Doping no Racing campeão?

A semana foi de bomba no rugby francês, com a revelação de que três dos mais renomados atletas do Racing, campeão do Top 14, Dan Carter, Joe Rokocoko e Juan Imhoff, apresentaram em seus exames de urina para o anti-doping traços de corticoides, presentes em muitos anti-inflamatórios. A notícia foi dada pelo jornal francês L’Équipe.

 

Porém, após as revelações, o Racing publicou nota afirmando que os atletas usaram de fato usaram a substância, mas fora do período de competição, o que não requer permissão para uso e não é ilegal. Em período de competição, corticoides podem ser usados apenas com mediante uma liberação oficial para uso terapêutico.

 

As investigações agora seguem, mas quem já se pronunciou foi Mourad Boudjelal, presidente do Toulon, clube derrotado pelo Racing na final do Top 14. Casa comprovado o doping, Boudjelal já avisou que irá reivindicar o título francês para seu clube, já que as irregularidades se deram na temporada passada.

 

Enquanto isso, nos All Blacks…

A outra polêmica da semana ficou por conta de Aaron Smith, scrum-half dos All Blacks, que foi suspenso pelo próprio técnico Steve Hansen da última partida pelo Rugby Championship. Smith foi pego no aeroporto fazendo sexo com uma mulher e seu comportamento foi considerado pela comissão técnica incompatível com a camisa dos All Blacks. Smith foi a público se desculpar com o time, os fãs, com sua namorada e com sua família. Ainda não é certo quando o camisa 9 retornará ao time.

Comentários