Clermont e Toulon perdem os clássicos da rodada do Top 14

ARTIGO COM VÍDEOS – Passadas as emoções das semifinais da Copa Europeia, nesse fim de semana as atenções se voltaram para o Top 14 francês, que chegou à sua 22ª jornada sem nada definido.

 

Em uma rodada de grandes confronteos, o domínio do Clermont (1º) chegou ao fim, com a equipe sendo derrotada em Paris pelo Racing (4º), finalista da Champions Cup e forte nos dois fronts, enquanto o Montpellier (2º), finalista da Challenge Cup, continua sua sequência de vitórias batendo agora o Grenoble (10º). Na briga pelas últimas vagas nas finais, o Toulouse (5º) deu um passo gigante ao bater o milionário Toulon (3º) em grande jogo realizado na cidade de Nice, enquanto Castres (6º) e Bordeaux (7º) fizeram a lição de casa, batendo Pau (11º) e Stade Français (12º), respectivamente, para seguiram na disputa ponto a ponto pela classificação ao mata-mata final. Na parte de baixa da tabela, essa foi a rodada do renascimento, com os desesperados Agen (14º) e Oyonnax (13º) vencendo Brive (9º) e La Rochelle (8º), que sofreram duros golpes em suas pretensões de playoffs.

 

Racing mostra a força de seu elenco

Mesmo sem muitos titulares importantes, e dominado durante a maior parte do jogo, os parisienses encontraram forças para sair de Paris com uma grande vitória, por 26 a 20 diante do líder Clermont, que vê com a derrota o fim de uma sequência de oito jogos invicto. Se o elenco e a determinação foram fundamentais para a vitória do Racing o Clermont por seu lado não manteve o ritmo que vinha tendo nos últimos meses exagerando nos penais e ineficiente no ataque, mesmo assim a equipe anotou duas vezes com o segundo centro Aurelien Rougerie e o oitavo Damien Chouly, enquanto o Racing marcou uma única vez nos minutos finais, com o centro fijiano Albert Vulivuli, no try que deu a vitória ao time da “Cidade Luz”. Na final da Copa Europeia e com a classificação praticamente assegurada no Top 14, o Racing mostra sua força. Os Elefantes continuam em casa no próximo fim de semana para receberem o Brive. Depois de meses jogando um rugby acima do normal, o Clermont teve uma queda de rendimento, mas não pode se abater e continua na estrada para enfrentar o Pau.

TOP 14 – Racing 92 – Clermont: 26-20 – J22… por TOP14
 

Toulouse gigante

Os maiores campeões franceses viajaram a Nice para enfrentarem o poderoso Toulon e suas estrelas, voltando para a Occitânia com uma grande vitória por 12 a 10.  O placar magro não reflete o domínio dos visitantes, superiores na defesa e dominantes no pack de forwards. O try do asa sul-africano Juan Smith, no fim da partida, garantiu um ponto bônus para os donos da casa, que não altera a classificação nem a vergonha da terceira derrota em casa no campeonato. A derrota complica as chances do Toulon de conquistar a vaga direto para as semifinais, à equipe continua em casa para enfrentar o Castres. Com a vitória, o Toulouse dá um grande passo para garantir uma vaga na próxima fase, o time porém não pode vacilar, recebendo o quase rebaixado Agen.

 

Montpellier vence e reduz desvantagem para o líder

A equipe do Montpellier venceu em casa por 51 a 10 o Grenoble, conquistando a oitava vitória seguida e praticamente garantindo a segunda colocação. De quebra, os azuis do Mediterrâneo praticamente tiraram as esperanças de classificação do Grenoble, que depois de perder nas semifinais da Challenge Cup já vai pensando nas férias. Em um jogo de apenas uma equipe, os donos da casa anotaram sete vezes, com os pontas Marvin O’Connor e Timoci Nagusa, o pilar  Davit Kubriashvili, o asa reserva Kélian Galletier, o hooker Bismark Du Plessis, o abertura François Stern e o segunda linha Williem Du Plessis. O Grenoble, apesar de completamente dominado, conseguiu encontrar espaço para colocar a bola no chão com o hooker Arnaud Héguy. O Montpellier continua sua caminhada ruma as finais fora de casa diante do La Rochelle enquanto o Grenoble, agora oficialmente sem nenhuma pretensão no campeonato, recebe o Bordeaux.

