Começa nessa quinta a ITM Cup 2015, o Campeonato Neozelandês

A Inglaterra está cada vez mais perto de parar para a Copa do Mundo de Rugby. Na Nova Zelândia, a apreensão é também cada vez maior para a torcida crescer pelos All Blacks. Porém, enquanto a seleção neozelandesa encara o Mundial, as emoções também têm lugar em solo neozelandês. No próximo dia 13 de agosto, terá inicio a ITM Cup 2015, o Campeonato Neozelandês de Rugby, desfalcado de seus All Blacks, mas ainda assim muito forte. A grande final está marcada para o dia 24 de outubro, com Auckland, Canterbury, Waikato, Taranaki, Tasman, Counties Manukau e Manawatu de olho na máxima glória nacional, ao passo que Otago, Wellington, Bay of Plenty, Hawke’s Bay, North Harbour, Northland e Southland só pensam na volta à elite do país.

 

Criado em 1976 com o nome de National Provincial Championship (NPC), o Campeonato Neozelandês reúne as seleções provinciais do país, todas elas filiadas às franquias do Super Rugby. No total, a Nova Zelândia conta com 26 federações provinciais de rugby, mas somente 14 têm suas equipes profissionais. Por isso, em 2010, o NPC teve seu formato alterado e a liga foi fechada às catorze equipes profissionais, divididas em duas divisões com sete equipes cada: a Premiership e o Championship. Primeiro rebatizado de Air New Zealand Cup, e depois para o nome atual ITM Cup, por conta do patrocinador, o Campeonato Neozelandês tem formato sui generis. A temporada regular conta com dez rodadas, sendo que cada equipes enfrenta uma vez todas a demais equipes de sua divisão e ainda joga quatro vezes contra equipes da outra divisão. Com isso, times da Premiership e do Championship, apesar de separados, se enfrentam ao longo da temporada. Os quatro primeiros colocados da Premiership garantem vaga nas semifinais, valendo o título nacional, ao passo que o último colocado é rebaixado ao Championship do ano seguinte. Já os quatro primeiros do Championship disputam as semifinais pela promoção à Premiership. Enquanto isso, as doze províncias amadoras jogam o Heartland Championship, a terceira divisão.

 

Mas, a Nova Zelândia ainda tem mais um título em jogo, e que pode ser disputado quase toda rodada. Qual? O Ranfurly Shield, também conhecido como Log o’Wood, o título mais tradicional do país, disputado no formato de desafio desde 1904. O detentor do escudo coloca sua posse em disputa a cada vez que atua em casa na temporada e, se for derrotado, o time que o venceu ganha a posse do escudo e o coloca em disputa em seu próximo jogo em casa – com a exceção das partidas do mata-mata, que não valerão pelo Ranfurly Shield. O atual dono do escudo é o Hawke’s Bay, que o conquistou no ano passado ao bater Counties Manukau e já defendeu com sucesso quatro vezes, incluindo uma em 2015, no mês passado, quando o colocou em disputa na pré-temporada diante do campeão do Heartlnd Championship, o Mid Canterbury, e saiu vencedor. Sua primeira defesa durante a ITM Cup será no dia 16 de agosto contra Northland.

 

Desde a sua reformulação, a ITM Cup vem sendo dominada por Canterbury que, com a base do Crusaders, conquistou nada menos que seis títulos consecutivos nos últimos sete anos. O fim de sua hegemonia veio em 2014, com um campeonato insano e surpreendente, que não apenas teve uma final inédita entre dois times considerados “pequenos” e que eram pouco cotados ao título antes do inicio do torneio, mas também viu a queda de mais um “grande” para a segunda divisão. Taranaki e Tasman chegaram pela primeira vez em suas histórias à grande decisão e Taranaki, que acabara de trocar sua filiação de Super Rugby do Hurricanes para o Chiefs, comemorou a inédita conquista sobre o parceiro de Crusaders do Canterbury. Wellington, por outro lado, fez uma temporada terrível e foi rebaixado, se juntando a outro grande, o Otago, no Championship. Ironicamente, Hurricanes e Otago são as províncias principais das franquias de Hurricanes e Highlanders, que precisaram apenas da mudança de ano para fazerem a final do Super Rugby.

 

Com os atletas de Super Rugby bem distribuídos entre as equipes da ITM Cup e sem os All Blacks presentes, as cidades que comemoram vitórias no Super Rugby não necessariamente festejam na ITM Cup. Se por um lado esse desconexão entre as forças dos dois campeonatos permite glórias a equipes menores como Taranaki, por outro vem causando um perigoso efeito negativo na atenção que o público das grandes cidades vem dando à ITM Cup, resultando em baixa média de público nos estádios.

