Gigante na defesa, Austrália bate Gales e termina no topo do Grupo A

ARTIGO COM VÍDEO – Austrália e Gales mediram forças hoje em Twickenham valendo a primeira posição do Grupo A! Em jogo estava a fuga de um confronto contra os Springboks nas quartas de final. E quem está comemorando após a partida é justamente o time sul-africano, pois australianos e galeses fizeram um jogo extremamente físico, sem tries, que terminou com dramática vitória dos Wallabies por 15 x 6, após resistirem à pressão galesa com dois homens a menos. A Austrália enfrentará a Escócia nas quartas, enquanto Gales terá que tapar as feridas para duelar contra a África do Sul.

 

O primeiro tempo foi um embate físico formidável, com o lateral galês funcionando melhor, mas com o scrum australiano superior. Os primeiros pontos saíram aos 5′, com Biggar anotando o primeiro penal para os vermelhos. Sean McMahon, jogando no lugar de Michael Hooper, não demorou para ser notado, colocando o breakdown a favor dos aussies no início. Contudo, quem garantiu maior posse de bola e território foi Gales, que exerceu grande pressão e não foi capaz de finalizar com qualidade.

 

O empate demorou para sair, precisando de mais 20 minutos até Foley ter sua primeira chance de arremate a gol. A virada, porém, não tardou,  com Foley chutando novo penal certeiro aos 31′, após Pocock conduzir brilhantemente maul. Biggar chutou novo penal para os Dragões na sequência e, antes do intervalo, Foley devolveu os aussies à frente. Biggar, aos 39′, errou pela primeira vez penal para Gales e, nos acréscimos, Giteau ainda teve uma chance de penal de 50 metros, mas não foi feliz. 9 x 6.

 

A Austrália voltou forte para o segundo tempo, Folau mostrou seu poderio de infiltração e, aos 51′, Foley não titubeou, adicionando novo penal para os dourados. A maré, contudo, se voltou contra os Wallabies, e, aos 57′, Will Genia cometeu penal e levou cartão amarelo, desfalcando a Austrália. Gales teve a chance de ouro e foi para o lateral, emplacou um maul, pressionou na base e ganhou novo penal. Outra vez a opção foi por buscar o try, colocando a bola para a lateral e apostando no maul. Na sequência, o pick and go funcionou e Faletau mergulhou para o try, mas cometeu knock-on na hora de apoiar a bola. Gales já jogava em vantagem e pediu novamente o lateral, no qual Dean Mumm fez novo penal e deixou os Wallabies com 13 homens, recebendo amarelo. Com tamanha vantagem, os vermelhos chamaram o scrum e Gareth Davies, o camisa 9, explorou o lado cego, sendo detido brilhantemente por Ben McCalman. Gales perde espaço com a defesa dourada subindo, mas George North achou o espaço para arrancar e investir de novo, sendo derrubado com tackle salvador de novo do terceira linha McCalman, impedindo o apoio da bola no in-goal. Uma defesa incansável dos Wallabies com 13 anos, segurando Gales de forma heróica.

 

Com mais jogadores, Gales seguiu tendo todo o volume do jogo a seu favor e, aos 66′, novamente a parede dourada falou mais alto impedindo outro try que parecia certo dos Dragões. Aos 68′, foi a vez de Ashley-Cooper salvar os Wallabies com tackle perfeito em Biggar, ganhando penal na sequência e aliviando a pressão, já com a Austrália com 14 homens.

 

A vantagem numérica não resultou em pontos para Gales e quem se impôs no fim foi a Austrália. Aos 70′, Folau arrancou e ganhou penal, com Foley não perdoando. Vitória australiana, 15 x 6. Para sair de campo com moral.
Wallabies copy15versus copiar06gales

Austrália 15 x 6 Gales, em Twickenham, Londres

Árbitro: Craig Joubert (África do Sul)

Assistentes: Jérôme Garcès (França) e Stuart Berry (África do Sul) / TMO: Shaun Veldsman (África do Sul)

 

Austrália

Penais: Foley (5)

15 Israel Folau, 14 Adam Ashley-Cooper, 13 Tevita Kuridrani, 12 Matt Giteau, 11 Drew Mitchell, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 David Pocock, 7 Sean McMahon, 6 Scott Fardy, 5 Dean Mumm, 4 Kane Douglas, 3 Sekope Kepu, 2 Stephen Moore (c) 1 Scott Sio.

Suplentes: 16 Tatafu Polota-Nau, 17 James Slipper, 18 Greg Holmes, 19 Rob Simmons, 20 Ben McCalman, 21 Nick Phipps, 22 Matt Toomua, 23 Kurtley Beale.

 

Gales

Penais: Biggar (2)

15 Gareth Anscombe, 14 Alex Cuthbert, 13 George North, 12 Jamie Roberts, 11 Liam Williams , 10 Dan Biggar, 9 Gareth Davies, 8 Taulupe Faletau, 7 Justin Tipuric, 6 Sam Warburton (c), 5 Alun Wyn Jones, 4 Luke Charteris, 3 Samson Lee, 2 Scott Baldwin, 1 Paul James.

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Aaron Jarvis, 18 Tom Francis, 19 Jake Ball, 20 Ross Moriarty, 21 Lloyd Williams, 22 Rhys Priestland, 23 James Hook.

Clube P J V E D 4+ -7 PP PC SP
Grupo A
Austrália 17 4 4 0 0 1 0 141 35 106
Gales 13 4 3 0 1 1 0 111 67 44
Inglaterra 11 4 2 0 2 2 1 133 75 58
Fiji 5 4 1 0 3 1 0 84 101 -17
Uruguai 0 4 0 0 4 0 0 30 226 -196
Grupo B
África do Sul 16 4 3 0 1 3 1 176 56 120
Escócia 14 4 3 0 1 2 0 142 139 3
Japão 12 4 3 0 1 0 0 98 100 -2
Samoa 6 4 1 0 3 1 1 69 124 -55
Estados Unidos 0 4 0 0 4 0 0 50 156 -106
Grupo C
Nova Zelândia 19 4 4 0 0 3 0 174 49 125
Argentina 15 4 3 0 1 3 0 179 70 109
Geórgia 8 4 2 0 2 0 0 53 122 -69
Tonga 6 4 1 0 3 1 1 70 130 -60
Namíbia 1 4 0 0 4 0 1 70 174 -104
Grupo D
Irlanda 18 4 4 0 0 2 0 135 35 100
França 14 4 3 0 1 2 0 117 64 53
Itália 10 4 2 0 2 1 1 74 88 -14
Romênia 4 4 1 0 3 0 0 60 126 -66
Canadá 2 4 0 0 4 0 2 58 141 -83

Comentários