 

Bordeaux despacha Paris e segue de olho nas finais

O Bordeaux se levantou de uma série de derrotas e reencontrou o caminho das vitórias batendo na terra dos vinhos o desesperado (e, lembremos, campeão do Top 14 no ano passado) Stade Français por 35 a 25. A vitória dos donos da casa foi construída graças a um excelente primeiro tempo. O Union entrou no in-goal com o ponta Adam Ashley Cooper, o hooker Clement Maynadier e o fullback Matuisela Talebula. Apesar de inferior, o SF fez um bom segundo tempo anotando com o ponta Jeremy Sinzelly, o segundo centro Waisea Nayacalevu e o centro Herman Bosman, negando aos donos da casa um ponto bônus ofensivo que pode ser fundamental. O Bordeaux agora viaja para enfrentar o Grenoble, em um jogo decisivo para as pretensões da equipe. O Stade Français vê os adversários contra o rebaixamento se aproximando e na próxima rodada o time recebe o Oyonnax  em um jogo decisivo.

 

Castres conquista ponto bônus fundamental

Na disputa por uma vaga nas finais, todos os pontos contam e o Castres conquistou uma vitória importante em casa, diante do desinteressado Pau por 37 a 6. O time de azul entrou no in-goal seis vezes com o fullback Geoffrey Pallis, o abertura Benjamin Urdapilleta, o ponta reserva Karena Wihingi, o hooker Marc Rallier (duas vezes) e o ponta David Smith. A vitória manteve o Castres na zona de classificação, um ponto na frente do Bordeaux. O CO agora tem um desafio gigante, quando viaja para enfrentar o Toulon. Praticamente livre do rebaixamento, a Section Paloise continua a cumprir tabela recebendo o Clermont.

 

Oyonnax se mantém vivo na competição

A quinta vitória na competição do Oyonnax manteve a vivas suas pequenas chances de se salvar do rebaixamento, enquanto praticamente acabou com o sonho do La Rochelle de se classificar para as finais, derrotado por 17 a 16. Em uma partida disputada debaixo de  muita chuva, os visitantes se aproveitaram da indisciplina dos atlânticos, que ainda não venceram fora de casa, para construir o placar, em um jogo que acabou empatado em tries, o scrum-half Julien Blanc e o ponta Uwanakoro Tawalo anotaram para os donos da casa enquanto o segundo centro Pierre Aguillon e o scrum-half Julien Audy responderam. A vitória, apesar da importância, não traz alívio para a torcida do Oyonnax, que tem mais uma final na próxima rodada, quando viaja para paris enfrentar o rival direto na luta contra o rebaixamento, o Stade Français. O La Rochelle, com a derrota, precisa agora de um milagre para se classificar, e agora recebe o Montpellier.

 

Agen: “não tá morto quem peleia”

O Agen provavelmente será rebaixado, mas poderá se despedir do Top 14 se orgulhando de ter feito pelo menos uma apresentação de nível internacional, batendo em casa o Brive por 37 a 19. Completamente dominante em todos os setores, os donos da casa anotaram cinco vezes, com o centro Lionel Mazars, o fullback Mathieu Lamoulie, os ponta Filipo Nakosi e George Tilsley e o hooker reserva  Marc Barthomeuf. O try de honra do Brive foi marcado pelo oitavo Sisaro datu Koyamaibole. A Agen agora viaja para enfrentar o Toulouse, enquanto o Brive volta para casa medir forças com o Racing.

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Toulon 10 x 12 Toulouse

Castres 37 x 6 Pau

Agen 37 x 19 Brive

Montpellier 51 x 10 Grenoble

Oyonnax 17 x 16 La Rochelle

Bordeaux 35 x 25 Stade Français

Racing 26 x 20 Clermont

 

ClubeCidadeJogosPontos
ClermontClermont-Ferrand2688
ToulonToulon2682
MontpellierMontpellier2681
RacingParis2681
ToulouseToulouse2679
CastresCastres2671
Union Bordeaux-BèglesBordeaux2667
BriveBrive2662
La RochelleLa Rochelle2654
GrenobleGrenoble2647
PauPau2646
Stade FrançaisParis2641
AgenAgen2626
OyonnaxOyonnax2624

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Comentários