De olho nas estatísticas do Mundial e na partida de sexta entre Pumas e Lelos

Na terça-feira lançamos algumas estatísticas sobre a Copa do Mundo, e agora, com mais maratona de jogos se aproximando, vamos passar o olho em mais alguns números do Mundial e, claro, falar de Argentina x Geórgia, o jogo isolado da sexta.

 

Com quais árbitros houve mais penais, scrums e rucks até aqui?

Penais: Craig Joubert – 36, em França x Itália;

Scrums: Romain Poite – 22, em Gales x Uruguai;

Rucks: Glen Jackson – 205, em Irlanda x Canadá;

 

E entre as seleções, quem está com tudo?

Tackles por jogo: Geórgia, 201 (contra Tonga);

Laterais roubados: Fiji, 3 (contra Austrália);

Scrums roubados: Gales, 6 (contra Uruguai). Menção honrosa: França, 5 (contra Itália!)

Turnovers ganhos: Romênia, 11 (contra França).

 

Los Pumas lamentam suspensão de Galarza

A primeira baixa no Mundial por suspensão veio da Argentina. Na partida de estreia dos Pumas, o segunda linha Mariano Galarza passou do limite e colocou o dedo no olho do All Black Brodie Retallick. Resultado: após o julgamento da comissão disciplinar, o atleta recebeu gancho de nove semanas e, portanto, ficará de fora do restante do Mundial. Com isso, a Argentina contará agora com um atleta a menos em seu elenco.

 

Argentina e Geórgia colidem nesta sexta

Nesta sexta, um jogo dará sequência à segunda rodada da Copa do Mundo, mas pela primeira vez na rodada com duas seleções que já entraram antes em campo. O jogo é o único do dia e acontece em Gloucester, palco onde os georgianos derrotaram  Tonga na estreia. O jogo será às 12h45, ao vivo na ESPN, com o programa Scrum ESPN indo ao ar às 15h00.

 

A partida promete muito e decidirá, na prática, o segundo lugar do grupo. A Argentina chegou ao grupo como favorita para a partida e busca sua primeira vitória na competição, já que estreou com derrota para a Nova Zelândia, enquanto a Geórgia largou vencendo Tonga, naquela que foi a maior vitória da história da seleção. Contra a Argentina, os georgianos jogam novamente por um resultado histórico e que, apesar de improvável, tem plenas condições de ocorrer, sobretudo com os Lelos crescendo a cada jogo e mostrando uma defesa inexpugnável – que aplicou mais de 200 tackles em Tonga, o maior número em um jogo até aqui da atual edição. Porém, a Geórgia é um time previsível no ataque e a Argentina é muito mais completa, em todos os setores, sendo muito forte justamente onde os georgianos vão melhor. Sem jamais ter batido os Pumas na história, os Lelos terão que se superar para saírem de campo praticamente com uma inédita classificação às quartas de final.

 

A Argentina fez um jogo de alto nível com os All Blacks e Daniel Hourcade manteve o time quase inalterado, apesar de ter tido somente quatro dias de intervalo entre um jogo e outro. Na segunda linha, Guido Petti, lesionado, dará lugar a Matías Alemanno, enquanto na terceira linha Juan Manuel Leguizamón ganhou o posto de Pablo Matera, come o treinador preferindo um atleta mais agressivo, já sabendo da força da terceira linha georgiana. O oitavo Facundo Isa  também ganhou um lugar na vaga do lesionado Leonardo Senatore e terá a missão de jogar frente a frente com Mamuka Gorgodze, o Gorgodzilla, oitavo dos Lelos que liderou na primeira rodada as estatísticas do Mundial de tackles aplicados e turnovers ganhos. Um monstro.

 

O time do Cáucaso vai inalterado para a partida com os Pumas, saindo inteiro do embate físico com Tonga. A Geórgia teve menos de 1/4 de posse de bola, mas defendeu de forma brutal e garantiu a vitória mostrando um rugby de entrega louvável. Por isso mesmo, a batalha na frente será feroz entre os dois times de gigantes. A Geórgia conta com seus atletas do pack atuando na elite do rugby francês e vai com tudo com uma primeira linha poderosa, contando com Zirakshvili (do Clermont), Nariashvili (do Montpellier) e Bregvadze (do Toulouse), colidindo com Ayerza, Chaparro e Creevy. A terra vai tremer. Os lineouts também se equivalem, com os dois times mostrando números próximos. Já na terceira linha os Lelos mostraram grande superioridade a Tonga e darão muito trabalho à Argentina, tendo três tacleadores exímios: Gorgodze (do Toulon), Kolelishvili (do Clermont) e Tkhilaishvili, que levarão dificuldades de sobra para os Pumas. A igualdade é plena entre os lados.

