ARTIGO COM VÍDEO – Nessa quinta-feira, Belfast, capital da Irlanda do Norte, recebeu o segundo e último amistoso dos Barbarians nesta série de meio de ano. O dia foi festivo, porque o Ulster, oponente dos Baa-baas, se despedia de dois jogadores que marcaram época na equipe, o sul-africano Ruan Pienaar e Roger Wilson. Já os Barbarians davam a despedida definitiva ao francês Dusautoir. O resultado foi um jogo aberto, descompromissado e alegre, que acabou com os Barbarians vencendo por 43 x 28, com direito a Dusautoir cobrando uma conversão. Merci, Thierry!

 

Ulster copy copy28versus copiar43

Ulster 28 x 43 Barbarians, em Belfast

- Continua depois da publicidade -

 

Ulster

Tries: McCloskey, Keane, Patterson e O’Connor

Conversões: Pienaar (2), Wilson (1) e Herron (1)

15 Peter Nelson, 14 Mark Keane, 13 Callum Patterson, 12 Stuart McCloskey, 11 Craig Gilroy, 10 Brett Herron, 9 Ruan Pienaar (c), 8 Roger Wilson (c), 7 Clive Ross, 6 Matthew Rea, 5 Alan O’Connor, 4 Pete Browne, 3 Rodney Ah You, 2 Rob Herring, 1 Andy Warwick;

Suplentes: 16 John Andrew, 17 Kyle McCall, 18 Ross Kane, 19 Stephen Mulholland, 20 Chris Henry, 21 Paul Marshall, 22 Dave Shanahan, 23 Callum Smith, 24 Ricky Lutton

Barbarians

Tries: Nayacalevu (2), King (2), Fkynn, Penal Try e Tekori

Conversões: Madigan (2), Agulla (1) e Dusautoir (1)

15 Alex Goode, 14 David Smith, 13 Waisea Nayacalevu, 12 Robbie Fruean, 11 Horacio Agulla, 10 Ian Madigan, 9 Rory Kockott, 8 Facundo Isa, 7 Thierry Dusautoir (c), 6 Joe Tekori, 5 Patricio Albacete, 4 Paul Willemse, 3 Mike Ross, 2 Corey Flynn, 1 Chris King;

Suplentes: 16 Richard Hibbard, 17 Vincent Pelo, 18 Census Johnston, 19 Jeremy Thrush, 20 Chris Masoe, 21 Kahn Fotuali’i, 22 Brock James, 23 Jean-Marcellin Buttin;


 

Vai começar a Copa Sul-Americana

Passado o Campeonato Sul-Americano, outro torneio terá lugar na América do Sul, a Sudamérica Rugby Cup, ou simplesmente Copa Sul-Americana, o máximo título do continente, envolvendo a Argentina e os dois melhores do Sul-Americano de 2016, Uruguai e Chile. O primeiro duelo será justamente entre Chile e Argentina XV, que se enfrentarão nesse sábado, dia 3, em La Pintana, Santiago. O jogo servirá para os argentinos se prepararem para a disputa na sequência da Copa das Nações, no Uruguai, enquanto os chilenos pensam no amistoso contra o Brasil no dia 17 de junho.

Argentinos e uruguaios se enfrentarão pela Copa Sul-Americana somente no mês de outubro, enquanto o jogo entre Uruguai e Chile pelo Campeonato Sul-Americano (vencido pelos uruguaios por 27 x 11) também contou pela Copa Sul-Americana. O último confronto entre Cóndores e Argentina XV foi em fevereiro pelo Americas Rugby Championship, com triunfo argentino por 45 x 10.

 

versus copiar

Dia 03/06 – 16h45 – Chile x Argentina XV, em Santiago

*Horário de Brasília

Chile: 1 Ramón Ayarza, 2 Manuel Gurruchaga, 3 José Tomás Munita, 4 Pablo Huete, 5 Nikola Bursic, 6 Ignacio Silva, 7 Anton Petrowitsch, 8 Benjamín Soto, 9 Beltran Vergara, 10 Francisco Urroz, 11 Franco Velarde, 12 José Ignacio Larenas, 13 Matías Nordenflycht, 14 Felipe Brangier, 15 Rodrigo Fernández;

Suplentes: 16 Tomás Dussaillant, 17 Sebastián Valech, 18 Lucas Bordigoni, 19 Manuel Dagniño, 20 Alfonso Rioja, 21 Jan Hasenlechner, 22 Francisco González, 23 Tomas Ianiszewski, 24 Mario Mayol, 25 Matias Contreras;

Argentina XV: Franco Brarda, Nahuel Tetaz Chaparro, Gaspar Baldunciel, Roberto Tejerizo, Cristian Bartoloni, Eduardo Bello, Santiago Medrano, Juan Cruz Guillemaín, Ignacio Larrague, Pedro Ortega, Lautaro Bavaro, Francisco Gorrisen, Santiago Montagner, Rodrigo Bruni, Santiago Portillo, Lautaro Bazán Vélez, Felipe Ezcurra, Joaquín Díaz Bonilla, Bruno Devoto, Tomás Granella, Segundo Tuculet, Emiliano Boffelli, Franco Cuaranta, Manuel Montero, Germán Schultz, 26 Martín Elías;

 

Moscou pronta para os melhores do sevens europeu

Sábado e domingo serão ainda de muito seven-a-side na Europa, com a primeira etapa do Grand Prix 2017, o Circuito Europeu Masculino de Sevens. Os jogo serão no estádio Oktyabr e terão transmissão ao vivo em Rugbyeurope.tv. No total, o circuito contará com 4 etapas entre junho e julho, passando por Lodz, na Polônia, Clermont-Ferrand, na França, e Exeter, na Inglaterra, e em campo estão as 12 melhores seleções do continente (à exceção da Escócia, que abandonou o Grand Prix).

Os grupos em Moscou serão os seguintes:

Grupo A: Gales, Alemanha, Geórgia e Irlanda

Grupo B: Rússia, Espanha, Itália e Polônia

Grupo C: Inglaterra, França, Portugal e Bélgica