Foram necessárias oito partidas para o último invicto do Super Rugby cair. E foi com derrota em casa. O Hurricanes segue líder da liga, mas viu emergir em seu campo o atual campeão da competição, o Waratahs, que superou os ‘Canes e respirou na luta por um lugar no mata-mata. A derrota fez os Hurricanes verem de perto a subida do Chiefs, que venceu o clássico neozelandês contra o Crusaders e está agora somente um ponto abaixo do time da capital.

Na cola dos dois está outro neozelandês, o Highlanders, que venceu o Blues no outro dérbi do país e foi a 28 pontos, 5 abaixo dos ‘Canes e empatado com os sul-africanos dos Bulls, que venceram o clássico nacional fora de casa contra o decadente Sharks. Outro sul-africano em ascensão é o Stormers, que venceu o agora lanterna fora, ao passo que o Brumbies segue ladeira abaixo depois de perder em casa para o fraco Rebels em dérbi australiano.

Nesta semana, apenas uma equipe folgou: o Lions, que ainda assim segue na briga direta pela classificação.

 

- Continua depois da publicidade -

Chiefs, Highlanders e Bulls vencem os clássicos nacionais

O jogo era muito aguardado, mas Chiefs e Crusaders fizeram um jogo fraco em Christchurch, com Richie McCaw reconhecendo sua má fase, com a idade pesando em sua preparação física. Já Dan Carter também não foi bem, perdeu três penais, esteve pouco inspirado e levou a dúvidas sobre sua condição para a Copa do Mundo. Em campo, os Chiefs precisaram de 21 minutos para alcançarem o primeiro try, com Michael Leitch. Os ‘Saders seguiram com um festival de erros e os Chiefs, mesmo que pouco inspirados, chegaram ao segundo try aos 40′ com Lowe, 18 x 6. O segundo tempo não foi melhor, os pontos rarearam e os visitantes mataram o jogo aos 71′, com try de Squire, após grande jogada de Tom Marshall e Nanai-Williams. 26 x 9. No final, preocupação para Chiefs e All Blacks com lesão de Aaron Cruden no joelho.

O Highlanders, por sua vez, mostrou que estava mesmo na briga pelo título. O time de Dunedin brilhou em dérbi contra os Blues e chegou à sexta vitória em oito jogos. E foi um atropelo no primeiro tempo, com 24 x 0 para o Highlanders antes do intervalo, com dois tries de Fekitoa e um de Naholo, em uma demonstração de um rugby aberto, ofensivo e efetivo. Contudo, no segundo tempo, os Blues jogaram pela honra e fizeram seus melhores 40 minutos no ano, cravando quatro tries – incluindo dois do hooker veterano Keven Mealamu -, mas dois penais chutados por Sopoaga garantiram a vitória e asseguraram a resistência do Highlanders no fim. 30 x 24.

Na África do Sul, o Sharks seguiu seu pesadelo e acumulou sua terceira derrota consecutiva. Desta vez, a derrota veio no clássico nacional contra o Bulls, e em casa. A partida começou parelha com Handré Pollard e Fred Zellinga – no lugar do lesionado Pat Lambie – trocando penais. O Sharks se defendeu com competência no primeiro tempo até François Hougaard encontrar o espaço para cravar o primeiro try do jogo para o Bulls. Aos 42’, Coetzee recebeu o offload de Reinach e caiu para o try do time de Durban. Zellinga, contudo, não esteve bem, perdeu dois chutes de penal, enquanto Pollard seguiu sua rotina de sucesso nos chutes, arrematando mais três penais para colocar o Bulls na frente. Coetzee seguiu liderando o pack do Sharks e conquistando turnovers, mas no fim a defesa azul resistiu e o Bulls defendeu a primeira posição do grupo sul-africano. 17 x 10, números finais.

 

Waratahs e Stormers vão reagindo

O fim de semana foi marcado pela ascensão de dois gigantes que conquistaram importantes vitória. Na Nova Zelândia, o Waratahs mostrou o motivo de ostentar o título de campeão do Super Rugby e derrubou o líder e último invicto da liga, o Hurricanes. E foi um jogaço. O primeiro tempo alucinante se encerrou em 19 x 19, com Conrad Smith, Beauden Barrett e Brad Shields fazendo os tries dos neozelandeses, com muita velocidade na linha, enquanto Peter Betham, duas vezes, e Will Skelton cravaram os tries dos australianos, muito organizados e superiores no pack. O Waratahs voltou superior do intervalo e, aos 52′, Michael Hooper quebrou a defesa amarela e Israel Folau cravou o quarto try dos visitantes. A reação dos anftriões sofreu duro golpe aos 56′, com Wheeter recebendo amarelo. Foley arrematou penal aos 58′ e a vantagem se provou muito grande para os Hurricanes viraram. Aos 70′, a equipe da casa tentou a reação, com Perenara encontrando o quarto try. Mas, a virada não veio. Fim de jogo, Waratahs 29 x 24.

O Stormers, por sua vez, seguiu dentro da zona de classificação ao mata-mata com vitória apertada fora de casa sobre o Western Force, jogando o time de Perth para a lanterna. A equipe do Cabo fez o único try do jogo aos 9′, com um penal try. Com poucas oportunidades de pontos, os sul-africanos chutaram mais dois penais e garantiram a vitória, 13 x 6.

 

Brumbies afunda, Reds tira a “zica”

Já na outra partida em solo australiano, o Rebels venceu o dérbi nacional contra o Brumbies, impondo a segunda derrota seguida ao time da capital que, contudo, ainda lidera a conferência do país. Naiavalu, aos 12′, fez o único try dos Rebels, enquanto Speight, aos 40′, correu para o único try dos Brumbies. Apático, o time de Canberra não encaixou seu jogo e ainda cedeu cinco penais para o Rebels arrematar a gol, dos quais apenas dois foram precisos. Ainda assim, o Rebels conquistou a vitória por 13 x 8.

Por fim, o lado vermelho da Austrália também teve o que comemorar. O Reds quebrou o jejum de vitórias, que durava desde a segunda rodada, e venceu fora de casa o Cheetahs, em jogo emocionante. 18 x 17 no placar, com Frisby chutando o drop goal da vitória aos 74′.

 

super rugby

Super Rugby – Liga da África do Sul, Austrália e Nova Zelândia

Crusaders 9 x 26 Chiefs, em Christchurch

Hurricanes 24 x 29 Waratahs, em Wellington

Highlanders 30 x 24 Blues, em Dunedin

Brumbies 8 x 13 Rebels, em Canberra

Force 6 x 13 Stormers, em Perth

Sharks 10 x 17 Bulls, em Durban

Cheetahs 17 x 18 Reds, em Bloemfontein

 

EquipePaísCidadeJogosPontos
Melhores de cada país
HurricanesNova ZelândiaWellington1666
WaratahsAustráliaSydney1652
StormersÁfrica do SulCidade do Cabo1645
Wild Cards
HighlandersNova ZelândiaDunedin1653
ChiefsNova ZelândiaHamilton1648
BrumbiesAustráliaCanberra1647
Fora da zona de classificação
CrusadersNova ZelândiaChristchurch1646
LionsÁfrica do SulJoanesburgo1642
BullsÁfrica do SulPretória1638
RebelsAustráliaMelbourne1636
SharksÁfrica do SulDurban1634
CheetahsÁfrica do SulBloemfontein1626
RedsAustráliaBrisbane1622
BluesNova ZelândiaAuckland1620
ForceAustráliaPerth1619

 

Foto: Waratahs x Hurricanes, Getty Images