Clermont derrota Toulouse e assume a liderança do Top 14 após Racing ser massacrado

ARTIGO COM VÍDEOS – Nesse fim de semana, o Top 14 jogou as partidas canceladas da 13º rodada, finalmente igualando as equipes na tabela e com um novo líder o Clermont (1º) que venceu em casa Toulouse (6º) e se aproveitou do tropeço do Racing (2º) que viajou muito desfalcado para ser humilhado pelo Montpellier (4º). O Castres (7º) teve sua ascensão freada fora de casa pelo Section Paloise (11º). Nos duelos da parte de baixo da tabela o Oyonnax (13º) venceu em casa o Agen (14º) no duelo dos desesperados enquanto Stade Fraçais (12º) e Grenoble (10º) venceram em seus domínios La Rochelle (8º) e Brive (9º). Em fevereiro, o Bordeaux havia batido o Toulon, em jogo remarcado para data diferente das demais partidas.

 

Clermont assume a liderança com vitória em clássico

No jogo mais esperado do fim de semana o Clermont bateu o Tolouse 32 a 23 para assumir a ponta da tabela, em um jogo, que apesar dos muitos penais, foi o melhor da rodada. Os amarelos seguem em boa fase, conquistando a quinta vitória seguida, jogando um rugby de alto nível, marcando duas vezes com o ponta Alvivereti Raka (pinturas do fijiano em seu debut), o Toulouse responderia com o oitavo Gillian Galan. O Clermont agora viaja, tentando manter a liderança diante do empolgado Bordeaux enquanto o Toulouse recebe o Stade Français.

 

Racing é atropelado em Montpellier e perde a ponta

O Racing deixou a Cidade Luz com uma equipe desfigurada, com muitos jogadores participando da rodada final do Six Nations e outros lesionados, para enfrentar o Montpellier, que não teve dó dos parisienses aplicando uma lavada de 60 a 7. O jogo foi dominado do começo ao fim pelos donos da casa que se aproveitaram do dia pouco inspirado dos visitantes para colocar todo seu arsenal em prática, marcando incríveis nove tries. Um verdadeiro desastrr para os ex líderes, que não tiveram Dan Carter. Marcaram para os donos da casa o hooker Bismark Du Plessis, o centro François Steyn, o segunda linha Willem Du Plessis, o ponta Timoci Nagusa (duas vezes), o fullback Jesse Mogg, o pilar reserava Mikail Ivaldi e um penal try. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo centro Etienne Dusartre. A vitória dá muita confiança para O Montpellier que agora viaja para enfrentar o Agen. O Racing volta para Paris com o orgulho ferido e tem mais uma pedreira na próxima rodada, quando recebe o Toulon.

 

Pau se afasta da rabeira

O time da pequena cidade de Pau continua a fazer uma grande temporada de estreia no Top 14, conquistando vitórias importantes e caminhando a passos largos para se manter na primeira divisão na próxima temporada. A vítima da vez foi o Castres, derrotado, fora de casa por 21 a 16. Na vitória o Section Paloise mostrou grande maturidade, com os visitantes abrindo 13 a 3 no primeiro tempo, mas não tendo forças para segurar o resultado. O único try do jogo foi do Castres, com o asa Alexandre Bias. O resultado positivo mostra a força do Section Paloise, que continua em casa para receber o Oyonnax. A derrota põe fim a ascensão do Castres, que volta a mostrar vário defeitos, o time continua na estrada para enfrentar o Brive.

 

Grenoble reencontra o caminho das vitória

Depois de duas derrotas seguidas em casa os Alpinos mostraram para sua torcida porque sempre foram temidos em seus domínios, vencendo o Brive por 26 a 22, em uma partida muito emocionante, que terminou com os donos da casa jogando com treze jogadores.  Anotaram para os alpinos o asa Stephen Stephano e o ponta Gio Aplon enquanto o abertura Mathieu Ugalde, respondeu para os visitantes. As duas equipe não disputam mais muita coisa no campeonato, com poucas chances de classificação, mas praticamente livres do rebaixamento ambas jogando em casa, contra  Castres e La Rochelle respectivamente.

 

Stade Français respira aliviado

Depois de três derrotas seguidas, sendo duas em casa, os parisienses conseguiram um bom resultado, batendo o La Rochelle na cidade luz por 33 a 20.  O jogo foi muito corrido com os donos da casa mostrando um excelente rugby. Entraram no in-goal para o time de rosa os pontas Julien Arias e Djibril Camara (duas vezes), o asa Willem Alberts e o abertura reserva Paulu Williams. Do lado dos atlânticos o ponta Alieto Hingano deixou sua marca duas vezes. Com o resultado positivo o SF praticamente se garante na primeira divisão, e agora enfrenta fora de casa o Toulouse enquanto o La Rochelle continua na estrada, enfrentando o Grenoble.

 

Oyonnax vence duelo dos desesperados

O Oyonnax recebeu o Agen na batalha que valia a ultima colocação, e no final dos donos da casa se deram melhor, vencendo por 33 a 28. O times empataram em tries com os donos da casa anotando um penal try, com o terceira linha reserva Pierrick Gunther e o oitavo   Pedrie Wannenburg. O Agen respondeu com o scrum-half Alexis Bales, o segund centro Johann Sadie e o ponta  George Tilsley. A vitória traz um pequeno alívio para a torcida do Oyonnax, que deixa a ultima colocação mas ainda segue muito ameaçado, o time viaja para enfrentar o Section Paloise. A derrota joga o agen para a ultima colocação e ainda mais próximo da segunda divisão, o time agora recebe o Montpellier.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Stade Français 33 x 20 La Rochelle

Montpellier 60 x 7 Racing

Oyonnax 30 x 28 Agen

Pau 21 x 16 Castres

Grenoble 26 x 22 Brive

Clermont 32 x 23 Toulouse

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Foto: ASM Clermont

Comentários