Quem foram os melhores da Copa do Mundo até aqui?

A Copa do Mundo terá uma pausa agora. Com o fim da fase de grupos, os jogos de meio de semana acabaram e as partidas do mata-mata ocorrerão nos três próximos sábados e domingos. Com todos os times tendo jogado o mesmo número de partidas, é hora de vermos as estatísticas do Mundial!
Quem foi melhor? Quem foi pior?

 

Seleções

Melhores ataques:

1 – Argentina – 179 pontos

2 – África do Sul – 176 pontos marcados

3 – Nova Zelândia – 174 pontos marcados

 

Piores ataques:

1 – Uruguai – 30 pontos marcados

2 – Estados Unidos – 50 pontos marcados

3 – Canadá – 58 pontos marcados

 

Melhores defesas:

1 – Austrália e Irlanda – 35 pontos sofridos

3 – Nova Zelândia – 49 pontos sofridos

 

Piores defesas:

1 – Uruguai – 226 pontos sofridos

2 – Namíbia – 174 pontos sofridos

3 – Estados Unidos- 156 pontos sofridos

 

Melhores saldos de pontos:

1 – Nova Zelândia – +125 pontos

2 – África do Sul – +120 pontos

3 – Argentina – +109 pontos

 

Piores saldos de pontos:

1 – Uruguai – -196 pontos

2 – Estados Unidos – -106 pontos

3 – Namíbia – -104 pontos

 

Mais tries marcados:

1 – Nova Zelândia – 25 tries

2 – África do Sul – 23 tries

3 – Argentina – 22 tries

 

Menos tries marcados:

1 – Uruguai – 2 tries

2 – Estados Unidos e Geórgia – 5 tries

 

Mais chutes de penalidade convertidos:

1 – Escócia – 14 penais convertidos

2 – Japão – 13 penais convertidos

3 – Austrália, França e Gales – 12 penais convertidos

 

Menos chutes de penalidade convertidos:

1 – Canadá, Nova Zelândia e Romênia – 5 penais convertidos

 

Mais drop goals marcados:

1 – África do Sul, Argentina e Inglaterra – 1 drop goal

 

Mais cartões amarelos recebidos:

1 – Namíbia – 6 cartões amarelos

2 – Austrália e Romênia – 4 cartões amarelos

 

Mais cartões vermelhos recebidos:

1 – Uruguai – 1 cartão vermelho

 

Menos cartões amarelos recebidos:

1 – França e Itália – não receberam cartões

2 – Estados Unidos, Gales, Inglaterra, Japão e Tonga – 1 cartão amarelo

 

Mais arremessos laterais roubados:

1 – Irlanda – 10

2 – Austrália e Inglaterra – 7

 

Mais scrums roubados:

1 – Fiji – 10

2 – França – 7

3 – Austrália e Tonga – 6

 

Mais turnovers ganhos:

1 – Fiji – 41

2 – Gales – 38

3 – Geórgia – 36

 

Tackles efetuados com sucesso:

1 – Escócia – 585

2 – Itália – 569

3 – Samoa – 527

 

Mais metros ganhos:

1 – Argentina – 2687

2 – Nova Zelândia – 2345

3 – Irlanda – 2116

 

Atletas

Mais pontos marcados:

1 – Greig Laidlaw (Escócia) – 60 pontos

2 – Ayumu Goromaru (Japão) – 58 pontos

3 – Bernard Foley (Austrália) – 56 pontos

 

Mais tries marcados:

1 – Bryan Habana (África do Sul) e Julian Savea (Nova Zelândia) – 5 tries

3 – DTH van der Merwe (Canadá), Gareth Davies (Gales), JP Pietersen (África do Sul) e Nehe Milner-Skudder (Nova Zelândia) – 4 tries

 

Mais penais chutados com sucesso:

1 – Ayumu Goromaru (Japão) – 13

2 – Bernard Foley (Austrália) e Dan Biggar (Gales) – 12

 

Mais drop goals chutados com sucesso:

1 – Handré Pollard (África do Sul), Nicolás Sánchez (Argentina) e Owen Farrell (Inglaterra) – 1

 

Mais assistências para tries:

1 – Fourie du Preez (África do Sul) – 6

2 – Greig Laidlaw (Escócia) – 5

3 – Edoardo Gori (Itália) e Martin Landajo (Argentina) – 4

 

Mais metros corridos:

1 – DTH van der Merwe (Canadá) – 389

2 – Telusa Veainu (Tonga) – 351

3 – Mike Brown (Inglaterra) – 331

 

Mais laterais roubados:

1 – Dean Mumm (Austrália) – 4

2 – Kieran Read (Nova Zelândia), Geoff Parling (Inglaterra) e Peter O’Mahony (Irlanda) – 3

 

Mais tackles dados com sucesso:

1 – Franceso Minto (Itália) e Michael Leitch (Japão) – 51

2 – Santiago Vilaseca (Uruguai), Lod de Jager (África do Sul) e Torsten van Jaarsveld (Namíbia) – 50

 

Mais turnovers ganhos:

1 – Mamuka Gorgodze (Geórgia) – 11

2 – Kieran Read (Nova Zelândia) – 10

3 – Telusa Veainu (Tonga) – 9

 

Mais linhas quebradas:

1 – Anthony Watson (Inglaterra) – 11

2 – Mike Brown (Inglaterra), Bryan Habana (África do Sul), Juan Imhoff (Argentina), Ben Smith (Nova Zelândia), Telusa Veainu (Tonga) e Nehe Milner-Skudder (Nova Zelândia) – 8

 

Mais corridas com metros ganhos:

1 – Michael Leitch (Japão) – 36

2 – Sean O’Brien (Irlanda) – 29

3 – Ciaran Hearn (Canadá) – 27

 

Mais offloads dados:

1 – Mamuka Gorgodze (Geórgia) e Leone Nakarawa (Fiji) – 8

3 – Sonny Bill Williams (Nova Zelândia) – 7

 

Mais cartões recebidos:

1 – Campese Ma’afu (Fiji) – 2 cartões amarelos

Comentários