Começou o Top 14 francês, e com derrota do Toulon para o Racing!

O Top 14 começou e não vão faltar emoções, em uma temporada atípica. Com as equipes perdendo muitos jogadores para a disputa da Copa do Mundo, todos os pontos serão fundamentais. O Stade Français (5º) mostrou que vai buscar o bi, ao bater em Paris, o novato Pau (11º), enquanto os vice campeões do Clermont (1º) não desanimaram e atropelaram, no Atlântico, o La Rochelle (14º). A surpresa da rodada ficou por conta do Toulon (9º) batido em casa pelo Racing (6º). Toulouse (4º) e Montpellier (2º) decepções da temporada passada começam com força ao bater tranquilamente em casa Brive (13º) e Oyonnax (12º) respectivamente. Forças ascendentes do rugby francês Bordeaux (7º) e Grenoble (3º) bateram, em casa, Castres (8º) e Agen (10º).

 

Racing abre campeonato com estilo

Os parisienses viajaram até Toulon para a abertura do campeonato, na sexta feira, e não poderiam ter se saído melhor batendo os campeões europeus por 22 a 27 em uma partida emocionante. Tecnicamente o jogo não foi um espetáculo, com os dois times ainda sem ritmo de jogo. Entraram no in-goal para os visitantes o centro Henry Chavancy e o asa Chris Masoe, e o Toulon respondeu com scrum-half Jonathan Pelissié. Os desfalques dos dois lados dificultam a análise, mas o Racing mostrou uma atitude renovada, muito distinta do time que decepcionou na temporada passada.

 

A temporada do Toulon deve ser atípica, equipe mais vitoriosa da Europa e recheada de grandes estrelas o time deve ser um dos mais prejudicados pela copa do mundo, perdendo alguns de seus principais jogadores. O time tenta se recuperar na semana que vem quando enfrenta, fora de casa, o Castres. O Racing tem a estreia ideal e agora tenta manter o bom momento diante do La Rochelle em Paris.

 

Stade Français começa a temporada com vitória e festa

Os atuais campeões franceses estrearam em Paris, diante de sua torcida e com muita festa. Em campo a equipe mostrou por que é favorita ao bicampeonato, batendo o Pau por, 38 a 18, em um jogo de apenas uma equipe. Entraram no in-goal para o SF o segunda linha Hugh Pyle, os asas Antoine Burban e Raphael Lakafia, e o fullback Djibril Camara. Os visitantes responderam com os asas reservas Thierry Lacrampe e Daniel mark Ramsay .O Stade Français começa com o pé direito e tenta na próxima rodada vencer longe de Paris o Brive. O Pau tenta a primeira vitória na primeira divisão e enfrenta, em casa, o Montpellier.

 

Toulouse começa com força

Os maiores campeões franceses começaram a temporada com uma vitória fácil, em casa, diante do Brive, por 24 a 7. Mas como dos rubronegros o mínimo que se espera é a perfeição a equipe já foi criticada por perder, aos 35’ do segundo tempo, um ponto-bônus que se mostrava fácil, ao ceder um penal try para os visitantes. Entraram no in-goal para os occitanos o ponta Arthur Bonneval, o asa Imanol Harinordoquy e o segundo centro Yann David.

 

O Toulouse sempre começa a temporada como um dos favoritos, apesar de ter decepcionado nos últimos anos, o time tem sua primeira partida longe de casa na próxima rodada, quando viaja para enfrentar o Agen. O Brive, uma equipe bem organizada, mas sem grandes recursos financeiros, começa a temporada mais uma vez com o objetivo de não cair, e recebe o Stade Français.

 

Clermont atropela La Rochelle

O time amarelo viajou até o Atlântico para enfrentar o La Rochelle, e volta para casa com um resultado muito animador, 44 a 6. Os visitantes foram superiores em todos os aspectos entrando no in-goal com o segunda linha Paul Jedrasiak, o fullback Nick Abendanon, o ponta David Strettle, o asa Julien Bardy e o segunda linha Arthur Iturria.

 

O La Rochelle começa sua segunda temporada no Top 14, e o roteiro não deve ser diferente do ano passado, com o time lutando contra o rebaixando, a equipe viaja para Paris enfrentar o Racing. O Clermont, apesar de ser um dos times mais prejudicados pela Copa do Mundo, mostra um rugby promissor, o time agora recebe o Grenoble.

 

Bordeaux vence Castres em jogo equilibrado

O Bordeaux iniciou sua caminhada no campeonato em casa, diante do Castres, e vencendo por 19 a 16. As equipes fizeram um jogo muito parelho, empatando em tries, com o ponta Blair Connor fazendo para os donos da casa e o segunda linha reserva Benjamin Desroche respondendo para os visitantes. Apesar de dominar a maior parte do jogo os donos da casa não conseguiram transformar sua vantagem em tries, sofrendo pressão até o fim do jogo.

