ARTIGO COM VIDEO – Londres foi o palco para o encerramento dos amistosos de 2018 com a Argentina enfrentando os Barbarians – famosa equipe que reúne festivamente atletas de várias nacionalidades. Como é tradição de todo jogo dos Barbarians, a partida foi aberta, envolvente, e decidida com emoção. Vitória dos Barbarians no finzinho graças a um drop goal matador do sul-africano Elton Jantjies. 38 x 35 para os Barbarians, comandados pelo técnico dos Springboks, Rassie Erasmus. E problemas para Mario Ledesma, técnico dos Pumas, que terá muito trabalho pela frente em 2019.

O jogo começou de maneira icônica, com os Barbarians apostando no estilo de jogo ofensivo e descompromissado e desferindo uma série de offloads que liberaram Juan Manuel Leguizamón para marcar o primeiro try do combina internacional. Leguizamón é argentino, dos Pumas, e jogou pelos Barbarians como reza a tradição da equipe, que sempre conta com um atleta com história por seu adversário.

A Argentina logo virou o placar com sua linha funcionando para os tries de Orlanda, Moyano, Matera e Cancelliere, em sequência ainda no primeiro tempo, sugerindo uma vitória tranquila dos Pumas. Mas, recheados de Springboks, os Barbarians apostaram na formação do maul e encostaram no placar com try de Kolisi, antes do intervalo, e e um penal try, na volta da pausa.

Os Pumas responderam na mesma moeda com try de Montoya, porém, em jogada após scrum, outro sul-africano, o centro De Allende finalizou o quarto try dos Barbarians, pouco depois, a festa dos Springboks-Barbarians seguiu com o segunda linha De Jager aparecendo na linha para romper para o try do empate dos Baa-baas. 35 x 35.

- Continua depois da publicidade -

E no último ato do duelo os Barbarians criaram as fases e Elton Jantjies chutou o drop goal da virada, decretando os 38 x 35 a favor dos Barbarians mais sul-africanos dos últimos tempos. Fim de papo nos amistosos internacionais de 2018.


35versus copiar38

Argentina 35 x 38 Barbarians, em Londres

Árbitro: John Lacey (Irlanda)

Argentina

Tries: Orlando, Moyano, Matera, Cancelliere e Montoya

Conversões: Diaz Bonilla (5)

15 Juan Cruz Mallia, 14 Sebastian Cancelliere, 13 Matias Orlando, 12 Bautista Ezcurra, 11 Ramiro Moyano, 10 Joaquin Diaz Bonilla, 9 Martin Landajo, 8 Rodrigo Bruni, 7 Tomas Lezana, 6 Pablo Matera (c), 5 Matias Alemanno, 4 Guido Petti, 3 Santiago Medrano, 2 Julian Montoya, 1 Juan Pablo Zeiss;

Suplentes: 16 Agustin Creevy, 17 Mayco Vivas, 18 Lucio Sordoni, 19 Tomas Lavanini, 20 Santiago Grondona, 21 Tomas Cubelli, 22 Jeronimo de la Fuente, 23 Santiago Carreras;

Barbarians

Tries: Leguizamón, Kolisi, penal try, De Allende e De Jager

Conversões: De Allende (2), Jantjies (2) e Pollard (1)

Drop goal: Jantjies (1)

15 Jack Debreczeni, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Tom English, 12 Damian de Allende, 11 Aphiwe Dyantyi, 10 Handré Pollard, 9 Leon Fukofuka, 8 Juan Manuel Leguizamón, 7 Pieter-Steph du Toit, 6 Siya Kolisi, 5 Lood de Jager, 4 Luke Jones, 3 Trevor Nyakane, 2 Schalk Brits, 1 Wyatt Crockett (c);

Suplentes: 16 Malcolm Marx, 17 Steven Kitshoff, 18 Anton Peikrishvili, 19 Sikhumbuzo Notshe, 20 Jordan Taufua, 21 Frank Lomani, 22 Jesse Kriel, 23 Elton Jantjies;