Os Barbarians, clube de convite que enfrenta anualmente grandes seleções do mundo, atuando como um combinado mundial, teve fechado seu elenco para os desafios, que começam com o duelo com a África do Sul nesse sábado, em Wembley, Londres.

 

Desta vez, o técnico Robbie Deans terá um número muito grande de atletas que jamais vestiram a camisas das seleções de seus países, com um total de 17 jogadores nessa condição. Apenas 5 nomes já vestiram antes a camisa dos “Baa-baas”: os australianos Toby Smith e Taqele Naiyaravoro, os neozelandeses Andrew Ellis e Luke Whitelock e o sul-africano Ruan Pienaar, que mantém a tradição dos Barbarians sempre terem um jogador no elenco que já atuou pelo seu adversário, reforçando o espírito do rugby. O elenco tem apenas dois europeus, ambos irlandeses, o segunda linha irlandês Tuohy e o ponta Bowe, e um samoano, o ponta Nanai, enquanto todos os demais jogadores são neozelandeses, australianos ou sul-africanos.

 

- Continua depois da publicidade -

Os Barbarians enfrentam ainda a República Tcheca e Fiji.

 

Avançados: Akker van der Merwe (Lions, sul-africano), Andrew Ready (Reds, australiano), Paddy Ryan (Waratahs, australiano*),  Ben Franks (London Irish, neozelandês*), Reggie Goodes (Hurricanes, neozelandês), Schalk van der Merwe (Montpellier, sul-africano), Toby Smith (Rebels, australiano*), Dan Tuohy (Ulster, irlandês*), Martin Muller (Lions, sul-africano), Michael Matialofa (Hurricanes, neozelandês), Sam Carter (Brumbies, australiano*), Will Skelton (Waratahs, australiano*), Wycliff Palu (Waratahs, australiano*), Brad Shield (Hurricanes, neozelandês), Jordan Taufua (Crusaders, neozelandês), Kwagga Smith (Lions, sul-africano), Luke Whitelock (Highlanders, neozelandês*), Ruan Ackermann (Lions, sul-africano);

 

Linha: Andy Ellis (Kobelco Steelers, neozelandês*), Nic Stirzaker (Rebels, australiano), Ruan Pienaar (Ulster, sul-africano*), Richard Mo’unga (Crusaders, neozelandês), Robert du Preez (Stormers, sul-africano), Matt Faddes (Highlanders, neozelandês), Seta Tamanivalu (Chiefs, neozelandês*), Luke Morahan (Force, australiano*), Melani Nanai (Blues, samoano), Taqele Naiyaravoro (Panasonic Wild Knights, australiano*), Tommy Bowe (Ulster, irlandês*), Clayton Blommetjies (Cheetahs, sul-africano);

 

*com asterisco os atletas que já defenderam as seleções nacionais de seus países

 

Escócia convoca pilar

Em preparação para os amistosos de novembro, a Escócia convocou um pilar a mais para seu elenco, já que Alasdair Dickinson e Gordon Reid ainda são dúvida e fazem trabalhos de reabilitação física. Foi chamado Alex Allan, do Glasgow Warriors, que tem uma partida com a seleção.

 

Estados Unidos convocado para amistosos também

As Águias jogam nessa sexta-feira contra os Maori All Blacks e o técnico John Mitchell chamou 38 homens para o elenco. O time é bem heterogêneo, com oito atletas que jogam em clubes da elite europeia, entre Top 14 francês, Premiership inglesa e PRO12, outros quatro que atuam por equipes do Super Rugby, um que joga na Mitre 10 Cup neozelandesa, um que disputa o NRC australiano, um que joga em um clube amador da Irlanda, apenas seis que jogam no PRO Rugby (a liga profissional dos EUA), seis profissionais da seleção americana de sevens, dez do rugby amador de clubes ou universitários dos EUA e dois sem clube no momento.

 

Nate Augspurger (Old Blue of New York), Danny Barrett (Seleção de Sevens), Chris Baumann (Wellington Lions, Mitre 10 Cup/Nova Zelândia), Pat Blair (sem clube), Marcel Brache (Western Force, Super Rugby/Austrália), Nate Brakeley (New York Athletic Club), Bryce Campbell (Indiana University), Ben Cima (Rocky Gorge), Nick Civetta (Newcastle Falcons, Premiership, Inglaterra), Todd Clever (Austin Huns), Cameron Dolan (Cardiff Blues, PRO12/Gales), Andrew Durutalo (Sunwolves, Super Rugby/Japão), JP Eloff (Ohio Aviators, PRO Rugby), Lemoto Filikitonga (Metropolis RFC), Ahmad Harajly (Ohio Aviators, PRO Rugby), Langilangi Haupeakui (Glasgow Warriors, PRO12/Escócia), James Hilterbrand (Waratahs, Super Rugby/Austrália), Will Holder (All-Army), Madison Hughes (Seleção de Sevens), Martin Iosefo (Seleção de Sevens), Matthew Jensen (Brigham Young University), Tony Lamborn (Hurricanes, Super Rugby/Nova Zelândia), Titi Lamositele (Saracens, Premiership/Inglaterra), Matai Leuta (Seleção de Sevens), Angus MacLellan (Ohio Aviators, PRO Rugby), Siaosi Mahoni (San Francisco Rush, PRO Rugby), Samu Manoa (Toulon, Top 14/França), Alex Maughan (Life University), Al McFarland (New York Athletic Club), Taku Ngwenya (Brive, Top 14/França), Folau Niua (Seleção de Sevens), Thretton Palamo (Bristol, Premiership/Inglaterra), Blaine Scully (Cardiff Blues, PRO12/Gales), Shalom Suniula (sem clube), Joe Taufete’e (San Diego Breakers, PRO Rugby), Mike Te’o (San Diego Breakers, PRO Rugby), Stephen Tomasin (Seleção de Sevens), Dino Waldren (Blackrock College, Irlanda);