Chegou a hora da Top League japonesa!

Vá logo pegando seu Lamen, colocando aquele B’Z para tocar! Nessa sexta-feira, dia 26, o Japão viverá o início da temporada 2016-17 de sua remodelada Top League, o Campeonato Japonês. Remodelada, a temporada promete evoluir mais, com nova fórmula de disputa e repleto de craques conhecidos. O momento é especial no rugby do país que será a próxima sede da Copa do Mundo de Rugby e dos Jogos Olímpicos e três elementos parece serem chave para o sucesso do rugby em terras nipônicas: os bons resultados nas seleções, de XV e  de sevens, a entrada do Sunwolves no Super Rugby e os progressos que justamente a Top League vem apresentando.

 

Nesta edição, a competição terá seus 16 times jogando no sistema de todos contra todos, com uma partida contra cada oponente, totalizando 15 rodadas, com encerramento no dia 14 de janeiro. Ao contrário das temporadas anteriores, em 2016-17 não haverá mata-mata, com o primeiro colocado sendo declarado o campeão da Top League, enquanto o último colocado será diretamente rebaixado à segunda divisão. Já as equipes que encerrarem a temporada entre o 13º e o 15º lugares irão encarar uma repescagem contra três equipes da segunda divisão, valendo lugar na Top League de 2017-18.

 

Ainda em janeiro, os três primeiros colocados da Top League se juntarão ao campeão do forte e tradicional Campeonato Japonês Universitário no All Japan Rugby Championship, a Copa do Japão, competição mais antiga do país, que deverá ter suas semifinais e final nas duas últimas semanas de janeiro, a confirmar.

 

Já sem o pretensamente “galático” NTT Red Hurricanes rebaixado na última temporada, dando lugar ao Munakata Sanix Blues, podemos apontar entre os favoritos Kobelco Steelers, Toshiba Brave Lupus, Yamaha Jubilo e Suntory Sungoliath (que busca se reerguer depois de fraca temporada), porém não há duvidas que o Panasonic Wild Knights já entra bastante superior aos demais.

 

Primeira Rodada

O Panasonic Wild Knights, atual campeão, abrirá o campeonato jogando contra seu rival ao caneco, Yamaha Júbilo, no Estádio Príncipe Chichibu de Tóquio. Esta partida será a mais importante desta primeira rodada, certamente.

 

Sábado, dia 26/08

Panasonic Wild Knights X Yamaha Júbilo – Principe Chichibu – Tóquio

Suntory Sungoliath X Kintetsu Liners – Yanmar Stadium – Osaka

Domingo, dia 27/08 

Ricoh Black Rams X Kintetsu Liners – Principe Chichibu – Tóquio

Toshiba Brave Lupus X Kubota Spears – Principe Chichibu – Tóquio

Honda Heat X Munakata Sanix Blues – Mizuho Stadium – Nagoya

Kobelco Steelers X NTT Shining Arcs – Kobe University Stadium – Okbe

Coca-Cola Red Sparks X Canon Eagles – Umakana Yokana Stadium – Kumamoto

Equipes

canon eagles

Canon Eagles

Cidade: Tóquio

Títulos: 0

2015: 6º lugar

2016: Olho nos Canhões de Tóquio! O time da Canon poderá contar com o sul-africano Willie Le Roux por mais uma temporada e ainda possui um elenco de respeito, que ainda inclui o oitavo ex All Blacks Adam Thomson, para tentar subir mais e quem sabe surpreender no resultado final.

 

coca-cola sparks copy

Coca-Cola West Red Sparks

Cidade: Fukuoka

Títulos: 0

2015: 14º lugar

2016: A vida não será fácil em Fukuoka. Os vermelhos, que já foram mal em 2015-16, agora dispensaram Nick Cummins e Tim Bateman e deverão lutar contra o rebaixamento.

 

honda heat

Honda Heat

Cidade: Suzuka

Títulos: 0

2015: 11º lugar

2016: O clube de Mie perdeu o sul-africano Bjorn Basson, mas trouxe Deon Stegmann, dos Bulls. A maior baixa da equipe foi a perde do Springbok Marcell Coetzee. Ainda assim, o Heat promete não esfriar na temporada e almeja a metade de cima da tabela. No time está o ex Wallabies Digby Ioane fazendo parceria nos 3/4s com a sensação do sevens local Lomano Lemeki. Olho neles.

 

liners

Kintetsu Liners

Cidade: Osaka

Títulos: 3 títulos do All Japan Championship

2015: 7º lugar

2016: O sul-africanos Pierre Spies e Damian De Allende se foram e o clube de Osaka só teve a lamentar, apostando em 2016-17 muito mais em jovens talentos. A comissão técnica foi mantida e o objetivo é não terminar abaixo do último 7º lugar. O centro australiano Anthony Faing’a segue por lá.

 

Kobelco Steelers

Kobelco Steelers

Cidade: Kobe

Títulos: 1 título da Top League / 9 títulos do All Japan Championship

2015: 4º lugar

2016: O time de Kobe vem com mudanças no comando, o treinador Allister Coetzee trocou os vermelhos para assumir a seleção sul-africana. Craig Wing se aposentou mas o time ainda continua forte, tendo a liderança do ex All Black Andy Ellis, já em fim de carreira. Muitos não creem que os Steelers superem o 4º lugar passado. Será?

 

kubota spears

Kubota Spears

Cidade: Chiba

Títulos: 0

2015: 12º lugar

2016: Os Spears não alteraram sua comissão técnica após o desastroso último campeonato e suas principais peças ainda estão na equipe, dentre elas Harumichi Tatekawa e o sul-africano Keegan Daniel. Recuperação é a palavra no Kubota.

