ARTIGO COM VÍDEO – O encerramento da primeira rodada do Americas Rugby Championship aconteceu nesse sábado em Los Angeles, com os Estados Unidos recebendo a Argentina XV, a seleção argentina de desenvolvimento. O jogo é tido por muitos como uma final antecipada e quem festejou foi o time da casa, com vitória inédita por 17 x 10 crucial às pretensões dos Eagles na luta pelo segundo título seguido do campeonato.

Depois que os dois times perderam a primeira troca de penais, os norte-americanos largaram na frente com Magie chutando penal, aproveitando amarelo para o argentino Cappielo, mas que foi prontamente respondido na mesma moeda por González com penal para os sul-americanos, aproveitando cartão amarelo desta vez para Lamositele dos EUA.

Apesar do início superior de jogo, os donos da casa perderam terreno cometendo muitos penais e a Argentina puniu se colocando na frente com try no fim da primeira etapa, com Montagner finalizando após maul. 10 x 03.

O segundo tempo largou com os argentinos tendo um try anulado e com Magie reduzindo a diferença com penal para os EUA. Aos 59′, a maré da partida virou a favor dos donos da casa. Após scrum, os EUA abriram rápida a bola para a linha e depois da fase Lamborn rompeu a defesa argentina brilhantemente para cravar o try da virada. 11 x 10.

- Continua depois da publicidade -

As Águias aproveitaram a instabilidade dos argentinos no jogo de contato e nos rucks para arrancarem mais 2 penais decisivos, que Hooley arrematou com precisão para dar a frente de 17 x 10 aos donos da casa. Porém, a partida ainda estava em aberto nos instantes finais e os argentinos quase conseguiram o try do empate. Com o tempo já esgotado, os visitantes tiveram um scrum final nas 22, com o asa Bruni saindo da formação para cruzar o in-goal. Mas, em lance duvidoso, o jogador deixou a bola escapar na hora do apoio e o try foi invalidado pelo TMO, dando o triunfo aos Estados Unidos. Incrível.

Os EUA receberão no próximo sábado o Canadá, ao passo que a Argentina XV receberá o Chile.

 

17versus copiar10

Estados Unidos 17 x 10 Argentina XV, em Los Angeles

Árbitro: Chris Assmus (Canadá)

Estados Unidos

Try: Lamborn

Penais: Magie (2) e Hooley (2)

15 Mike Te’o, 14 Blaine Scully (c), 13 Marcel Brache, 12 Bryce Campbell, 11 Ryan Matyas, 10 Will Magie, 9 Nate Augspurger, 8 Cameron Dolan, 7 Tony Lamborn, 6 Hanco Germishuys, 5 Nick Civetta, 4 Nate Brakeley, 3 Dino Waldren, 2 Joe Taufete’e, 1 Titi Lamositele;

Suplentes: 16 James Hilterbrand, 17 Huluholo Moungaloa, 18 Angus Maclellan, 19 Ben Landry, 20 Andrew Durutalo, 21 Shaun Davies, 22 Will Hooley, 23 Dylan Audsley;

Argentina XV

Try: Montagner

Conversão: González (1)

Penais: González (1)

1 Francisco Ferronato, 2 Gaspar Baldunciel, 3 Benjamín Espinal, 4 Jerónimo Ureta, 5 Ignacio Larrague, 6 Rodrigo Bruni, 7 Lautaro Bavaro (c), 8 Santiago Montagner, 9 Luca Magnasco, 10 Juan Cruz González, 11 Rodrigo Etchart, 12 Juan Cappiello, 13 Juan Cruz Mallía, 14 Germán Schulz, 15 Gastón Arias;

Suplentes: 16 Diego Fortuny, 17 Javier Díaz, 18 Santiago Medrano, 19 Santiago Portillo, 20 Francisco Gorrisen, 21 Facundo Nogueira, 22 Tomás Granella, 23 Tomás Malanos;

 

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2455004019768129
ArgentinaArgentina XV2154014116969100
UruguaiTeros1453022016815711
CanadáCanucks115202301321293
BrasilTupis451030063159-96
ChileCóndores150050171218-147
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

Foto: USA Rugby/Travis Prior