 

O time da terra dos vinhos começa sua caminhada no Top 14 buscando chegar pela primeira vez as finais e, apesar do rugby pouco vistoso, comemora sua primeira vitória, a equipe viaja para enfrentar o Oyonnax. O Castres tenta esquecer a temporada passada, quando quase foi rebaixado, e, mesmo com a derrota, mostra algum potencial. O time tem a chance de provar seu valor na próxima rodada, quando recebe o Toulon.

 

Sul-africano Montpellier tem um excelente começo

O time de Montpellier é um das equipes mais ricas da Europa, recheado de estrelas, sobretudo de sul-africanos, mas lida com o estigma de estar sempre abaixo do seu potencial, e esse ano, mais uma vez começa como um dos grandes favoritos ao título. A estreia não poderia ter sido melhor, diante de sua torcida e atropelando o Oyonnax por 35 a 19, marcando excelentes 5 tries, com o scrum-half reserva Cameron Wright, o ponta Benjamin Fall, o fullback australiano Jesse Mogg, o segundo centro Andrew Smith e o asa Sitaleki Timani. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo ponta Dug Codjo.

 

O Montpellier tenta consolidar o bom momento quando viaja para enfrentar o estreante na primeira divisão Pau. O Oyonnax tem a dura missão de manter o nível da temporada passada, quando surpreendeu a todos, a equipe recebe o Bordeaux.

 

Grenoble estreia com importante vitória

De volta ao Top 14, Agen, viajou até os Alpes para enfrentar o Grenoble, que é muito forte em casa, onde acabou derrotado por 38 a 23. O placar elástico não mostra o que foi a partida, com os donos da casa tendo muito trabalho, e apenas se distanciando no placar na parte final do jogo. Entraram no in-goal para os alpinos o centro Fabrice Estebanez, o asa Fabien Alexandre (duas vezes), o abertura Fabien Gengenbacher, o ponta Xavier Mignot e o centro reserva Nigel Hunt. O Agen colocou a bola no chão duas vezes, com o fullback Mathieu Lamoulie e o oitavo Marc Giraud.

 

O Grenoble tem no seu estádio sua principal arma e todos os pontos nesse local são fundamentais, o time agora viaja para enfrentar o Clermont. O Agen começa sua caminhada no Top 14 e como todas as equipes que sobem tem a dura missão de sobreviver à primeira temporada na divisão de elite. O time recebe o tradicional Toulouse na próxima rodada.

 

Rodada inaugural da Pro D2 tem jogo adiado

A segunda divisão francesa também teve início nesse fim de semana, com o duelo entre Perpignan e Dax sendo postergado. O motivo é simples: o Dax, rebaixado em campo na temporada passada, foi realçado à Pro D2 por conta da negação à promoção do Lille confirmada. O Lille, que seria o único clube do norte do país na segunda divisão, não conseguiu garantias financeiras a tempo e em acordo com as regras da liga francesa e foi mantido na terceira divisão. O clube fez uso de um projeto de crowdfunding para conseguir a verba que faltava e atingiu os valores, recorrendo contra a decisão da liga, mas ainda assim não teve sua promoção aceita. Para ter tempo de se preparar para a competição, o Dax solicitou o adiamento de seu jogo da primeira rodada e foi atendido.

 

Em campo, destaque para o triunfo do Narbonne sobre o novato Provence, com direito a haka antes do jogo em homenagem da Jerry Collins, ex atleta do Narbonne e dos All Blacks, falecido em acidente de carro neste ano. Lyon e Bayonne, rebaixados no ano passado, venceram na estreia na segundona, batendo, respectivamente, Bourgoin, em clássico regional, e Albi, de boa campanha em 2014-15, enquanto o Biarritz segue em crise e foi derrotado em casa pelo Aurillac.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Toulon 22 x 27 Racing

La Rochelle 6 x 47 Clermont

Bordeaux 19 x 16 Castres

Toulouse 24 x 7 Brive

Montpellier 35 x 19 Oyonnax

Grenoble 38 x 23 Agen

Stade Français 34 x 18 Pau

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

prod2

Pro D2 2015-16 – 2ª divisão do Campeonato Francês

Albi 23 x 28 Bayonne

Lyon 30 x 19 Bourgoin

Béziers 36 x 23 Mont-de-Marsan

Colomiers 25 x 20 Montauban

Narbonne 36 x 18 Provence

Tarbes 22 x 23 Carcassonne

Biarritz 25 x 28 Aurillac

Perpignan x Dax – adiado

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


Comentários