 

munakata sanix blues

Munakata Sanix Blues

Cidade: Munakata

Títulos: 0

2015: Campeão do Top Challenge 1 (2ª divisão)

2016: Os Blues voltaram à elite nacional e querem se manter, mas terão um plantel enxuto e sem grandes craques. A tarefa não será fácil.

 

nec green rockets

NEC Green Rockets

Cidade: Chiba

Títulos: 3 títulos do All Japan Championship

2015: 15º lugar

2016: Os verdes de Chiba não estão bem. O clube fez uma péssima temporada passada e ainda perdeu agora Nemani Nadolo, sem trazer nenhum nome forte. A sombra do rebaixamento assusta os Foguetes.

 

NTT shining arcs

NTT Shining Arcs

Cidade: Chiba

Títulos: 0

2015: 8º lugar

2016: O clube de Ichikawa terá ninguém menos que o abertura sul-africano Elton Jantjes, assim que o Rugby Championship se encerrar. Se as lesões não prejudicarem novamente os Shining Arcs, a temporada promete.

 

panasonic_wild_knights

Panasonic Wild Knights

Cidade: Gunma

Títulos: 4 títulos da Top League / 5 títulos do All Japan Championship

2015: Campeão

2016: Se pudéssemos apontar uma equipe japonesa que poderia atuar em qualquer liga do mundo e ser competitiva, esta seria o Panasonic Wild Knights. Apesar de perdas importantes como JP Pietersen, Hayden Parker, Ben McCalman e alguns outros, o técnico campeoníssimo Robbie Deams poderá contar com nada menos que o terceira linha australiano David Pocock, que reencontrará o abertura conterrâneo Berrick Barnes. As principais estrelas do Sunwolves também marcarão presença no atual campeão nacional. Os ídolos japoneses Fumiaki Tanaka e Shota Horie estão nos azuis, além dos jovens Kenki Fukuoka e Yoshikazu Fujita, que foram do rugby universitário para a seleção japonesa e apenas agora debutarão na Top League.

 

black-rams

Ricoh Black Rams

Cidade: Tóquio

Títulos: 2 títulos do All Japan Championship

2015: 13º lugar

2016: Os Black Rams fizeram péssima campanha na temporada passada e sabem que o que importante mesmo agora é se afastarem da zona da degola. Apesar da perda de Bernard Foley, o time trouxe o segunda linha sul-africano Franco Mostert, que fez sucesso com os Lions, e conta com a liderança de Michael Broadhurst.

 

suntory sungoliath

Suntory Sungoliath

Cidade: Tóquio

Títulos: 3 títulos da Top League / 6 títulos do All Japan Championship

2015: 9º lugar

2016: Os tradicionais amarelos de Tóquio chegam reformulados, com cinco contratações de atletas do Super Rugby e com a volta de George Smith à equipe (para o posto do sul-africano Schalk Burger, que deixou o time) prometendo desfazer o fraco desempenho da ultima temporada, apesar de ser uma das principais bases do Sunwolves e lar de nove atletas da principal liga do hemisfério sul, o time precisa urgentemente reencontrar o caminho das glórias. Infelizmente, o australiano Cristian Lealifano, que foi diagnosticado com leucemia, estará fora de ação, apesar de ter sido inscrito pelo Sungoliath. A festa da torcida ficou pelos retornos ao grupo do pilar Hatakeyama e do ponta Matsushima, ícones do Japão em 2015.

 

toshiba-brave-lupus

Toshiba Brave Lupus

Cidade: Tóquio

Títulos: 5 títulos da Top League / 6 títulos do All Japan Championship

2015: Vice campeão

2016: Um plantel de encher os olhos. O maior campeão do país engrossou o já consistente grupo com nada menos que Cory Jane, respeitado All Black, mais de 50 convocações e que desde 2007 veste a camisa do Hurricanes no Super Rugby. A equipe de Michael Leitch, Liam Messam, Richard Kahui e mais alguns outros jogadores com experiẽência no Super Rugby vem com tudo e brigará com os Wild Knights pelo título.

 

Toyota Shuttles

Toyota Industries Shuttles

Cidade: Nagoya

Títulos: 0

2015: 10º lugar

2016: Dono de um pack poderoso, que conta com o sul-africano Ryan Kankowski, o clube de Nagoya é candidato a meio de tabela. O projeto do clube é permanecer sem sustos na elite.

 

Toyota Verblitz(1)

Toyota Verblitz

Cidade: Toyota

Títulos: 3 títulos do All Japan Championship

2015: 5º lugar

2016: Equipe do braço automobilístico da Toyota, o Verblitz é forte, sobretudo nos forwards, contando com o galês Dominic Day e o australiano Wycliff Palu, além de ter como treinador de pack o ídolo sul-africano Os Du Randt. Os verdes prometem brigar pelo menos por um lugar no All Japan Championship.

 

Yamaha Jubilo

Yamaha Júbilo

Cidade: Shizuoka

Títulos: 1 título do All Japan Championship

2015: 3º lugar

2016: Os azuis de Iwata poderão sofrer bastante com a saída de Ayumu Goromaru para o rugby francês. A grande chegada será a de Gerhard van den Heever, contratação de peso para minimizar a ausência do ninja, assumindo assim a camisa 15. A equipe está praticamente igual, com poucas mudanças e promessa de boa temporada. O objetivo mínimo é nova vaga no All Japan Championship, isto é, o Top 3.

 

Lista de campeões

1 – Toshiba Brave Lupus – 5 títulos

2 – Panasonic Wild Knights – 4 títulos

3 – Suntory Sungoliath – 3 títulos

4 – Kobelco Steelers – 1 título

 

Por Leandro Vieira e Victor Ramalho

Foto: M. Buckton – http://www.japanrugbyclub.com

Comentários