ARTIGO COM VÍDEOS – O dia de amistosos internacionais começou com jogos de ótima qualidade na Europa. A Itália venceu Fiji, a Escócia fez um jogaço cheio de tries contra Samoa e a Geórgia atropelou o Canadá. Nos jogos menos badalados, a vitória da Holanda sobre a Moldávia deixou os holandeses acima do Brasil no ranking, pela derrota dos Tupis contra a Alemanha. Resumos agora!

 

Itália em alta!

A Itália manteve o ótimo momento de seu rugby de clubes e sua seleção começou bem os amistosos de novembro, derrotando o bom time de Fiji por 19 x 10 na Sicília. Depois de Carlo Canna e Volavola trocarem penais, o primeiro try do primeiro tempo foi italiano e saiu aos 27′, com Ferrari marcando após o scrum italiano atropelar o fijiano. Aos 38′, no entanto, Fiji empatou em com Nakarawa furando a defesa dos Azzurri.

- Continua depois da publicidade -

Mas a Itália soube manejar o segundo tempo, impondo-se fisicamente e arrancando os penais necessários para o triunfo. O trunfo dos Azzurri foi a evolução da defesa, que não deu espaços a Fiji, mantendo o time do Pacífico sem pontuar após o intervalo. 19 x 10, fim de papo.

A Itália receberá a Argentina no dia 18, ao passo que Fiji visitará a Irlanda.

 

italia copy19versus copiar10

Itália 19 x 10 Fiji, em Catania

Árbitro: John Lacey (Irlanda)

Itália

Try: Ferrari

Conversão: Canna (1)

Penais: Canna (3) e McKinley (1)

15 Jayden Hayward, 14 Leonardo Sarto, 13 Tommaso Boni, 12 Tomasso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Carlo Canna, 9 Marcello Violi, 8 Sergio Parisse (c), 7 Abraham Steyn, 6 Francesco Minto, 5 Dean Budd, 4 Marco Fuser, 3 Simone Ferrari, 2 Luca Bigi, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Leonardo Ghiraldini, 17 Federico Zani, 18 Dario Chistolini, 19 Marco Lazzaroni, 20 Giovanni Licara, 21 Edoardo Gori, 22 Ian McKinley, 23 Matteo Minozzi

Fiji

Try: Nakarawa

Conversão: Volavola (1)

Penais: Volavola (1)

15 Kini Murimuriwalu, 14 Joshua Tuisova, 13 Asaeli Tikoroituma, 12 Jale Vatubua, 11 Timoci Nagusa, 10 Ben Volavola, 9 Frank Lomani, 8 Nemani Nagusa, 7 Akapusi Qera (c), 6 Semi Kunatani, 5 Leone Nakarawa, 4 Apisalome Ratuniyarawa, 3 Manasa Saulo, 2 Tuapati Talemaitoga, 1 Campese Ma’afu;

Suplentes: 16 Sunia Koto, 17 Peni Ravai, 18 Ropate Rinakama, 19 Sikeli Nabou, 20 Mosese Voka, 21 Henry Seniloli, 22 Levani Botia, 23 Vereniki Goneva;

 

Tempestade de tries na Escócia

Escócia e Samoa fizeram um jogão cheio de tries em Edimburgo, valendo o preço do ingresso. E o show começou rápido, com Stuart Hogg marcando o primeiro try escocês logo no primeiro minuto, após escapada de Seymour pela ponta usando os pés. O jogo endureceu e o placar foi mexido apenas aos 27′ com Tyrell marcando o primeiro try samoano. A Escócia respondeu rápido com Huw Jones, em bela linha escocesa, e Stuart McInally, em maul após lateral, marcando 2 tries antes do intervalo.

McInally ainda deixou mais um try logo após o intervalo, na mesma receita, abrindo 32 x 10. Mas Samoa cresceu e marcou 2 tries na sequência para entrar de vez no jogo, usando da força do seu pack. A resposta escocesa ao baque foi rápida com Alex Dunbar deixando o try, em 20 minutos finais de alucinar. Samoa deu logo o troco com Fonotia, mas Horne (e a linha escocesa estava voando!). Mas Treviranus aidna cruzou o in-goal para Samoa aos 77′, deixando o jogo em aberto até o fim. virada, contudo, não veio. Escócia 44 x 38.

No dia 18, a Escócia receberá os All Blacks, enquanto Samoa visitará a Romênia.

44versus copiar38

Escócia 44 x 38 Samoa, em Edimburgo

Árbitro: Nic Berry (Austrália)

Escócia

Tries: McInally (2), Hogg, Huw Jones, Dunbar e Horne

Conversões: Russell (3) e Horne (1)

Penais: Russell (2)

15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Huw Jones, 12 Alex Dunbar, 11 Lee Jones, 10 Finn Russell, 9 Ali Price, 8 Ryan Wilson, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Ben Toolis, 3 Willem Nel, 2 Stuart McInally, 1 Darryl Marfo;

Suplentes: 16 George Turner, 17 Jamie Bhatti, 18 Zander Fagerson, 19 Tim Swinson, 20 Cornell Du Preez, 21 Henry Pyrgos, 22 Pete Horne, 23 Chris Harris;

Samoa

Tries: Tyrell, Fa’asalele, Nanai-Williams, Fonotia e Treviranus

Conversões: Nanai-Willams (5)

Penais: Nanai-Williams (1)

