Por dentro da Copa: Milton Keynes, a cidade moderna

População: 230.000

Estádio: Stadium MK

Capacidade: 30.700

Principais times de rugby: Milton Keynes RUFC (Southern Counties North – 7ª divisão)

Jogos na Copa do Mundo:

01/10 – França x Canadá

03/10 – Samoa x Japão

06/10 – Fiji x Uruguai

 

Uma cidade diferente. Enquanto todos os palcos da Copa do Mundo podem contar suas histórias em séculos, Milton Keynes foi criada em 1967. Criada, pois esta é uma cidade planejada, erguida de acordo com preceitos modernos de urbanismo com o intuito de relocar populações empobrecidas que foram destituídas de suas propriedades após os bombardeios da Segunda Guerra Mundial. De todas as cidades construídas, Milton Keynes foi uma das últimas, mas a maior, chegando a mais de 200.000 habitantes. A cidade está a somente 72 km a norte de Londres e foi protagonista de um dos mais polêmicos movimentos do esporte inglês. Jovem, Milton Keynes se tornou uma cidade sem equipes esportivas profissionais e tinha como seu principal esporte o hóquei sobre a grama, por contar com o Estádio Nacional da modalidade. Em 2004, no entanto, um consórcio local apostou em trazer uma equipe profissional da cidade e adquiriu o tradicional Wimbledon, de Londres, que passava por dificuldades financeiras. A relocação do clube para o Estádio de Hóquei gerou a ira dos torcedores do clube, que romperam com a equipe e fundaram um novo clube nas divisões inferiores do futebol inglês, o AFC Wimbledon. Já o velho Wimbledon mudou de nome para MK Dons e ganhou casa nova, o Stadium MK, erguido em 2007.

 

O moderno estádio virou uma opção para clubes de rugby da região mandarem partidas em uma arena maior, com mais de 30 mil lugares. Milton Keynes virou nos últimos anos a segunda casa do Northampton Saints, que passou a mandar alguns jogos importantes na cidade, aproveitando a distância de apenas 25 km. E qual o apelido do estádio? Cowshed, o “Estábulo”, em alusão às famosas Vacas de Concreto, estátuas de vacas que fazem a fama da cidade.

 

Para saber mais sobre as demais sedes da Copa do Mundo, clique aqui.

Comentários