Nova Zelândia voa sobre Tonga em forte segundo tempo

ARTIGO COM VÍDEO – All Blacks e ‘Ikale Tahi colidiram em Newcastle, no extremo norte inglês, em partida que valia a primeira posição do Grupo B para a Nova Zelândia e a classificação antecipada à Copa do Mundo de 2019 para Tonga. A Nova Zelândia começou o jogo lenta e sem inspiração, mas atropelou no segundo tempo e terminou a primeira fase com missão cumprida. 47 x 9.

 

A Nova Zelândia não iniciou a partida com a intensidade esperada e o jogo começou travado, com a força do pack de Tonga dificultando os All Blacks, sobretudo nos rucks e na transição da bola para a linha. Foi somente aos 12′, que os All Blacks mostraram a inventividade e qualidade técnica que deles se espera, trocando passes rápidos em espaço curto no lado cego do rucks, após roubarem lateral. O desfecho foi Conrad Smith servindo Ben Smith, que achou o espaço e mergulhou para o try dos Homens de Preto.

 

Os neozelandeses seguiram sem conseguir impor seu jogo e Tonga começou a gostar do jogando, ganhando um penal para Morath mexer no marcador, 7 x 3. Tonga chegou a ter seus bons momentos e a pressionar os neozelandeses, mas, aos 31′, Aaron Smith, enfim, conseguiu acelerar o jogo e encontrou Tony Woodcock, que rompeu para o segundo try dos All Blacks, aliviando a pressão. Contudo, os minutos antes do intervalo foram favoráveis aos vermelhos, com Tonga emplacando maul avassalador aos 38′ que resultou em penal e cartão amarelo para Kieran Read. Os ‘Ikale Tahi pediram scrum e se mostraram superiores aos neozelandeses, que formaram com apenas sete homens. O scrum colapsou duas vezes e o árbitro John Lacey não deu penal try, com Tonga optando sempre por refazer o scrum. Na terceira tentativa, os tonganeses saíram jogando e Kalamafoni caiu para o try, mas Lacey pediu o TMO e o resultado foi inconclusivo, colocando fim ao primeiro tempo. 14 x 3 para a Nova Zelândia.

 

Tonga começou melhor a segunda etapa, trocando passes com muita qualidade logo no início e, aos 47′, ganharam um penal após 19 fases. Morath reduziu o marcador e parecia esboçar a reação vermelha.

 

A resposta saiu logo, aos 52′, com pressão no pack e bola aberta com velocidade até encontrar Milner-Skudder, que cruzou o in-goal para o terceiro try dos All Blacks. Morath ainda reduziu na sequência com mais um penal para os tonganeses, mas Milner-Skudder chegou ao quarto try no minuto posterior, apanhando inteligente chute de Beauden Barrett.

 

O quarto try fez os All Blacks despertarem de vez e a porte se abriu. Um dos times mais veteranos da Copa, Tonga foi incapaz de manter sua defesa forte como no começo da peleja e, aos 65′, Aaron Smith desferiu um passe para trás na negativa genial para Sonny Bill Williams finalizar mais um try neozelandês. SBW elevou a intensidade do jogo dos Homens de Preto e, aos 69′, foi a vez de Sam Cane cravar mais um try para os neozelandeses, saindo de scrum, com Aaron Smith atraindo a marcação sem a bola.

 

No fim, Ma’a Nonu ainda fez o último try dos All Blacks, em contra-ataque. 47 x 9, números finais e triunfo dos kiwis, como esperado, apesar dos percalços. Com a vitória, a Nova Zelândia o Grupo A no primeiro lugar, ao passo que Tonga terminou no quarto lugar e grupo e terá que disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. O resultado, por tabela, também assegurou também a Argentina em segundo lugar.

 

all blacks(8)47versus(14)09tonga copy

Nova Zelândia 47 x 9 Tonga, em Newcastle

Árbitro: John Lacey (Irlanda)

Assistentes: JP Doyle (Irlanda) e Marius Mitrea (Itália) / TMO: Graham Hughes (Inglaterra)

 

Nova Zelândia

Tries: Milner-Skudder (2), Ben Smith, Woodcock, SB Williams, Cane e Nonu

Conversões: Carter (6)

15 Ben Smith, 14 Nehe Milner-Skudder, 13 Conrad Smith, 12 Ma’a Nonu, 11 Waisake Naholo, 10 Daniel Carter, 9 Aaron Smith, 8 Kieran Read (c), 7 Sam Cane, 6 Jerome Kaino, 5 Sam Whitelock, 4 Luke Romano, 3 Owen Franks, 2 Dane Coles, 1 Tony Woodcock.

Suplentes: 16 Keven Mealamu, 17 Wyatt Crockett, 18 Ben Franks, 19 Brodie Retallick, 20 Liam Messam, 21 Tawera Kerr-Barlow, 22 Beauden Barrett, 23 Sonny Bill Williams.

 

Tonga

Penais: Morath (3)

15 Vungakoto Lilo, 14 Telusa Veainu, 13 Siale Piutau, 12 Latiume Fosita, 11 Fetu’u Vainikolo, 10 Kurt Morath, 9 Sonatane Takulua, 8 Viliami Ma’afu, 7 Nili Latu (c), 6 Sione Kalamafoni, 5 Joseph Tuineau, 4 Tukulua Lokotui, 3 Halani Aulika, 2 Elvis Taione, 1 Soane Tonga’uiha.

Suplentes: 16 Paula Ngauamo, 17 Sona Taumalolo, 18 Sila Puafisi, 19 Steve Mafi, 20 Jack Ram, 21 Samisoni Fisilau, 22 Viliami Tahitua, 23 Will Helu.

 

 

Clube P J V E D 4+ -7 PP PC SP
Grupo A
Austrália 17 4 4 0 0 1 0 141 35 106
Gales 13 4 3 0 1 1 0 111 67 44
Inglaterra 11 4 2 0 2 2 1 133 75 58
Fiji 5 4 1 0 3 1 0 84 101 -17
Uruguai 0 4 0 0 4 0 0 30 226 -196
Grupo B
África do Sul 16 4 3 0 1 3 1 176 56 120
Escócia 14 4 3 0 1 2 0 142 139 3
Japão 12 4 3 0 1 0 0 98 100 -2
Samoa 6 4 1 0 3 1 1 69 124 -55
Estados Unidos 0 4 0 0 4 0 0 50 156 -106
Grupo C
Nova Zelândia 19 4 4 0 0 3 0 174 49 125
Argentina 15 4 3 0 1 3 0 179 70 109
Geórgia 8 4 2 0 2 0 0 53 122 -69
Tonga 6 4 1 0 3 1 1 70 130 -60
Namíbia 1 4 0 0 4 0 1 70 174 -104
Grupo D
Irlanda 18 4 4 0 0 2 0 135 35 100
França 14 4 3 0 1 2 0 117 64 53
Itália 10 4 2 0 2 1 1 74 88 -14
Romênia 4 4 1 0 3 0 0 60 126 -66
Canadá 2 4 0 0 4 0 2 58 141 -83

Comentários