Dragons e Storm se erguem na NRL enquanto State of Origin ganha forma

ARTIGO COM VÍDEOS – Uma rodada grande às vésperas do State of Origin no rugby league australiano. A NRL fechou sua 10ª rodada com incríveis quatro líderes: Melbourne Storm, St. George Illawarra Dragons, Brisbane Broncos e North Queensland Cowboys dividem a liderança no momento, todos com 14 pontos ganhos (7 vitórias e 3 derrotas).

 

Nova Gales do Sul e Queensland escalados para o State of Origin

Antes de falar da rodada do fim de semana, a notícia desta terça-feira é o anúncio dos elencos de Queensland e Nova Gales do Sul para a disputa do primeiro jogo do State of Origin, a série de três partidas anuais entre as seleções dos dois principais estados para o rugby league australiano, considerado o maior evento do esporte do país. A primeira partida ocorre no dia 27 de maio, quarta-feira, em Sydney, casa de Nova Gales do Sul, atual campeã, e os atletas convocados não disputarão os jogos da próxima rodada da NRL, que acontece nesse fim de semana. Apenas Sharks, Raiders e Panthers não tiveram atletas convocados. Nova Gales do Sul não contará com seu capitão Paul Gallen lesionado, enquanto Queensland não terá Greg Bird, suspenso pelo resto da temporada. Os elencos são os seguintes:

 

Nova Gales do Sul: 1 Josh Dugan (Dragons), 2 Daniel Tupou (Roosters), 3 Michael Jennings (Roosters), 4 Josh Morris (Bulldogs), 5 Will Hopoate (Eels), 6 Mitchell Pearce (Roosters), 7 Trent Hodkinson (Bulldogs), 8 Aaron Woods (Wests Tigers), 9 Robbie Farah (c) (Wests Tigers), 10 James Tamou (Cowboys), 11 Ryan Hoffman (Warriors), 12 Beau Scott (Knights), 13 Josh Jackson (Bulldogs)

Interchange: 14 Boyd Cordner (Roosters), 15 Trent Merrin (Dragons), 16 Andrew Fifita (Sharks), 17 David Klemmer (Raiders), 18 Tyson Frizell (Dragons). Técnico: Laurie Delay.
 

Queensland: 1 Billy Slater (Storm), 2 Darius Boyd (Broncos), 3 Greg Inglis (Rabbitohs), 4 Justin Hodges (Broncos), 5 Will Chambers (Storm), 6 Johnathan Thurston (Cowboys), 7 Cooper Cronk (Storm), 8 Matt Scott (Cowboys), 9 Cameron Smith (c)  (Storm), 10 Nate Myles  (Titans), 11 Aidan Guerra (Roosters), 12 Sam Thaiday (Broncos), 13 Corey Parker (Broncos).

Interchange: 14 Daly Cherry-Evans (Sea Eagles), 15 Josh McGuire (Broncos), 16 Matt Gillett (Broncos), 17 Jacob Lillyman (Warriors). Técnico: Mal Meninga.

 

Vamos à 10ª rodada! São quatro líderes

A rodada teve início com um líder isolado: o Broncos, que entrou em campo em Townsville contra o Cowboys pelo clássico de Queensland. E o início da rodada se provou quente, com os Cowboys derrubando os líderes em um jogão de 31 x 20, com a torcida do norte tropical indo ao delírio pelo hat-trick de Michael Morgan, implacável. Brisbane começou melhor com 2 tries em menos de 20 minutos, mas Michael Morgan deu início à reação de North Queensland, e os tries de Lowe e Cooper viraram o jogo para os Cowboys. Os Broncos, no entanto, reagiram aos 50′ com try de Maranta e foi somente nos 10 minutos finais que os Cowboys fecharam a conta justamente com dois tries vencedores de Morgan, deixando o time de Townsville como um dos ponteiros da liga.

Em outro jogo crucial pela parte de cima da tabela, o Melbourne Storm recebe o South Sydney Rabbitohs e assumiu a primeira colocação – na frente de todos pelo saldo de pontos – vencendo o atual campeão por 16 x 12. Os craques do Storm voltaram a jogar bem, já de olho no State of Origin, com Billy Slater, Cooper Cronk, Cameron Smith e Will Chambers mostrando muita qualidade. E foi um atropelo inicial de Melbourne, que saiu na frente após os Souths baterem um penal certeiro com Isaac Luke, mas viraram com dois penais de Smith e dois tries, de Jesse Bromwich e Will Chambers antes do intervalo. 14 x 2. Entretanto, o segundo tempo foi dos Rabbitohs, que só não viraram porque a defesa do Storm fechou a porta nos minutos finais. Johnstone e Gray fizeram dois tries para os Coelhos, mas Luke perdeu uma das conversões, e isso custou caro.

