Os chineses estão pensando (e falando) alto. Depois do anúncio de que a gigante chinesa Alibaba vai investir 100 milhões de dólares nos próximos anos no desenvolvimento do rugby chinês, a notícia agora é logo mais poderemos ter novidades.

O jornal South China Morning Post publicou segunda-feira que a cidade de Xangai poderá receberá em outubro deste ano a “Copa das Campeões” de sevens, envolvendo as 8 melhores seleções da Série Mundial de Sevens de 2016-17. O torneio, que está sendo negociado entre a Alibaba, a Federação Chinesa de Rugby e o World Rugby, deverá ocorrer por volta do dia 20 de outubro envolvendo Fiji, África do Sul, Nova Zelândia, Inglaterra, Estados Unidos, Austrália, Escócia e Canadá, mas ainda com a possibilidade da seleção da China jogar o torneio como convidada.

Os chineses revelaram que pretendem lançar uma liga profissional de Rugby XV já para 2018, com a promessa de que levarão ao país atletas estrangeiros para ajudarem a elevar o nível, que hoje é baixíssimo (a seleção chinesa não joga uma partida oficial de XV desde 2015, quando jogou a quarta divisão asiática e ficou em segundo lugar em sua chave, perdendo para a minúscula ilha de Guam por 34 x 17 e vencendo a Indonésia por 47 x 21). O país hoje conta com somente 2.000 atletas federados, mas a federação trabalha para levar o quanto antes o rugby para um incrível número de 10 mil universidades por meio do programa Get Into Rugby.

Será?

- Continua depois da publicidade -

 

Malásia também terá liga profissional

Atualmente, a quarta força do rugby asiático – abaixo de Japão, Hong Kong e Coreia do Sul – é a Malásia, que se sagrou neste ano campeã da segunda divisão continental de XV. O país – que é ex colônia britânica e é famoso no mundo do rugby por ser o inventor da modalidade de ten-a-side (sabia dessa?) – conta hoje com uma liga que já é semi-profissional e tem nos plantéis de seus times atletas estrangeiros pagos. A expectativa dos dirigentes malaios é de que a liga nacional – a MRU Super League, hoje com 12 clubes – seja 100% profissional para o próximo ano.

Em 2018, o Campeonato Asiático da primeira divisão não contará mais com a presença do sempre campeão Japão. A competição terá 3 seleções, justamente Hong Kong, Coreia do Sul e Malásia, e valerá como a fase final das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019 na Ásia. O campeão enfrentará o vencedor da segunda divisão da Oceania – Ilhas Cook ou Taiti, que jogam em 2017 ainda – e o vencedor irá à Repescagem Mundial em novembro, valendo a última vaga na Copa do Mundo.

 

Fonte: Asie Rugby

Foto: Shanghai Stadium