Canadá atropela Inglaterra na Women’s Super Series e México avança nas Eliminatórias para a RWC 2019

Sexta e sábado intensos de XV internacional, masculino e feminino. E quem largou a jornada de tests foi o XV feminino, com a abertura em Salt Lake City, Estados Unidos, da Women’s Super Series, quadrangular envolvendo grandes seleções do mundo organizado pelo World Rugby.

 

A edição de 2016 opõe as duas potências norte-americanas, Canadá e Estados Unidos, e duas potências europeias, Inglaterra e França, todas desfalcadas das atletas do seven-a-side, focadas no Rio 2016. Na primeira partida, o Canadá atropelou a Inglaterra – atual campeã mundial, que foi com time experiente a Utah – por 52 x 17, com 7 tries, chegando a abrir 44 x 0 em pleno Canada Day. Vitórias monumental das Canucks – apenas a 3ª em 24 jogos na história contra as inglesas, com direito a recorde de pontos – e azar para a Inglaterra, que já se preocupa com o efeito da derrota no Ranking Mundial.

 

No outro duelo, a França derrotou a seleção da casa por 19 x 13, de virada. Os Estados Unidos mostraram poderosa defesa no primeiro tempo e abriram 8 x 0, mas viram as franceses, campeã do Six Nations Feminino de 2016, virarem o marcador no segundo tempo, com o try da vitória vindo ao melhor estilo das Bleues, com poderoso maul. No fim, a França foi reduzida e 13 atletas e se defendeu bravamente para garantir a vitória. As seleções voltarão a campo na próxima terça-feira, com os embates continentais.

 

Namíbia sofre na África

No sábado, o XV masculino agitou a África com duas partidas. Em Uganda, a seleção da casa recebeu a Namíbia na abertura da divisão de elite da Copa da África e um jogo de tirar o fôlego foi visto. Os Cranes (Grous) de Uganda fizeram um jogaço contra uma Namíbia desfalcada e quase produziram uma zebra, mas no fim os Welwitschias se recuperaram e venceram por 44 x 31, em jogo de 6 tries a 5.

 

Já em Túnis, a Tunísia conquistou o Grupo A da segunda divisão do continente com uma contundente vitória sobre os Elefantes da Costa do Marfim: 50 x 5, que garantiram os tunisianos na final da divisão contra o Senegal, valendo a promoção à primeira divisão.

 

México na final do RAN Championship

Enquanto isso, no México, Las Serpientes fizeram o jogo decisivo do Grupo Norte do Rugby Americas North Championship contra as Ilhas Cayman e garantiram uma crucial vitória por 34 x 24, em jogo duro na Cidade do México, que garantiu o primeiro lugar da chave aos mexicanos e vaga na grande final do campeonato contra a Guiana, melhor do Grupo Sul, com mando mexicano.

 

A partida ainda valia como parte das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. Quem vencer o confronto entre México e Guiana vai enfrentar o campeão do Sul-Americano B (Colômbia, Venezuela, Peru, Equador ou Guatemala) deste ano valendo vaga para encarar o Paraguai, último colocado do último Sul-Americano A.

 

world rugby copy

World Rugby Women’s Super Series – em Salt Lake City, Estados Unidos

Canadá 52 x 17 Inglaterra

Estados Unidos 13 x 19 França

 

2ª rodada, dia 05 de julho

Inglaterra x França

Estados Unidos x Canadá

 

rugby afrique

Copa da África – 1ª Divisão A – 2ª divisão da Copa da África

Uganda 31 x 40 Namíbia, em Kampala

 

Seleção Jogos Pontos
Namíbia 3 15
Quênia 3 10
Uganda 3 06
Zimbábue 3 01

 

Copa da África – 1ª Divisão B – 2ª divisão da Copa da África

Tunísia 50 x 05 Costa do Marfim, em Túnis

 

Classificação final

 

Grupo A

1 Tunísia (finalista), 2 Costa do Marfim, 3 Botsuana

 

Grupo B

1 Senegal (finalista), 2 Madagascar, 3 Zâmbia (rebaixada)

 

Final – em novembro

Tunísia x Senegal, em Túnis

 

Rugby_Americas_North_logorwc 2019

Rugby Americas North Championship / Eliminatórias para a Copa do Mundo de Rugby de 2019

México 34 x 24 Ilhas Cayman, na Cidade do México

 

Seleção Jogos Pontos
Grupo Norte
México 3 14
Ilhas Cayman 3 10
Bermuda 3 05
Bahamas 3 00
Grupo Sul
Guiana 3 13
Trinidad e Tobago 3 11
Barbados 3 05
Jamaica 3 00

 

Final – dia 23 de julho

México x Guiana, na Cidade do México

Comentários