Escócia luta, mas Gales vence e segue invicto no Six Nations

Gales e Escócia se encararam em Cardiff pela segunda rodada do Six Nations e produziram um dos melhores jogos aqui no campeonato. A vitória foi galesa, a primeira na temporada, 27 x 23, mantendo a invencibilidade dos Dragões no torneio, enquanto a Escócia lamentou uma segunda derrota apertada.

 

O jogo começou quente, muito movimentando, e logo com um try. Aos 5′, Dan Biggar chutou pro alto e Jamie Roberts ganhou no ar, em lance controverso, com a bola sobrando para a arrancada de Garteh Davies, que voou para o primeiro try galês na partida, convertido por Biggar.

 

A Escócia tem gana por provar sua evolução e deu seu troco na hora. Aos 12′, Laidlaw conduziu com maestria o ataque azul nas 22 e Russell chutou para o in-g0al nas costas da defesa galesa, encontrando Seymour para o try azul. 7 x 7, tudo igual!

 

Gales respondeu crescendo no jogo, enquanto a Escócia sofria com seu lateral. E, apesar do maior domínio territorial e de volume de jogo dos galeses, quem voltou a marcar antes foi o Cardo, com Russell chutando com precisão penal para a Escócia, 10 x 7, virada. Biggar não pensou duas vezes quando quatro minutos mais tarde Gales ganhou seu penal, igualando tudo. Porém, Laidlaw devolveu a frente aos escoceses com novo penal antes da ida aos vestiários, pouco depois de Seymour produzir outra bela arrancada para os visitantes.

 

No segundo tempo, Gales deixou tudo igual novamente aos 47′, com Biggar arrematando novo penal. Aos 55′, no entanto, Laidlaw devolveu a frente aos azuis, que seguiam obstinados pela vitória, mostrando superioridade no breakdown (t16 turnovers a favor, contra 7). Mas, com os laterais funcionando pouco do lado visitante, havia espaço para Gales voltar a crescer. O momento psicológico veio com avassaladora arrancada de Tom James, aos 57′, que lançou os vermelhos ao ataque. E, aos 65′, Gales arrancou um precioso penal, pedindo scrum ao invés de tentar o empate pelos pés. A aposta foi premiada, o scrum funcionou e a bola encontra Jamie Roberts voando na diagonal contrária ao movimento da defesa escocesa para romper para o try da virada galesa. 20 x 16.

 

A Escócia acusou o golpe e Gales não perdoou. Aos 70′, George North investiu em velocidade também na diagonal, pegando toda a defesa escocesa no contra pé para um magnífico e decisivo try. Mas, ninguém deve duvidar da capacidade de superação da Escócia de Vern Cotter, que perseguiu ainda assim a vitória até o fim. Aos 78′, Priestland errou e Jackson serviu Duncan Taylor para outra bonita corrida, dando o terceiro try aos azuis. E alguns segundos de esperanças, antes do tempo regulamentar se esgotar. Fim de jogo, Gales 27 x 23 Escócia no Principality Stadium (ex Millennium Stadium).

 

No fim, a Escócia só teve a lamentar sua baixa performance nos tackles, apenas 79%, contra 92% dos galeses, que ainda dominaram o scrum, estando impecáveis com 9 formações, todas ganhas. Na próxima rodada, Gales recebe a França, no dia 26, enquanto a Escócia visita a Itália no dia 27.

 

gales27versus copiar23escocia logo

Gales 27 x 23 Escócia, em Cardiff

Árbitro: George Clancy (Irlanda)

 

Gales

Tries: Gareth Davies, Roberts e North

Conversões: Biggar (3)

Penais: Biggar (2)

15 Liam Williams, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Jamie Roberts, 11 Tom James, 10 Dan Biggar, 9 Gareth Davies, 8 Taulupe Faletau, 7 Justin Tipuric, 6 Sam Warburton (c), 5 Alun Wyn Jones, 4 Luke Charteris, 3 Samson Lee, 2 Scott Baldwin, 1 Rob Evans

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Gethin Jenkins, 18 Tomas Francis, 19 Bradley Davies, 20 Dan Lydiate, 21 Lloyd Williams, 22 Rhys Priestland, 23 Gareth Anscombe.

 

Escócia

Tries: Seymour e Taylor

Conversões: Laidlaw (1) e Weir (1)

Penais: Laidlaw (3)

15 Stuart Hogg, 14 Sean Maitland, 13 Mark Bennett, 12 Duncan Taylor, 11 Tommy Seymour, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw (c), 8 David Denton, 7 John Hardie, 6 John Barclay, 5 Jonny Gray, 4 Richie Gray, 3 Willem Nel, 2 Ross Ford, 1 Alasdair Dickinson.

Suplentes: 16 Stuart McInally, 17 Gordon Reid, 18 Zander Fagerson, 19 Tim Swinson, 20 Blair Cowan, 21 Sam Hidalgo-Clyne, 22 Duncan Weir, 23 Sean Lamont.

 

Seleção Jogos Pontos
Inglaterra 5 10
Gales 5 7
Irlanda 5 5
Escócia 5 4
França 5 4
Itália 5 0

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

 

Foto: ©INPHO/Morgan Treacy

Comentários