All Blacks e Los Teros convocados para a Copa do Mundo

Os campeões do mundo já têm seus 31 jogadores que lutarão para manter o título mundial. A grande ausência ficou por conta de Israel Dagg, que apesar de cantar no comercial da Air New Zealand, não conseguiu justificar seu espaço no elenco deste ano, enquanto Lima Sopoaga foi cortado em favor de Colin Slade. Carles Piutau também não conseguiu sua vaga, com Waisake Naholo sendo confirmado. Jeremy Thrush e Nepo Laulala são outros dois que lamentaram seus cortes.

 

Apesar de não contar com atletas que atuem no exterior, a Nova Zelândia terá seis nomes já vinculados a clubes de fora para a temporada 2015-16.

 

Avançados: Owen Franks (Crusaders), Ben Franks (London Irish, Inglaterra), Charlie Faumuina (Blues), Tony Woodcock (Blues), Wyatt Crockett (Crusaders), Dane Coles (Hurricanes), Keven Mealamu (Blues), Codie Taylor (Crusaders), Brodie Retallick (Chiefs), Sam Whitelock (Crusaders), Luke Romano (Crusaders), Kieran Read (Crusaders), Richie McCaw (Crusaders), Sam Cane (Chiefs), Victor Vito (Hurricanes), Jerome Kaino (Blues), Liam Messam (Toshiba Brave Lupus, Japão).

 

Linha: Aaron Smith (Highlanders), TJ Perenara (Hurricanes), Tawera Kerr-Barlow (Chiefs), Dan Carter (Racing, França), Beauden Barrett (Hurricanes), Colin Slade (Pau, França), Ma’a Nonu (Toulon, França), Conrad Smith (Pau, França), Malakai Fekitoa (Highlanders), Sonny Bill-Williams (Chiefs), Ben Smith (Highlanders), Julian Savea (Hurricanes), Nehe Milner-Skudder (Hurricanes), Waisake Naholo (Highlanders).

 

Uruguai sem surpresas para o Mundial

Pablo Lemoine, técnico do Uruguai, anunciou seus 31 nomes finais para a Copa do Mundo. Como esperado, Rodrigo Capó Ortega, do Castres, não fará parte da equipe que conta com somente dois atletas em clubes profissionais da Europa e outros dois em equipes de ligas semi-profisisonais do Velho Continente: o scrum-half Agustín Ormaechea, do Mont-de-Marsan, o abertura Felipe Berchesi, do Carcassonne, ambos clubes da profissional segunda divisão francesa, o pilar Mario Sagario, do Massy, rebaixado à terceira divisão da França, e o fullback Gastón Mieres, do Valpolicella, da segunda divisão italiana. O pilar Alejo Corral joga pelo SIC, da Argentina, e todos os demais 26 atletas jogam no próprio Uruguai, fazendo dos Teros uma seleção basicamente amadora.

 

Avançados: Alejo Corral (SIC, Argentina), Carlos Arboleya (Trébol), Mateo Sanguinetti (Los Cuervos), Mario Sagario (Massy, França/Fédérale 1), Oscar Durán (Carrasco Polo), Nicolás Klappenbach (Champagnat), Germán Kessler (Los Cuervos), Santiago Vilaseca (Old Boys), Jorge Zerbino (Old Christians), Mathias Palomeque (Trébol), Franca Lamanna (Carrasco Polo), Juan Manuel Gaminara (Old Boys), Diego Magno (Montevideo Cricket), Alejandro Nieto (Champagnat), Juan de Freitas (Champagnat), Agustín Alonso (Montevideo Cricket), Fernando Bascou (PSG), Matías Beer (Old Christians).

 

Linha: Agustín Ormaechea (Mont-de-Marsan, França/Pro D2), Alejo Durán (Trébol), Felipe Berchesi (Carcassonne, França/Pro D2), Manuel Blengio (Old Christians), Andrés Vilaseca (Old Boys), Joaquín Prada (Los Cuervos), Alberto Román (PSG), Francisco Bulanti (Trébol), Santiago Gibernau (Carrasco Polo), Leandro Leivas (Old Christians), Jerónimo Etcheverry (Carrasco Polo), Rodrigo Silva (Carrasco Polo), Gastón Mieres (Valpolicella, Itália/Serie A).

 

Comentários