França vence Itália na estreia

ARTIGO COM VÍDEO – França e Itália entraram em campo pelo segundo jogo do grupo D no sábado, após triunfo da Irlanda sobre o Canadá e fizeram um jogo morno, pautado por muitos penais e scrums. Aproveitando a indisciplina adversária, os Bleus anotaram os pontos que asseguraram uma vitória confortável, mas deixaram escapar o ponto extra, e agora ocupam a segunda colocação.
 

A partida começou truncada e com muitos penais de cada lado nos minutos iniciais, e os Bleus abriram o placar com Michalak aos 7 minutos, logo depois de desperdiçar um penal frontal ao postes adversários. Os franceses tinham mais controle da posse de bola, e seguiram no campo de ataque, e após um line-out, a França chegou aos 5m finais com boa infiltração de Huget, e ao inverter a jogada e depois deum belo offload de Picamoles, Nakaitaci deu um knock-on ao apoiar a bola no in-goal, mas Michalak anotou mais três pontos logo depois, ampliando a vantagem.
 

A Itália avançou na sequência em boa penetração de Ghiraldini, que acabou parado pela defesa adversária, e Tommaso Allan teve a chance de reduzir a vantagem no placar, mas perdeu um penal praticamente de frente aos postes. Michalak também desperdiçou um chute, mas logo em seguida, ampliou novamente.
 

O domínio francês era evidente, com mais posse e bons avanços na linha com Speeding e Bastareaud,mas tampouco conseguiu levar real perigo ao ingoal adversário. Allan não desperdiçou sua segunda oportunidade, um belo chute da linha de 10m. Speeding substituiu Michalak na função de chutes e acertou quase do meio de campo mas o próprio abertura voltou aos chutes, dando números finais ao primeiro tempo.
 

A segunda etapa começou da mesma forma, com Michalak aproveitando a indisciplina dos Azzurri para anotar mais três pontos no placar e a vantagem parece que acordou os Bleus, que chegaram ao try depois de uma linda jogada na linha, iniciada com Nakaitaci que arrancou na ponta e acionou o Guirado no apoio, sendo contido a menos de um metro do in-goal. A França deu continuidade e Michalak deu um chute curto e rasteiro por trás da defesa adversária, e o pilar Slimani atento, recuperou a bola e apoiou no in-goal.
 

A try francês incendiou a partida e a Itália teve seu melhor momento na partida, avançando pela esquerda e com um bom maul, levou a formação até os 5m de seu campo de ataque e manteve a bola viva e depois de quase anotar no centro, conseguiu roubar a bola no scrum e finalizou na ponta, com Venditti aos dez minutos. A França não diminuiu o ritmo da partida, mas perdeu Huget lesionado, talvez para os próximos jogos da Copa e parou na marcação, enquanto a Itália subia na base dos forwards, errando seguidamente. Depois de um line, Bastareaud conseguiu a primeira fase e os Bleus reciclaram a bola, até que Nicolas Mas conseguiu apoiar a bola junto ao poste no chão, conseguindo o segundo try para a França.
 

Sempre na base do jogo de fases, a Itália tentou até o fim diminuir, mas suas falhas que foram evidentes ao longo de toda partida se fizeram presentes também nos momentos decisivos, selando a vitória francesa, segura, mas com pouco brilho.

 

França vermelho32 versus(14)10 italia copy copy

16h00 – França x Itália, em Twickenham, Londres

Árbitro: Craig Joubert (África do Sul)

Assistentes: John Lacey (Irlanda) e Stuart Berry (África do Sul) / TMO: Shaun Veldsman (África do Sul)

 

França
Tries: Slimani, Mas
Conversões:Michalak (2)
Penais: Michalak (5), Spedding

Titulares: 15 Scott Spedding, 14 Yoann Huget, 13 Mathieu Bastareaud, 12 Alexandre Dumoulin, 11 Noa Nakaitaci, 10 Frédéric Michalak, 9 Sébastien Tillous-Borde, 8 Louis Picamoles, 7 Damien Chouly, 6 Thierry Dusautoir (c), 5 Yoann Maestri, 4 Pascal Papé, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado, 1 Eddy Ben Arous.

Suplentes: 16 Benjamin Kayser, 17 Vincent Debaty, 18 Nicolas Mas, 19 Bernard le Roux, 20 Alexandre Flanquart, 21 Morgan Parra, 22 Rémi Talès, 23 Gaël Fickou.

 

Itália
Tries: Venditti
Conversão: Tomaso
Penais: Tomaso

Titulares: 15 Luke McLean, 14 Leonardo Sarto, 13 Michele Campagnaro, 12 Andrea Masi, 11 Giovanbattista Venditti, 10 Tommaso Allan, 9 Edoardo Gori, 8 Samuela Vunisa, 7 Francesco Minto, 6 Alessandro Zanni, 5 Joshua Furno, 4 Quintin Geldenhuys, 3 Martin Castrogiovanni, 2 Leonardo Ghiraldini (c), 1 Matias Aguero.

Suplentes: 16 Andrea Manici, 17 Michele Rizzo, 18 Lorenzo Cittadini, 19 Valerio Bernabò, 20 Simone Favaro, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Carlo Canna, 23 Enrico Bacchin

 

ClubePJVED4+-7PPPCSP
Grupo A
Austrália1744001014135106
Gales134301101116744
Inglaterra114202211337558
Fiji541031084101-17
Uruguai040040030226-196
Grupo B
África do Sul1643013117656120
Escócia144301201421393
Japão1243010098100-2
Samoa641031169124-55
Estados Unidos040040050156-106
Grupo C
Nova Zelândia1944003017449125
Argentina1543013017970109
Geórgia842020053122-69
Tonga641031170130-60
Namíbia140040170174-104
Grupo D
Irlanda1844002013535100
França144301201176453
Itália104202117488-14
Romênia441030060126-66
Canadá240040258141-83

 

Comentários