 

Premiership

auckland rfu

Auckland

Apelido: Seagulls

Cidade/Estádio: Auckland – Eden Park (50.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Blues

Títulos: 16 títulos do NPC/ITM Cup e 16 conquista/148 defesas do Ranfurly Shield

2014: 4º lugar (semifinalista)

 

Canterbury-Rugby-Football-Union-logo

Canterbury

Apelido: Lambs

Cidade/Estádio: Christchurch – AMI Stadium (18.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Crusaders

Títulos: 11 títulos do NPC/ITM Cup e 14 conquistas/132 defesas do Ranfurly Shield

2014: 3º lugar (semifinalista)

 

CountiesManukauRugby

Counties Manukau

Apelido: Steelers

Cidade/Estádio: Pukekohe – Growers Stadium (12.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Chiefs

Títulos: 1 título do NPC/ITM Cup e 1 conquista/6 defesas do Ranfurly Shield

2014: 5º lugar

 

Manawatu-turbos-websize-(1)

Manawatu

Apelido: Turbos

Cidade/Estádio: Palmerston North – FMG Stadium (15.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Hurricanes

Títulos: 1 título do NPC/ITM Cup e 1 conquista/13 defesas do Ranfurly Shield

2014: Campeão do Championship (promovido)

 

taranaki bulls

Taranaki

Apelido: Bulls

Cidade/Estádio: New Plymouth – Yarrow Stadium (25.500 lugares)

Franquia do Super Rugby: Chiefs

Títulos: 1 título do NPC/ITM Cup e 5 conquistas/43 defesas do Ranfurly Shield

2014: Campeão

 

tasman

Tasman

Apelido: Makos

Cidade/Estádio: Nelson – Trafalgar Park (18.000 lugares) / Blenheim – Lansdowne Park (15.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Crusaders

Títulos: 1 conquista/6 defesas do Ranfurly Shield (como Marlborough)

2014: Vice-campeão

 

waikato(1)

Waikato

Apelido: Mooloo Men

Cidade/Estádio: Waikato Stadium (25.800 lugares)

Franquia do Super Rugby: Chiefs

Títulos: 2 títulos do NPC/ITM Cup e 9 conquistas/51 defesas do Ranfurly Shield

2014: 6º lugar

 

Championship

bay of plenty(1)

Bay of Plenty

Apelido: Steamers

Cidade/Estádio: Rotorua – Rotorua International Stadium (26.000 lugares) / Tauranga – Baypark Stadium (19.800 lugares)

Franquia do Super Rugby: Chiefs

Títulos: 1 título do NPC/ITM Cup  e 1 conquista/1 defesa do Ranfurly Shield

2014: 7º lugar

 

hawke's bay(1)

Hawke’s Bay

Apelido: Magpies

Cidade/Estádio: Napier – McLean Park (22.500 lugares)

Franquia do Super Rugby: Hurricanes

Títulos: 5 conquistas/50 defesas do Ranfurly Shield

2014: Vice-campeão / Detentor do Ranfurly Shield

 

North_harbour_ru_logo

North Harbour

Apelido: Hibiscus

Cidade/Estádio: Auckland – North Harbour Stadium (25.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Blues

Títulos: 1 conquista/3 defesas do Ranfurly Shield

2014: 5º lugar

 

taniwhas

Northland

Apelido: Taniwhas

Cidade/Estádio: Whangarei – Toll Stadium (18.500 lugares)

Franquia do Super Rugby: Blues

Títulos: 4 conquistas/14 defesas do Ranfurly Shield

2014: 3º lugar (semifinalista)

 

otago(1)

Otago

Apelido: Razorbacks

Cidade/Estádio: Dunedin – Forsyth Barr Stadium (30.700 lugares)

Franquia do Super Rugby: Highlanders

Títulos: 2 títulos do NPC/ITM Cup e 5 conquistas/32 defesas do Ranfurly Shield

2014: 4º lugar (semifinalista)

 

southland(1)

Southland

Apelido: Stags

Cidade/Estádio: Invercargill – Rugby Park (18.000 lugares)

Franquia do Super Rugby: Highlanders

Títulos: 7 conquistas/22 defesas do Ranfurly Shield

2014: 6º lugar

 

wellington lions

Wellington

Apelido: Lions

Cidade/Estádio: Wellngton – Westpac Stadium (34.500 lugares)

Franquia do Super Rugby: Hurricanes

Títulos: 4 títulos do NPC/ITM Cup e 10 conquistas/40 defesas do Ranfurly Shield

2014: 7º lugar na Premiership (rebaixado)

 

Lista de campeões do Campeonato Neozelandês

1 – Auckland – 16 títulos

2 – Canterbury – 11 títulos

3 – Wellington – 4 títulos

4 – Otago – 2 títulos

Wakato – 2 títulos

6 – Bay of Plenty – 1 título

Counties Manukau – 1 título

Manawatu – 1 título

Taranaki – 1 título

 

Lista de vencedores do Ranfurly Shield

1 – Auckland – 16 conquistas/148 defesas

2 –  Canterbury – 14 conquistas/132 defesas

3 – Wellington – 10 conquistas/40 defesas

4 – Waikato – 9 conquistas/51 defesas

5 – Southland – 7 conquistas/22 defesas

6 – Hawke’s Bay – 5 conquistas/50 defesas (detentor)

7 – Otago – 5 conquistas/32 defesas

8 – Northland – 4 conquistas/14 defesas

9 – Wairarapa Bush* – 3 conquistas/10 defesas

10 – South Canterbury* – 2 conquistas/1 defesa

11 – Manawatu – 1 conquista/13 defesas

12 – Counties Manukau – 1 conquista/6 defesas

Marlborough** – 1 conquista/6 defesas

14 – North Harbour – 1 conquista/3 defesas

15 – Manawhenua*** – 1 conquista/2 defesas

16 – Bay of Plenty – 1 conquista/1 defesa

 

*Hoje no Heartland Championship (3ª divisão – amador)

** Fundiu-se ao Nelson Bays para formar o Tasman

***Dividiu-se em Manawatu e Horowhenua Kapiti (hoje no Heartland Championship)

Comentários