Começou o Top 14 francês, e com derrota do Toulon para o Racing!

O Top 14 começou e não vão faltar emoções, em uma temporada atípica. Com as equipes perdendo muitos jogadores para a disputa da Copa do Mundo, todos os pontos serão fundamentais. O Stade Français (5º) mostrou que vai buscar o bi, ao bater em Paris, o novato Pau (11º), enquanto os vice campeões do Clermont (1º) não desanimaram e atropelaram, no Atlântico, o La Rochelle (14º). A surpresa da rodada ficou por conta do Toulon (9º) batido em casa pelo Racing (6º). Toulouse (4º) e Montpellier (2º) decepções da temporada passada começam com força ao bater tranquilamente em casa Brive (13º) e Oyonnax (12º) respectivamente. Forças ascendentes do rugby francês Bordeaux (7º) e Grenoble (3º) bateram, em casa, Castres (8º) e Agen (10º).

 

Racing abre campeonato com estilo

Os parisienses viajaram até Toulon para a abertura do campeonato, na sexta feira, e não poderiam ter se saído melhor batendo os campeões europeus por 22 a 27 em uma partida emocionante. Tecnicamente o jogo não foi um espetáculo, com os dois times ainda sem ritmo de jogo. Entraram no in-goal para os visitantes o centro Henry Chavancy e o asa Chris Masoe, e o Toulon respondeu com scrum-half Jonathan Pelissié. Os desfalques dos dois lados dificultam a análise, mas o Racing mostrou uma atitude renovada, muito distinta do time que decepcionou na temporada passada.

 

A temporada do Toulon deve ser atípica, equipe mais vitoriosa da Europa e recheada de grandes estrelas o time deve ser um dos mais prejudicados pela copa do mundo, perdendo alguns de seus principais jogadores. O time tenta se recuperar na semana que vem quando enfrenta, fora de casa, o Castres. O Racing tem a estreia ideal e agora tenta manter o bom momento diante do La Rochelle em Paris.

 

Stade Français começa a temporada com vitória e festa

Os atuais campeões franceses estrearam em Paris, diante de sua torcida e com muita festa. Em campo a equipe mostrou por que é favorita ao bicampeonato, batendo o Pau por, 38 a 18, em um jogo de apenas uma equipe. Entraram no in-goal para o SF o segunda linha Hugh Pyle, os asas Antoine Burban e Raphael Lakafia, e o fullback Djibril Camara. Os visitantes responderam com os asas reservas Thierry Lacrampe e Daniel mark Ramsay .O Stade Français começa com o pé direito e tenta na próxima rodada vencer longe de Paris o Brive. O Pau tenta a primeira vitória na primeira divisão e enfrenta, em casa, o Montpellier.

 

Toulouse começa com força

Os maiores campeões franceses começaram a temporada com uma vitória fácil, em casa, diante do Brive, por 24 a 7. Mas como dos rubronegros o mínimo que se espera é a perfeição a equipe já foi criticada por perder, aos 35’ do segundo tempo, um ponto-bônus que se mostrava fácil, ao ceder um penal try para os visitantes. Entraram no in-goal para os occitanos o ponta Arthur Bonneval, o asa Imanol Harinordoquy e o segundo centro Yann David.

 

O Toulouse sempre começa a temporada como um dos favoritos, apesar de ter decepcionado nos últimos anos, o time tem sua primeira partida longe de casa na próxima rodada, quando viaja para enfrentar o Agen. O Brive, uma equipe bem organizada, mas sem grandes recursos financeiros, começa a temporada mais uma vez com o objetivo de não cair, e recebe o Stade Français.

 

Clermont atropela La Rochelle

O time amarelo viajou até o Atlântico para enfrentar o La Rochelle, e volta para casa com um resultado muito animador, 44 a 6. Os visitantes foram superiores em todos os aspectos entrando no in-goal com o segunda linha Paul Jedrasiak, o fullback Nick Abendanon, o ponta David Strettle, o asa Julien Bardy e o segunda linha Arthur Iturria.

 

O La Rochelle começa sua segunda temporada no Top 14, e o roteiro não deve ser diferente do ano passado, com o time lutando contra o rebaixando, a equipe viaja para Paris enfrentar o Racing. O Clermont, apesar de ser um dos times mais prejudicados pela Copa do Mundo, mostra um rugby promissor, o time agora recebe o Grenoble.

 

Bordeaux vence Castres em jogo equilibrado

O Bordeaux iniciou sua caminhada no campeonato em casa, diante do Castres, e vencendo por 19 a 16. As equipes fizeram um jogo muito parelho, empatando em tries, com o ponta Blair Connor fazendo para os donos da casa e o segunda linha reserva Benjamin Desroche respondendo para os visitantes. Apesar de dominar a maior parte do jogo os donos da casa não conseguiram transformar sua vantagem em tries, sofrendo pressão até o fim do jogo.

 

O time da terra dos vinhos começa sua caminhada no Top 14 buscando chegar pela primeira vez as finais e, apesar do rugby pouco vistoso, comemora sua primeira vitória, a equipe viaja para enfrentar o Oyonnax. O Castres tenta esquecer a temporada passada, quando quase foi rebaixado, e, mesmo com a derrota, mostra algum potencial. O time tem a chance de provar seu valor na próxima rodada, quando recebe o Toulon.

