Curitiba vence Niterói fora de casa e segue na luta pela liderança do Super 8

ARTIGO ATUALIZADO – Niterói e Curitiba se enfrentaram no último sábado pela 4ª rodada do Super 8, com Cachoeiras de Macacu, cidade que fica a menos de 100 km de distância do Rio de Janeiro, recebendo a disputa. Os Touros levaram a melhor, dominaram a partida do início ao fim e voltaram para casa com uma vitória bonificada na bagagem: 53 x 06. O oitavo curitibano Franco, enfrentaria pela primeira vez seu ex-clube, no qual atuou em 2015, alcançando o acesso ao Super 08 com o título da Taça Tupi. Mas o Niterói não conseguiu manter as boas atuações que vinha apresentando e derrotado, terminou a rodada na penúltima colocação, igualado em pontos com Farrapos, Pasteur e Band Saracens.

 

Com início às 13:30, a partida tinha tudo para ser equilibrada e o preparo físico decidir na etapa final, mas o Curitiba soube se impor. Aos 10 minutos da etapa inicial, os Touros haviam aberto 06 pontos de vantagem no placar, com duas ótimas conversões de penais executadas por “Chicho”. Não demorou muito para que os forwards curitibanos emendassem uma boa sequência de fases e deixasse espaço para que os backs atuassem. Yan fez o primeiro try da partida aos 20 minutos, convertido por “Chicho”. 5 minutos depois, mostrando entrosamento entre “Mau Mau”, “Cabelo” e “Mussa”, os backs fizeram um ótimo trabalho de avanço e manutenção da posse de bola para que Yan fizesse mais um try. Segundo dele no jogo, segundo do Curitiba e o placar marcava 20×00 para os visitantes. Com 30 minutos de jogo Os touros voltaram a visitar o in-goal adversário, após cobrança de penal na linha de 5 metros e avanço em pick and go de Felipe Tissot, apoiando a bola. Na sequência, “Chicho” converteu e o jogo estava 27×00 para o Curitiba. Ainda aos 31, o Niterói se viu obrigado a jogar 10 minutos sem o fullback Robledo, que recebeu cartão amarelo de Henrique Platais.

 

Com um a menos, o Niterói fez seus primeiros três pontos pontos na partida aos 35 minutos, em penalidade convertida por “Fantasia”, centro Nikity. O Niterói foi para cima, mas Michael Ilha, asa dos touros, interceptou um passe e correu para anotar mais um try, este que já garantia o ponto bônus para sua equipe. “Chicho” converteu novamente, 34×03 para os touros. O primeiro tempo ainda teve mais três pontos do Nikity, com outro penal convertido por “Fantasia”. Final da primeira etapa, Niterói 06 x 34 Curitiba.

 

A segunda etapa se iniciou do mesmo modo a que primeira ocorreu, com o Curitiba controlando as ações de jogo tantos nos forwards quanto nos backs. Embora a equipe Nikiti tivesse apresentado força nas formações de scrum, os touros dominavam as formações fixas incluindo as jogadas de line-out. Aos 7 minutos, os touros avançaram até o in-goal adversário após scrum na linha de 5 metros de ataque. Franco apoiou a bola anotando o try, “Chicho” em mais uma conversão deixou o marcador em 41×06 para os visitantes. Os Touros queriam aproveitar o embalo e Gabriel Domingues marcou outro try para os visitantes aos 22, no cantinho, sob pressão de Robledo. Os Touros ainda tinham gás para mais um try do centro Yan, anotando seu hat-trick na partida e contando com a conversão de “Mau Mau” dando números finais a partida. Niterói 06 x 53 Curitiba.

 

A excelente vitória fora de casa deu ânimo ao Curitiba (PR) para enfrentar o SPAC (SP) na próxima rodada sob seus domínios no próximo sábado (27). O Niterói (RJ) precisa se recuperar e corrigir as falhas para visitar o Pasteur (SP) também no sábado (27), em importante duelo entre as equipes que possuem os mesmos 06 pontos.

 

Placar final: Niterói 06 x 53 Curitiba

 

Niterói

Penal: “Fantasia” (2)

 

Curitiba

Try: Yan (3) Franco “Careca”, Gabriel “Cabelo” Domingues, Felipe Tissot e Michael “Ilha”.

Penal: “Chicho” (2)

 

Clube Cidade (UF) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
Desterro Florianópolis (SC) 62 14 13 0 1 10 0 437 198 239
Curitiba Curitiba (PR) 49 14 10 0 4 7 2 374 246 128
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 7 1 412 288 124
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 33 14 6 0 8 4 5 329 287 42
Pasteur São Paulo (SP) 29 14 5 0 9 2 7 210 227 -17
SPAC São Paulo (SP) 23 14 5 0 9 2 1 230 437 -207
Niterói Niterói (RJ) 22 14 4 0 10 3 3 279 451 -172
Band Saracens São Paulo (SP) 21 14 3 0 11 3 6 300 437 -137

Vitória = 4 pontos;
Empate = 2 pontos;
Derrota = 0 pontos;
Fazer 4 ou mais tries = 1 pontos extra;
Derrota por 7 ou menos pontos de diferença = 1 ponto extra;

– Dois primeiros colocados = classificação à final

 

Texto: Jean Bettega

Foto: Susi Seitz

Comentários