Steve Hansen anunciou hoje a equipe dos All Blacks que entrará em campo nesse sábado, às 14h00, hora de Brasília, para a final da Copa do Mundo contra a Austrália, em busca de se tornarem os primeiros tricampeões do mundo e a primeira equipe campeã de dois Mundiais seguidos.

 

O elenco da Nova Zelândia será o mesmo que derrotou por 20 x 18 a África do Sul na semifinal, com Richie McCaw como capitão pela segunda final de Mundial seguida. Este é o 13º jogo de Copa do Mundo que McCaw é o capitão, um recorde mundial. Outro mito, Keven Mealamu já conta com 15 vitórias consecutivas em Mundiais, um recorde da competição. Outro atleta que buscará bater recorde é Julian Savea, que no momento soma 8 tries na competição, 3 a mais que o segundo colocado Bryan Habana. Savea igualou o maior número de tries feitos por um atleta em um mesmo Mundial, que é justamente de Habana, em 2007, e Jonah Lomu, em 1999. Entre líderes de estatísticas do Mundial, Kieran Read está no topo dos atletas que mais laterais roubaram até aqui, 6, seguido de Brodie Retallick, com 5.

 

- Continua depois da publicidade -

Esta é a primeira vez justamente desde a final da Copa do Mundo de 2011 que a Nova Zelândia não tem alterações na escalação com relação ao jogo anterior. Nada menos que 14 jogadores que estarão em campo poderão entrar o seleto grupo de jogadores que conquistaram a Copa do Mundo duas vezes em suas carreiras. São eles: Keven Mealamu, Owen Franks, Ben Franks, Sam Whitelock, Jerome Kaino, Richie McCaw, Kieran Read, Victor Vito, Dan Carter, Colin Slade, Ma’a Nonu, Conrad Smith, Sonny Bill Williams e Tony Woodcock (que não estará em campo nesta final, mas também será um campeão caso os All Blacks vençam). Apenas os astralianos Phil Kearns, Jason Little, Tim Horan, Dan Crowley e John Eales e o sul-africano Os du Randt têm tal honra.

 

Conrad Smith, Nonu, Woodcock, Mealamu, Owen Franks, Whitelock, Kaino, McCaw e Read também estiveram no XV titular. O maior pontuador da história do rugby mundial, Dan Carter, por sua vez, finalmente jogará sua primeira final.

 

Nova Zelândia 15 Ben Smith, 14 Nehe Milner-Skudder, 13 Conrad Smith, 12 Ma’a Nonu, 11 Julian Savea, 10 Daniel Carter, 9 Aaron Smith, 8 Kieran Read, 7 Richie McCaw (c), 6 Jerome Kaino, 5 Sam Whitelock, 4 Brodie Retallick, 3 Owen Franks, 2 Dane Coles, 1 Joe Moody.

Suplentes: 16 Keven Mealamu, 17 Ben Franks, 18 Charlie Faumuina, 19 Victor Vito, 20 Sam Cane, 21 Tawera Kerr-Barlow, 22 Beauden Barrett, 23 Sonny Bill Williams.