 

Sul-africano Montpellier tem um excelente começo

O time de Montpellier é um das equipes mais ricas da Europa, recheado de estrelas, sobretudo de sul-africanos, mas lida com o estigma de estar sempre abaixo do seu potencial, e esse ano, mais uma vez começa como um dos grandes favoritos ao título. A estreia não poderia ter sido melhor, diante de sua torcida e atropelando o Oyonnax por 35 a 19, marcando excelentes 5 tries, com o scrum-half reserva Cameron Wright, o ponta Benjamin Fall, o fullback australiano Jesse Mogg, o segundo centro Andrew Smith e o asa Sitaleki Timani. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo ponta Dug Codjo.

 

O Montpellier tenta consolidar o bom momento quando viaja para enfrentar o estreante na primeira divisão Pau. O Oyonnax tem a dura missão de manter o nível da temporada passada, quando surpreendeu a todos, a equipe recebe o Bordeaux.

 

Grenoble estreia com importante vitória

De volta ao Top 14, Agen, viajou até os Alpes para enfrentar o Grenoble, que é muito forte em casa, onde acabou derrotado por 38 a 23. O placar elástico não mostra o que foi a partida, com os donos da casa tendo muito trabalho, e apenas se distanciando no placar na parte final do jogo. Entraram no in-goal para os alpinos o centro Fabrice Estebanez, o asa Fabien Alexandre (duas vezes), o abertura Fabien Gengenbacher, o ponta Xavier Mignot e o centro reserva Nigel Hunt. O Agen colocou a bola no chão duas vezes, com o fullback Mathieu Lamoulie e o oitavo Marc Giraud.

 

O Grenoble tem no seu estádio sua principal arma e todos os pontos nesse local são fundamentais, o time agora viaja para enfrentar o Clermont. O Agen começa sua caminhada no Top 14 e como todas as equipes que sobem tem a dura missão de sobreviver à primeira temporada na divisão de elite. O time recebe o tradicional Toulouse na próxima rodada.

 

Rodada inaugural da Pro D2 tem jogo adiado

A segunda divisão francesa também teve início nesse fim de semana, com o duelo entre Perpignan e Dax sendo postergado. O motivo é simples: o Dax, rebaixado em campo na temporada passada, foi realçado à Pro D2 por conta da negação à promoção do Lille confirmada. O Lille, que seria o único clube do norte do país na segunda divisão, não conseguiu garantias financeiras a tempo e em acordo com as regras da liga francesa e foi mantido na terceira divisão. O clube fez uso de um projeto de crowdfunding para conseguir a verba que faltava e atingiu os valores, recorrendo contra a decisão da liga, mas ainda assim não teve sua promoção aceita. Para ter tempo de se preparar para a competição, o Dax solicitou o adiamento de seu jogo da primeira rodada e foi atendido.

 

Em campo, destaque para o triunfo do Narbonne sobre o novato Provence, com direito a haka antes do jogo em homenagem da Jerry Collins, ex atleta do Narbonne e dos All Blacks, falecido em acidente de carro neste ano. Lyon e Bayonne, rebaixados no ano passado, venceram na estreia na segundona, batendo, respectivamente, Bourgoin, em clássico regional, e Albi, de boa campanha em 2014-15, enquanto o Biarritz segue em crise e foi derrotado em casa pelo Aurillac.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Toulon 22 x 27 Racing

La Rochelle 6 x 47 Clermont

Bordeaux 19 x 16 Castres

Toulouse 24 x 7 Brive

Montpellier 35 x 19 Oyonnax

Grenoble 38 x 23 Agen

Stade Français 34 x 18 Pau

 

ClubeCidadeJogosPontos
ClermontClermont-Ferrand2688
ToulonToulon2682
MontpellierMontpellier2681
RacingParis2681
ToulouseToulouse2679
CastresCastres2671
Union Bordeaux-BèglesBordeaux2667
BriveBrive2662
La RochelleLa Rochelle2654
GrenobleGrenoble2647
PauPau2646
Stade FrançaisParis2641
AgenAgen2626
OyonnaxOyonnax2624

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

prod2

Pro D2 2015-16 – 2ª divisão do Campeonato Francês

Albi 23 x 28 Bayonne

Lyon 30 x 19 Bourgoin

Béziers 36 x 23 Mont-de-Marsan

Colomiers 25 x 20 Montauban

Narbonne 36 x 18 Provence

Tarbes 22 x 23 Carcassonne

Biarritz 25 x 28 Aurillac

Perpignan x Dax – adiado

 

ClubeCidadeJogosPontos
LyonLyon30117
BayonneBayonne3086
AurillacAurillac3081
Mont-de-MarsanMont-de-Marsan3078
ColomiersColomiers3078
BéziersBéziers3077
PerpignanPerpignan3073
BiarritzBiarritz3064
Bourgoin*Bourgoin-Jallieu3062
AlbiAlbi3062
NarbonneNarbonne3060
MontaubanMontauban3058
Tarbes*Tarbes3053
CarcassonneCarcassonne3049
DaxDax3048
ProvenceAix-en-Provence3046
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


Comentários