O St. George Illawarra Dragons também venceu, mostrando que não é “fogo de palha”. Dono da melhor defesa do momento, os Dragons mostraram ao torcedor em Wollongong que, sim, podem ser campeões. Uma atuação de gala de Benji Marshall e Gareth Widdop conduziu à vitória por 32 x 18 sobre o ascendente e perigoso Canberra Raiders.

Em perseguição aos líderes, o Sydney Roosters se reabilitou da dolorosa série de derrotas que teve e venceu fora de casa o Bulldogs, em clássico de Sydney que afundou o vice-campeão, agora mais perto da colher-de-pau do que da classificação. 24 x 10, em um jogão de Jake Friend e Tuivasa-Sheck, que deram muita dor de cabeça aos azuis e lideraram os Galos rumo à vitória. Sem James Graham por boa parte do jogo, os Bulldogs revelaram uma perigosa dependência do capitão inglês.

Rodada positiva também para o New Zealand Warriors, que conquistou uma importante vitória fora de casa sobre o lanterna Parramatta Eels e se manteve no grupo dos oito melhores. Os neozelandeses não tiveram vida fácil em Sydney e o triunfo veio apenas na prorrogação com o ponto de ouro. Os Warriors somaram dois tries no primeiro tempo, enquanto os Eels foram em branco para o intervalo. Mas, os donos da casa reagiram na segunda etapa, empataram a peleja e a emoção foi completa nos instantes finais. Sem somar pontos no segundo tempo, o Warriors viu sua vitória próxima com drop goal aos 74′ de Townsend. Mas, aos 78′, Kelly respondeu na mesma moeda e levou a partida para o tempo extra. E, mesmo jogando com apenas 15 homens, entre titulares e reservas, os Warriors emergiram vitoriosos com o try de ouro de Bodene Thompson, 17 x 13.

A derrota deixou o Eels na lanterna pelo saldo de pontos. Mas, o Sea Eagles também segue lá embaixo. Jogando em casa, Manly fez um ótimo primeiro tempo contra o Penrith Panthers, abrindo 10 x 4. No segundo tempo, o s Sea Eagles pararam e os Panthers reduziram com try não convertido de Watene-Zelezniak, aos 54′, apertaram com drop goal de Moylan, aos 73′, e viraram com penal do mesmo Moylan, aos 74′. 11 x 10, números finais.

Na prorrogação também foi decidido o emocionante duelo entre Gold Coast Titans e Cronulla Sharks. Outrora saco de pancadas, o Sharks venceu fora de casa com drop goal de Holmes no tempo extra, após empate em 22 x 22 no tempo normal. E, por fim, o Newcastle Knights se recuperou na classificação derrotando o Wests Tigers por 22 x 12, para reencontrar as vitórias após cinco derrotas seguidas. Redman fez o try do triunfo, aos 76′. Alívio tanto em Cronulla como em Newcastle.


Titans, Panthers, Sharks, Dragons, Sea Eagles, Panthers, Storm e Roosters folgarão no próximo fim de semana, véspera de State of Origin, e a 11ª rodada será reduzida, com os seguintes jogos, todos com equipes desfalcadas: Rabbitohs x Eels, Wests Tigers x Cowboys, Raiders x Bulldogs e Knights x Broncos.

 

NRL logo novo da liga copy copy

NRL – Campeonato Australiano de Rugby League

Canterbury Bulldogs 10 x 24 Sydney Roosters, em Sydney

North Queensland Cowboys 31 x 20 Brisbane Broncos, em Townsville

Parramatta Eels 13 x 17 New Zealand Warriors, em Sydney

Gold Coast Titans 22 x 23 Cronulla Sharks, em Gold Coast

Melbourne Storm 16 x 12 South Sydney Rabbitohs, em Melbourne

St. George Illawarra Dragons 32 x 18 Canberra Raiders, em Wollongong

Newcastle Knights 22 x 12 Wests Tigers, em Newcastle

Manly Sea Eagles 10 x 11 Penrith Panthers, em Sydney

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Sydney Roosters Sydney 24 38
Brisbane Broncos Brisbane 24 38
North Queensland Cowboys Townsville 24 36
Melbourne Storm Melbourne 24 30
Canterbury-Bankstown Bulldogs Sydney 24 30
Cronulla-Sutherland Sharks Sydney 24 32
South Sydney Rabbitohs Sydney 24 30
St. George Illawarra Dragons Wollongong e Sydney 24 26
Manly-Warringah Sea Eagles Sydney 24 24
Canberra Raiders Canberra 24 22
Penrith Panthers Sydney 24 20
Parramatta Eels Sydney 24 22
New Zealand Warriors Auckland (Nova Zelândia) 24 22
Gold Coast Titans Gold Coast 24 22
Wests Tigers Sydney 24 20
Newcastle Knights Newcastle 24 20

 

 

Comentários