Que baita Americas Rugby Championship vivemos em 2017! E a competição se encerrou de forma inesperada, com os Estados Unidos levantando a taça pela primeira vez. As Águias foram à Patagônia e o favoritismo era da Argentina para o título. No ano passado, os dois times haviam empatado na Califórnia e justamente o empate foi o destino das duas equipes em Comodoro Rivadavia. Um jogão decidido no finzinho e encerrado em 27 x 27, que serviu para dar o título aos EUA graças ao ponto bônus ofensivo marcado no empate. Foram 4 tries estadunidenses de ouro, contra 3 tries argentinos. Dava para prever?

 

A partida largou em alta voltagem, com os dois times mostrando um jogo aberto e envolvente, sempre ofensivo na busca pelos espaços. A Argentina XV abriu o placar com penal de Miotti, aos 8′, respondido aos 15′ por Ben Cima na mesma moeda. A defesa norte-americana mostrou qualidade, impedindo try que parecia certo de Cancelliere e, aos 29′, os visitantes se puseram em vantagem em linda arrancada pela ponta do capitão Augspurger, detido muito perto do in-goal em preciso tackle de Devoto, mas a bola escapou para dentro de campo e o abertura Will Magie deslizou, apanhou a bola e rastejou até o try.

 

- Continua depois da publicidade -

A eficiência dos EUA saltava aos olhos e a Argentina viu a situação se complicar com o trator Tameilau no maul para o segundo try dos visitantes, aos 36′. Porém, a Argentina reduziu a diferença antes do intervalo, com penal try marcado após Mike Te’o dar um tapa na bola perto do in-goal e ser punido. 15 x 10.

 

Na segunda etapa, a Argentina parecia encontrar seu caminho, com novo penal try a seu favor aos 53′, na pressão do seu pack, virando o marcador para 17 x 10. Miotti ainda somou mais um penal e, aos 62′, Ascárate correu para o terceiro try argentino. O título parecia perto. Só parecia. As Águias estavam voando ainda e, aos 74′, a linha norte-americana funcionou e o oitavo Cameton Dolan, do Cardiff Blues, apareceu na ponta para o terceiro try. A conversão foi perdida e a diferença ficou em um try convertido. Os EUA acreditaram, puseram pressão e no lance final Tameilau rompeu a defesa argentina para fazer o try do empate e do título. Ben Cima converteu e os Estados Unidos festejaram o empate em solo argentino que lhes deu o campeonato. 27 x 27.

 

UAR_copy_copy.jpg27versus copiar27usa_rugby_logo

Argentina XV 27 x 27 Estados Unidos, em Comorodo Rivadavia

Árbitro: Joaquín Montes (Uruguai)

 

Argentina XV

Tries: Try penal (2) e Ascárate

Conversões: Miotti (1)

Penais: Miotti (2)

1 Francisco Ferronato, 2 Gaspar Baldunciel, 3 Santiago Medrano, 4 Pedro Ortega, 5 Ignacio Larrague, 6 Francisco Gorrissen, 7 Lautaro Bavaro (c), 8 Tomás de la Vega, 9 Sebastián Cancelliere, 10 Domingo Miotti, 11 Julián Domínguez, 12 Bruno Devoto, 13 Santiago Álvarez, 14 Germán Schulz, 15 Gabriel Ascárate;

Suplentes: 16 Marcelo Brandi, 17 Franco Brarda, 18 Eduardo Bello, 19 Franco Molina, 20 Santiago Montagner, 21 Lautaro Bazán, 22 Juan Cruz González, 23 Franco Cuaranta;

 

Estados Unidos

Tries: Tameilau (2), Magie e Dolan

Conversões: Cima (2)

1 Anthony Purpura, 2 James Hilterbrand, 3 Chris Baumann, 4 Matt Jensen, 5 Siaosi Mahoni, 6 John Quill, 7 Tony Lamborn, 8 Cam Dolan, 9 Shaun Davies, 10 Will Magie, 11 Nate Augspurger (c), 12 JP Eloff, 13 Bryce Campbell, 14 Mike Te’o, 15 Ben Cima;

