Conflito na América: USA Rugby não sanciona NRFL e Leicester cancela viagem

As notícias alvissareiras para o rugby dos Estados Unidos se somaram nos últimos meses, com uma série de partidas sendo anunciadas envolvendo equipes internacionais, sobretudo inglesas, em visita à América do Norte. Entretanto, nesse domingo, um banho de água fria nos planos de se criar em breve o rugby profissional nos Estados Unidos foi dado pela própria USA Rugby, a federação estadunidense de rugby. A entidade negou oficialmente chancelar a partida que envolveria os ingleses do Leicester Tigers e a equipe da NRFL, o Rough Riders, que aconteceria na Filadélfia em agosto.

 

A NRFL é uma entidade privada, desvinculada da USA Rugby, fundada com o objetivo de criar as bases de uma liga profissional nos Estados Unidos. Desde seu estabelecimento, a NRFL trabalhou com o intuito de identificar talentos em outros esportes, como futebol americano, basquete e atletismo, e convertê-los para o rugby, formando um grupo de alto rendimento – que também conta com atletas que já praticavam rugby anteriormente – denominado Rough Riders. Os ingressos para a partida da equipe da NRFL contra os Tigers já estavam à venda e serão restituídos a seus compradores.

 

Em nota, o diretor do Leicester Tigers, Simon Cohen, lamentou a decisão da USA Rugby, apontando que a medida da entidade tem como proteção garantir seu monopólio comercial sobre o esporte no país, freando iniciativas como a da NRFL. O futuro da NRFL ainda não está claro após esse revés.

 

Glasgow Warriors confirma amistoso contra o Canadá

Apesar da má notícia para os Estados Unidos, o vizinho Canadá teve uma notícia para comemorar. A Rugby Canada, entidade máxima do rugby canadense, assegurou que o Canadá também se tornasse neste ano destino de um grande clube do Reino Unido. O Glasgow Warriors, da Escócia, campeão de 2015 do PRO12, a Liga Celta, confirmou sua visita ao Canadá para enfrentar a seleção do país, que se prepara para a Copa do Mundo.

 

Os Warriors enfrentarão os Canucks no dia 29 de agosto na cidade de Halifax, capital da província da Nova Escócia (Nova Scotia). O palco será o Wanderers Grounds, com capacidade para 5 mil lugares. A sede da partida é estratégica. Enquanto a Rugby Canada garante um evento de alto nível para a Costa Leste e para uma província que conta com grande número de clubes de rugby, o Glasgow Warriors parte em busca de um mercado potencial. A região da Nova Escócia, como o próprio nome sugere, recebeu ao longo dos séculos XVIII e XIX um grande número de imigrantes escoceses e a aproximação de um time escocês com os torcedores da região foi identificado como estratégico pelos Warriors.

Comentários