Com estilo, Irlanda se reencontra com a vitória

ARTIGO COM VÍDEO – A Irlanda tirou o pé da lama e afundou um pouco mais a Itália na abertura da quarta rodada do Six Nations. Em Dublin, duelaram as duas únicas seleções que ainda não haviam vencido na competição e a colher de pau ficaria muito próxima das mãos de quem saísse derrotado. No fim, prevaleceu a lógica e a atual campeã do Six Nations mostrou que apesar das derrotas ainda está muito longe de lutar contra a lanterna. Os irlandeses reencontraram seu melhor jogo e fizer inabaláveis 58 x 15, sem sustos.

 

A Itália até começou bem o jogo e o primeiro grande momento foi dos Azzurri, com Gonzalo Garcia mergulhando na ponta para o que seria o primeiro try dos visitantes, mas o italiano acabou pisando fora de campo antes. E não demorou muito tempo para que a Irlanda assumisse as rédeas do jogo e, aos 7′, após 8 fases bem trabalhadas, Sexton chutou para a ponta, os verdes trocaram passes e Trimble finalizou o primeiro try do jogo para o Trevo.

 

Com o placar movimentado, a Irlanda cresceu e passou a dominar as ações. Aos 14′, o trabalho verde foi perfeito desde o lateral, que foi seguido de maul e algumas fases até Jack McGrath romper a defesa azul para o segundo try.

 

A Itália só viria a descontar com um penal chutado aos 23′ por Padovani, respondido na mesma moeda imediatamente por Sexton. A Itália pouco agredia e deixava a Irlanda se impor fisicamente, não correspondendo nas formações. O resultado não tardou e, aos 30′, foi a vez do sul-africano naturalizado CJ Stander cravar o terceiro try irlandês, após pela jogada em velocidade com Sexton, Earls e Trimble. E a pintura ainda estava por vir. No lance final do primeiro tempo, a Irlanda ganhou scrum em suas 22 de defesa e trabalhou a bola de forma magistral até o ataque, sem fases, com Heaslip finalizando a troca de passes com o try mais bonito do jogo. 25 x 3.

 

O segundo tempo começou perfeito para os donos da casa, com Payne fazendo outro fácil try. E aos 48′ veio outro, com Heaslip, depois lateral, expondo a dificuldade italiana em deter jogada construídas a partir do alinhamento. Com seu sistema defensivo em ruínas, os Azzurri ainda viram o hooker Cronin correr e cruzar o in-goal para o sétimo try, aos 53′.

 

Foi somente aos 57′, depois de tanto sofrer, que a Itália achou um try de honra, com Palazzani servindo com belo passe longo Odiete na ponta. Mas, aos 63′, Madigan respondeu com mais um try verde. Com o jogo já ganho, a Irlanda diminuiu sua marcha e deu espaço para um segundo try italiano, aos 74′, com Sarto. No fim, ainda houve tempo para McFadden arrancar bonito para o try final do Trevo. 58 x 15, fim de papo.

 

Na última rodada, no dia 19, a Irlanda recebe a Escócia, ao passo que a Itália, afundada e se despedindo do técnico Jacques Brunel, visita Gales.

 

irlanda copy58versus(14)15italia copy copy

Irlanda 58 x 15 Itália, em Dublin

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

 

Irlanda

Tries: Heaslip (2), Trimble, McGrath, Stander, Payne, Cronin, Madigan e McFadden

Conversões: Sexton (3) e Madigan (2)

Penais: Sexton (1)

15 Simon Zebo, 14 Andrew Trimble, 13 Jared Payne, 12 Robbie Henshaw, 11 Keith Earls, 10 Jonathan Sexton, 9 Conor Murray,  8 Jamie Heaslip, 7 Josh van der Flier, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Donnacha Ryan, 3 Mike Ross, 2 Rory Best (c), 1 Jack McGrath.

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Cian Healy, 18 Nathan White, 19 Ultan Dillane, 20 Rhys Ruddock, 21 Kieran Marmion,  22 Ian Madigan, 23 Fergus McFadden.

 

Itália

Tries: Odiete e Sarto

Conversões: Haimona (1)

Penais: Padovani (1)

15 David Odiete, 14 Leonardo Sarto, 13 Michele Campagnaro, 12 Gonzalo Garcia, 11 Mattia Bellini, 10 Edoardo Padovani, 9 Guglielmo Palazanni, 8 Sergio Parisse, 7 Alessandro Zanni, 6 Francesco Minto, 5 Marco Fuser, 4 George Biagi, 3 Lorenzo Cittadini, 2 Davide Giazzon, 1 Andrea Lovotti.

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Matteo Zanusso, 18 Dario Chistolini, 19 Quintin Geldenhuys, 20 Abraham Steyn, 21 Alberto Lucchese, 22 Kelly Haimona, 23 Luke McLean.

 

 

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra510
Gales57
Irlanda55
Escócia54
França54
Itália50

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

]
 
Foto: ©INPHO/Dan Sheridan

Comentários