Com estilo, Irlanda se reencontra com a vitória

ARTIGO COM VÍDEO – A Irlanda tirou o pé da lama e afundou um pouco mais a Itália na abertura da quarta rodada do Six Nations. Em Dublin, duelaram as duas únicas seleções que ainda não haviam vencido na competição e a colher de pau ficaria muito próxima das mãos de quem saísse derrotado. No fim, prevaleceu a lógica e a atual campeã do Six Nations mostrou que apesar das derrotas ainda está muito longe de lutar contra a lanterna. Os irlandeses reencontraram seu melhor jogo e fizer inabaláveis 58 x 15, sem sustos.

 

A Itália até começou bem o jogo e o primeiro grande momento foi dos Azzurri, com Gonzalo Garcia mergulhando na ponta para o que seria o primeiro try dos visitantes, mas o italiano acabou pisando fora de campo antes. E não demorou muito tempo para que a Irlanda assumisse as rédeas do jogo e, aos 7′, após 8 fases bem trabalhadas, Sexton chutou para a ponta, os verdes trocaram passes e Trimble finalizou o primeiro try do jogo para o Trevo.

 

Com o placar movimentado, a Irlanda cresceu e passou a dominar as ações. Aos 14′, o trabalho verde foi perfeito desde o lateral, que foi seguido de maul e algumas fases até Jack McGrath romper a defesa azul para o segundo try.

 

A Itália só viria a descontar com um penal chutado aos 23′ por Padovani, respondido na mesma moeda imediatamente por Sexton. A Itália pouco agredia e deixava a Irlanda se impor fisicamente, não correspondendo nas formações. O resultado não tardou e, aos 30′, foi a vez do sul-africano naturalizado CJ Stander cravar o terceiro try irlandês, após pela jogada em velocidade com Sexton, Earls e Trimble. E a pintura ainda estava por vir. No lance final do primeiro tempo, a Irlanda ganhou scrum em suas 22 de defesa e trabalhou a bola de forma magistral até o ataque, sem fases, com Heaslip finalizando a troca de passes com o try mais bonito do jogo. 25 x 3.

 

O segundo tempo começou perfeito para os donos da casa, com Payne fazendo outro fácil try. E aos 48′ veio outro, com Heaslip, depois lateral, expondo a dificuldade italiana em deter jogada construídas a partir do alinhamento. Com seu sistema defensivo em ruínas, os Azzurri ainda viram o hooker Cronin correr e cruzar o in-goal para o sétimo try, aos 53′.

 

Foi somente aos 57′, depois de tanto sofrer, que a Itália achou um try de honra, com Palazzani servindo com belo passe longo Odiete na ponta. Mas, aos 63′, Madigan respondeu com mais um try verde. Com o jogo já ganho, a Irlanda diminuiu sua marcha e deu espaço para um segundo try italiano, aos 74′, com Sarto. No fim, ainda houve tempo para McFadden arrancar bonito para o try final do Trevo. 58 x 15, fim de papo.

 

Na última rodada, no dia 19, a Irlanda recebe a Escócia, ao passo que a Itália, afundada e se despedindo do técnico Jacques Brunel, visita Gales.

 

irlanda copy58versus(14)15italia copy copy

Irlanda 58 x 15 Itália, em Dublin

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

 

Irlanda

Tries: Heaslip (2), Trimble, McGrath, Stander, Payne, Cronin, Madigan e McFadden

Conversões: Sexton (3) e Madigan (2)

Penais: Sexton (1)

15 Simon Zebo, 14 Andrew Trimble, 13 Jared Payne, 12 Robbie Henshaw, 11 Keith Earls, 10 Jonathan Sexton, 9 Conor Murray,  8 Jamie Heaslip, 7 Josh van der Flier, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Donnacha Ryan, 3 Mike Ross, 2 Rory Best (c), 1 Jack McGrath.

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Cian Healy, 18 Nathan White, 19 Ultan Dillane, 20 Rhys Ruddock, 21 Kieran Marmion,  22 Ian Madigan, 23 Fergus McFadden.

 

Itália

Tries: Odiete e Sarto

Conversões: Haimona (1)

Penais: Padovani (1)

15 David Odiete, 14 Leonardo Sarto, 13 Michele Campagnaro, 12 Gonzalo Garcia, 11 Mattia Bellini, 10 Edoardo Padovani, 9 Guglielmo Palazanni, 8 Sergio Parisse, 7 Alessandro Zanni, 6 Francesco Minto, 5 Marco Fuser, 4 George Biagi, 3 Lorenzo Cittadini, 2 Davide Giazzon, 1 Andrea Lovotti.

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Matteo Zanusso, 18 Dario Chistolini, 19 Quintin Geldenhuys, 20 Abraham Steyn, 21 Alberto Lucchese, 22 Kelly Haimona, 23 Luke McLean.

 

 

Seleção Jogos Pontos
Inglaterra 5 10
Gales 5 7
Irlanda 5 5
Escócia 5 4
França 5 4
Itália 5 0

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

]
 
Foto: ©INPHO/Dan Sheridan

Comentários