15 Ah See Tuala, 14 Paul Perez, 13 Kieron Fonotia, 12 Reynold Lee-Lo, 11 David Lemi, 10 Tim Nanai Williams, 9 Pele Cowley, 8 Jack Lam, 7 TJ Ioane, 6 Piula Fa’Asalele, 5 Chris Vui (c), 4 Josh Tyrell, 3 Donald Brighouse, 2 Manu Leiataua, 1 Jordan Lay;

Suplentes: 16 Motu Matu’u, 17 James Lay, 18 Hisa Sasagi, 19 Fa’Atiga Lemalu, 20 Ofisa Treviranus, 21 Mealani Matavao, 22 Aj Alatimu, 23 Alapati Leiua;

Geórgia afunda Canadá em verdadeiro show

Na Geórgia, os Lelos brilharam em casa contra o Canadá, que se reforçou com seus principais nomes que atuam no rugby europeu, mas sem conseguir fazer frente aos georgianos. 54 x 22, em um jogão de 6 tries a 3 para os Lelos. Destaque para o fullback Matiashvili, que roubou a cena com 2 tries e com a pontaria perfeita. O primeiro try foi dele, depois do ponta Modebadze apanhar lindamente um chutão.

No próximo dia 18, a Geórgia visitará Gales e o Canadá visitará a Espanha.

georgia copy54versus copiar22

Geórgia 54 x 22 Canadá, em Tbilisi

Árbitro: Ben Whitehouse (Gales)

Geórgia

Tries: Matiashvili (2), Nemsadze, Chilachava, Sharikadze e Asieshvili

Conversões: Matiashvili (6)

Penais: Matiashvili (4)

15 Soso Matiashvili, 14 Giorgi Koshadze, 13 Davit Katcharava, 12 Merab Sharikadze (c), 11 Mirian Modebadze, 10 Lasha Khmaladze, 9 Vasil Lobzhanidze, 8 Beka Bitsadze, 7 Vito Kolelishvili, 6 Lasha Lomidze, 5 Giorgi Nemsadze, 4 Kote Mikautadze, 3 Levan Chilachava, 2 Jaba Bregvadze, 1 Mikheil Nariashvili;

Suplentes: 16 Shalva Mamukashvili, 17 Kakha Asieshvili, 18 Soso Bekoshvili, 19 Giorgi Chkhaidze, 20 Giorgi Tkhilaishvili, 21 Giorgi Begadze, 22 Revaz Jintchvelashvili, 23 Giorgi Kveseladze;

Canadá

Tries: Paris, Van der Merwe e Staller

Conversões: Staller (2)

Penais: Staller (1)

15 Andrew Coe, 14 Brock Staller, 13 DTH van der Merwe, 12 Ciaran Hearn, 11 Taylor Paris, 10 Patrick Parfrey, 9 Phil Mack (c), 8 Tyler Ardron, 7 Matt Heaton, 6 Lucas Rumball, 5 Evan Olmstead, 4 Josh Larsen, 3 Jake Ilnicki, 2 Ray Barkwill, 1 Djustice Sears-Duru;

Suplentes: 16 Eric Howard, 17 Anthony Luca, 18 Cole Keith, 19 Kyle Baillie, 20 Conor Keys, 21 Kyle Gilmour, 22 Andrew Ferguson, 23 Guiseppe du Toit;

Holanda comemora subida no Ranking

Foram ainda 4 jogos no sábado válidos pelas divisões da Rugby Eutope. No mais importante, Holanda e Moldávia estrearam no Rugby Europe Trophy 2017-18, o “Six Nations C”, e os holandeses simplesmente atropelaram fora de casa, com avassaladores 59 x 7. Com isso, a Holanda somou pontos suficientes no Ranking para deixar o Brasil para trás. Na segunda-feira será lançado o Ranking novo oficialmente.

Nos jogos menores, Israel passou com tudo pela Bósnia na Conference 1, 44 x 08, ao passo que Chipre liquidou a Áustria na Conference 2 por 42 x 05. E em outro placar elástico, Luxemburgo não tomou conhecimento da Estônia, 64 x 00.

 

rugby europe

Rugby Europe Trophy – 2ª divisão do Campeonato Europeu

Moldávia 07 x 59 Holanda, em Orhei

SeleçãoJogosPontos
Holanda29
Portugal15
Polônia25
República Tcheca24
Suíça24
Moldávia31
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto

- Campeão - classificado à Repescagem de Promoção contra o último colocado do Rugby Europe Championship (1ª divisão);
- Último colocado - Rebaixado à Conference 1 (3ª divisão);

 

Rugby Europe Conference 1 – 3ª divisão do Campeonato Europeu

Grupo Sul

Israel 44 x 08 Bósnia, em Netanya

SeleçãoJogosPontos
Malta210
Israel39
Croácia24
Andorra11
Bósnia-Herzegóvina20
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto

- Campeão do Grupo Sul enfrentará o campeão do Grupo Norte valendo a promoção ao Trophy (2ª divisão);
- Último colocado será rebaixado à Conference 2 (4ª divisão);

 

Rugby Europe Conference 2 – 4ª divisão do Campeonato Europeu

Grupo Sul

Chipre 42 x 05 Áustria, em Paphos

SeleçãoJogosPontos
Chipre210
Eslovênia28
Áustria24
Sérvia21
Eslováquia20
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto

- Campeão será promovido à Conference 1 (3ª divisão);
- O pior último colocado entre os grupos Norte e Sul será rebaixado para a Development Cup (5ª divisão).

 

Grupo Norte

Luxemburgo 64 x 00 Estônia, em Luxemburgo

SeleçãoJogosPontos
Luxemburgo29
Finlândia14
Dinamarca24
Noruega21
Estônia10