Suplentes: 16 Peter Malcolm, 17 Ben Tarr, 18 Olive Kilifi, 19 Hanco Germishuys, 20 David Tameilau, 21 Calvin Whiting, 22 Ryan Matyas, 23 Spike Davis;

 

Uruguai condena Chile a um torneio sem pontos

Jogando em Montevidéu, o Uruguai não deu chances ao Chile no primeiro jogo de sábado e fez com que os Cóndores encerrassem o Americas Rugby Championship 2017 com campanha pior que em 2016: último lugar sem somar nenhum ponto na classificação.

 

O jogo começou até parelho, com o Chile segurando o Uruguai e abrindo o placar aos 20′ com penal chutado por González Moller. Mas, o mesmo Moller recebeu amarelo logo depois e os Teros empataram com penal chutado pelo abertura Albanell, que fez um grande jogo desta vez. Aos 27′, o pack do Teros enfim se impôs e o pilar Echevarria entrou para o try inaugural. Ianiszewski ainda reduziu com penal para os andinos, mas quem deu as cartas antes do intervalo foi a linha uruguaia, que fez seu jogo mais solto e impactante. Leivas correu para dois tries antes do intervalo, primeiro apanhando a bola no in-goal no mergulho após chute de Albanell nas costas da defesa chilena e depois arrancando pela ponta. Moller ainda descontou com penal e o primeiro tempo acabou em 24 x 09.

 

Na segunda etapa só deu Teros. E Nicolás Freitas, o novo Jaguar uruguaio do Super Rugby, arrebentou com 3 tries em sequência, aos 53′, 64′ e 67′, levando os Cóndores a nocaute. No fim, Bursic ainda fez try de honra para o Chile. 45 x 14, fim de papo.

 

uru novo copy copy45versus copiar14chile logo novo

Uruguai 45 x 14 Chile, em Montevidéu

Árbitro: Kurt Weaver (Estados Unidos)

 

Uruguai

Tries: Freitas (3), Leivas (2) e Echevarria

Conversões: Albanell (4) e Silva (2)

Penais: Albanell (1)

1 Mateo Sanguinetti, 2 Martín Espiga, 3 Juan Echeverría, 4 Ignacio Dotti, 5 Diego Magno, 6 Juan Manuel Gaminara (capt.), 7 Rodolfo Garese, 8 Alejandro Nieto, 9 Guillermo Lijtenstein, 10 Germán Albanell, 11 Nicolás Freitas, 12 Andrés Vilaseca, 13 Juan Manuel Cat, 14 Leandro Leivas, 15 Rodrigo Silva;

Suplentes: 16 Facundo Gattas, 17 Matías Benítez, 18 Mario Sagario, 19 Diego Ayala, 20 Gonzalo Soto, 21 Lucas Durán, 22 Gastón Mieres, 23 Juan de Freitas;

 

Chile

Try: Bursic

Penais: González Moller (2) e Ianiszewski (1)

1 Claudio Zamorano, 2 Manuel Gurruchaga (c), 3 José Tomás Munita, 4 Nikola Bursic, 5 Mario Mayol, 6 Cristóbal Niedmann, 7 Anton Petrowitsch, 8 Benjamín Soto, 9 Juan Pablo Larenas, 10 Francisco González Moller, 11 Tomás Ianiszewski, 12 Ricardo Sifri, 13 José Ignacio Larenas, 14 Mauricio Urrutia, 15 Rodrigo Fernández;

Suplentes: 16 Rodrigo Moya, 17 Vittorio Lastra, 18 Lucas Bordigoni, 19 Manuel Dagnino, 20 Arturo Seeman, 21 Sergio Bascuñan, 22 Jorge Castillo, 23 Martín Fernández;

 

Classificação final

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2354104021596119
Argentina XVArgentina XV2254103022862166
UruguaiTeros15530221120125-5
BrasilTupis852030063179-116
CanadáCanucks8510422112127-15
ChileCóndores050050051200-149

 

Foto: ARC Twitter