino, 10 Nicolás Sánchez, 9 Tomás Cubelli, 8 Facundo Isa, 7 Juan Manuel Leguizamon, 6 Pablo Matera, 5 Matías Alemanno, 4 Javier Ortega Desio, 3 Ramiro Herrera, 2 Agustín Creevy (c), 1 Nahuel Tetaz Chaparro;

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Lucas Noguera, 18 Enrique Pieretto, 19 Marcos Kremer, 20 Leonardo Senatore, 21 Martín Landajo, 22 Gabriel Ascarate, 23 Matías Orlando;

 

 

País Apelido Jogos Pontos
Nova Zelândia All Blacks 6 30
Austrália Wallabies 6 13
África do Sul Springboks 6 10
Argentina Pumas 6 05

 

Foto: Getty Images

Comentários