Que clube terá mais atletas na Copa do Mundo?

Se você chutou o estrelado Toulon ou algum outro clube francês, errou. Com o encerramento do prazo de inscrição de atletas para a Copa do Mundo, todas as seleções já revelaram suas listas e o clube com maior número de jogadores foi o Glasgow Warriors, da Escócia, atual campeão do PRO12, com nada menos que 20 nomes (16 na seleção escocesa). A campanha histórica do time da maior cidade escocesa na temporada passada rendeu frutos e o primeiro lugar no ranking de clubes da Copa não é acaso.

 

Porém, outra equipe também terá 20 nomes no Mundial, no mínimo. O problema é que ela ainda não entrou em campo e não tem nome. A nova franquia argentina do Super Rugby tem 20 jogadores da seleção argentina já contratados para 2016, além de estar negociando com outro atletas que no momento aparecem como sem clube. São os casos de Leguizamón, Senatore, Hernández e Amorosino que, caso já tivessem fechado com a franquia, aumentariam para 24 o número de seus jogadores no Mundial. O mesmo não se pode dizer sobre a possível futura franquia japonesa do Super Rugby, que ainda não anunciou nenhum jogador, mas que poderia tranquilamente superar a marca dos 20 atletas no Mundial.

 

Depois do Glasgow aparece outro time do PRO12, o Leinster, da Irlanda, com 17, seguido pelo Toulon, que se firmou como a equipe do Top 14 com mais atletas, como esperado. Com os mesmos 16 jogadores do Toulon aparece o Saracens, o clube da Premiership inglesa com mais jogadores no Mundial. Já a equipe de Super Rugby com mais representantes é o Waratahs, que cedeu 10 jogadores, ocupando o 10º lugar – surpreendentemente com o mesmo número do humilde Newcastle Falcons da Inglaterra, terceiro clube da Premiership com mais jogadores

 

No ranking das ligas com mais atletas, o PRO12 vence, com 107 jogadores com contratos nos doze times da liga (de Irlanda, Gales, Escócia e Itália) no momento, seguido pelo Super Rugby e pela Premiership inglesa, que tem um jogador a mais até o momento que o Top 14 francês. Top League japonesa e a Pro D2 (segunda divisão profissional da França) completam o quadro das ligas mais fortes. Quando a franquia japonesa do Super Rugby anunciar seus atletas contratados possivelmente o Super Rugby ultrapassará o PRO12 no ranking, mas no momento da convocação é a Liga Ítalo-Celta a líder do ranking.

 

Ligas (temporada 2015-16)*

Ligas com atletas profissionais de seus países e estrangeiros

PRO12 (Liga de Irlanda, Gales, Escócia e Itália) – 107 atletas

Super Rugby (Liga de África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Argentina e Japão**) – 100 atletas

Premiership (Campeão Inglês) – 89 atletas

Top 14 (Campeonato Francês) – 88 atletas

Top League  (Campeonato Japonês) – 33 atletas

Pro D2 (Campeonato Francês – 2ª divisão) – 31 atletas

Superliga Romena (Campeonato Romeno) – 26 atletas

RFU Championship (Campeonato Inglês – 2ª divisão) – 13 atletas

Fédérale 1 (Campeonato Francês – 3ª divisão) – 10 atletas

Currie Cup (Campeonato Sul-Africano) – 3 atletas

Super Liga Russa – 1 atleta

NRC (Campeonato Australiano) – 1 atleta

National League 1 (Campeonato Inglês – 3ª divisão) – 1 atleta

Serie A (Campeonato Italiano – 2ª divisão) – 1 atleta

 

Ligas apenas com atletas que atuam o próprio país

Campeonato Uruguaio – 26 atletas

CRC (Campeonato Canadense) – 18 atletas (incluindo atletas com contrato na seleção de sevens)

Ligas regionais dos Estados Unidos – 13 atletas + 5 atletas exclusivos da seleção de sevens

Campeonato da Namibiano – 12 atletas

Campeonato Georgiano – 11 atletas

Campeonato Samoano – 3 atletas

Campeonato Fijiano – 2 atletas

Campeonato Japonês Universitário – 2 atletas

Campeonato Tonganês – 1 atleta

 

Jogadores amadores em clubes estrangeiros
Varsity Cup (Campeonato Sul-Africano Universitário) – 4 atletas

Clubes amadores da Nova Zelândia – 2 atletas

URBA Top 14 (Campeonato de Buenos Aires) – 1 atleta

Clubes amadores da África do Sul – 1 atleta

 

*Incluindo atletas já contratados pela franquia argentina do Super Rugby e excluindo atletas sem clube ou que se aposentarão após a Copa do Mundo
**Franquia japonesa do Super Rugby ainda não anunciou seus atletas

 

Clubes (Top 20)

1 – Glasgow Warriors – Escócia – PRO12 – 20 atletas

Argentina Super Rugby 2016 – 20 atletas

2 – Leinster – Irlanda – PRO12 – 17 atletas

3 – Toulon – França – Top 14 – 16 atletas

Saracens – Inglaterra – Premiership – 16 atletas

5 – Bath – Inglaterra – Premiership – 12 atletas

Ospreys – Gales  PRO12 – 12 atletas

7 – Clermont – França – Top 14 – 11 atletas

Racing – França – Top 14 – 11 atletas

Stade Français – Top 14 – 11 atletas

10 – Newcastle Falcons – Inglaterra – Premiership – 10 atletas

Waratahs – Austrália – Super Rugby – 10 atletas

12 – Edinburgh – Escócia – PRO12 – 9 atletas

Leicester Tigers – Inglaterra – Premiership – 9 atletas

Timisoara Saracens – Romênia – 9 atletas

Zebre – Itália – PRO12 – 9 atletas

16 – Benetton Treviso – Itália – PRO12 – 8 atletas

Brumbies – Austrália – Super Rugby – 8 atletas

Cardiff Blues – Gales – PRO12 – 8 atletas

Crusaders – Nova Zelândia – Super Rugby  8 atletas

Ulster – Irlanda – PRO12 – 8 atletas

 

 
Agradecimento a Carlos Bernardo, brasileiro que mora em Clermont, na França, pela sugestão.
 

 

Comentários