 

O problema para os Lelos e a superioridade evidente da Argentina está na linha. A Geórgia conta com um jovem e promissor scrum-half, Lobzhanidze, e sua terceira linha exercerá grande pressão sobre Cubelli. Mas, depois, não há maiores problemas para os Pumas, com sua linha muito superior, liderada por Sánchez e Hernández. A tônica será simples. A Argentina irá para o jogo para construir jogadas de mão e achar seu caminho entre a linha georgiana. E a Geórgia irá para o jogo para destruir as jogadas dos Pumas, manter a bola presa no jogo de base e garantir a vitória na força.

 

Sexta-feira, dia 25 de setembro

UAR_copy_copy.jpgversus copiargeorgia copy

12h45 – Argentina x Geórgia, em Gloucester – ESPN AO VIVO

Árbitro: JP Doyle (Inglaterra)

Assistentes: Nigel Owens (Gales) e Stuart Berry (África do Sul) / TMO: Ben Skeen (Nova Zelândia)

 

Argentina: 15 Joaquin Tuculet, 14 Santiago Cordero, 13 Marcelo Bosch, 12 Juan Martin Hernández, 11 Juan Imhoff, 10 Nicolas Sánchez, 9 Tomás Cubelli, 8 Facundo Isa, 7 Juan Martin Fernandez Lobbe, 6 Juan Manuel Leguizamón, 5 Tomas Lavanini, 4 Matias Alemanno, 3 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Agustin Creevy (c), 1 Marcos Ayerza.

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Lucas Noguera, 18 Ramiro Herrera, 19 Javier Ortega Desio, 20 Pablo Matera, 21 Martin Landajo, 22 Jeronimo De La Fuente, 23 Lucas Gonzalez Amorosino.

 

Geórgia: 15 Merab Kvirikashvili, 14 Tamaz Mchedlidze, 13 Davit Kacharava, 12 Merab Sharikadze, 11 Giorgi Aptsiauri, 10 Lasha Malaguradze, 9 Vasil Lobzhanidze, 8 Mamuka Gorgodze (c), 7 Viktor Kolelishvili, 6 Giorgi Tkhilaishvili, 5 Konstantin Mikautadze, 4 Giorgi Nemsadze, 3 Davit Zirakashvili, 2 Jaba Bregvadze, 1 Mikheil Nariashvili.

Suplentes: 16 Shalva Mamukashvili, 17 Karlen Asieshvili, 18 Levan Chilachava, 19 Levan Datunashvili, 20 Shalva Sutiashvili, 21 Giorgi Begadze, 22 Giorgi Pruidze, 23 Muraz Giorgadze

 

Histórico: 3 jogos, 3 vitórias da Argentina. Último jogo: Argentina 29 x 18 Geórgia, em 2013.

 

Clube P J V E D 4+ -7 PP PC SP
Grupo A
Austrália 17 4 4 0 0 1 0 141 35 106
Gales 13 4 3 0 1 1 0 111 67 44
Inglaterra 11 4 2 0 2 2 1 133 75 58
Fiji 5 4 1 0 3 1 0 84 101 -17
Uruguai 0 4 0 0 4 0 0 30 226 -196
Grupo B
África do Sul 16 4 3 0 1 3 1 176 56 120
Escócia 14 4 3 0 1 2 0 142 139 3
Japão 12 4 3 0 1 0 0 98 100 -2
Samoa 6 4 1 0 3 1 1 69 124 -55
Estados Unidos 0 4 0 0 4 0 0 50 156 -106
Grupo C
Nova Zelândia 19 4 4 0 0 3 0 174 49 125
Argentina 15 4 3 0 1 3 0 179 70 109
Geórgia 8 4 2 0 2 0 0 53 122 -69
Tonga 6 4 1 0 3 1 1 70 130 -60
Namíbia 1 4 0 0 4 0 1 70 174 -104
Grupo D
Irlanda 18 4 4 0 0 2 0 135 35 100
França 14 4 3 0 1 2 0 117 64 53
Itália 10 4 2 0 2 1 1 74 88 -14
Romênia 4 4 1 0 3 0 0 60 126 -66
Canadá 2 4 0 0 4 0 2 58 141 -83

 

 

Comentários