Por dentro da Copa: Newcastle, a terra do Golden Boy

População: 774.800

Estádio: St. James’ Park

Capacidade: 52.400

Principais times de rugby: Newcastle Falcons (Premiership)

Jogos na Copa do Mundo:

03/10 – África do Sul x Escócia;

09/10 – Nova Zelândia x Tonga;

10/10 – Samoa x Escócia

 

A rocha do norte, a mais importante cidade do extremo norte da Inglaterra e sétima maior região metropolitana do Reino Unido, Newcastle foi um dos principais centros da Revolução Industrial no século XIX e uma importante saída para o Mar do Norte. De cidade industrial no passado, Newcastle se tornou no século XXI a primeira cidade “Carbono Zero” do Reino Unido.

 

Ao contrário do restante do Norte da Inglaterra, onde o rugby league tem grande popularidade, Newcastle é o histórico bastião do rugby union na região e seu clube, o Newcastle Falcons, é o quarto maior campeão da Copa da Inglaterra (Copa Anglo-Galesa), com quatro conquistas, além de ser um dos únicos clubes a já ter levantado a taça da Premiership, conquistando-a uma vez, em 1998, um ano após adotar seu nome atual. Antes, o time de Newcastle era conhecido como Gosforth RFC, em alusão a seu bairro de origem, mas sua identidade foi completamente alterada em 1997, quando o time profissional foi comprado pelo empresário local Sir John Hall, dono também do tradicional Newcastle United, clube de futebol da cidade. Hall tinha como projeto aproximar as equipes esportivas da cidade e, para isso, trocou o nome e as cores da equipes de rugby, que passou de verde e branca para preto e branca, as mesmas cores do Newcastle United.

 

O período de ouro do Newcastle Falcons foi ilustrado também pela revelação do abertura Jonny Wilkinson, que assumiu a camisa 10 da equipe em 1998 e, nos anos seguintes, se tornou talvez o melhor de sua posição no mundo em todos os tempos.

 

A casa do Newcastle Falcons, o Kingston Park, não será usado na Copa do Mundo de 2015, pois em seu lugar a cidade terá como sede a panela de pressão de St. James Park, icônico estádio do Newcastle United, com 52 mil lugares. Construído em 1892, mas renovado e ampliado em 2000, receberá o rugby union pela primeira vez em sua história.

 

Para saber mais sobre as demais sedes da Copa do Mundo, clique aqui.

Comentários