Estados Unidos em dose dupla no Rio 2016!

Fim de semana recheado de sevens na América do Norte e na Europa com os torneios pré-olímpicos em disputa. Os grandes destaques ficaram por conta da classificação dos Estados Unidos para o Rio 2016, tanto na categoria masculina como na feminina, e para os títulos de França e Rússia nas etapas do Grand Prix masculino e feminino, respectivamente, que aproximaram ambas dos Jogos Olímpicos.

 

Dobradinha das Águias

Na Carolina do Norte, EUA, foi disputado neste fim de semana o NACRA Sevens, o Campeonato de Sevens da América do Norte e Caribe, que, neste ano, valia as vagas da região no Rio 2016. E a seleção da casa levou a melhor nos dois torneios, masculino e feminino, carimbando seu passaporte para os Jogos Olímpicos.

 

No torneio masculino, a briga era acirrada entre Estados Unidos e Canadá pela única vaga da região no Rio de Janeiro. Como esperado, as duas seleções passearam na primeira fase e chegaram como grandes favoritas no mata-mata. Nas semifinais, os donos da casa massacraram a surpresa Ilhas Cayman, que já havia deixado para trás Guiana e Trinidad e Tobago no sábado, ao passo que o Canadá bateu o México, que já mostrava grande evolução.

 

Na grande final, a melhor fase dos estadunidenses, somada ao mando de jogo, falaram mais alto, e os EUA garantiram grande vitória por 21 x 5, com Perry Baker, Danny Barrett e Maka Unufe fazendo os tries da classificação. A derrota jogou o Canadá para o difícil torneio Pré-Olímpico Mundial, a ser disputado no ano que vem, valendo a última vaga no Rio 2016. Nesse torneio, além do Canadá, haverá Samoa ou Austrália, pela Oceania, e, pelo menos, mais algum forte time europeu, preocupando de antemão a torcida canadense.

 

A segunda e última vaga da América do Norte e Caribe no Pré-Olímpico Mundial Masculino ficou com o México, que venceu as Ilhas Cayman na decisão do terceiro lugar por 26 x 19.

 

Entre as mulheres, a vida dos Estados Unidos era mais fácil, uma vez que o Canadá não disputou o torneio, por já estar garantido no Rio 2016 graças a sua campanha na Série Mundial de Sevens Feminina. As Águias passearam em campo com suas principais atletas e deram uma verdadeira aula na grande final contra o México: absurdos 88 x 0, um dos maiores placares da história do sevens mundial.

 

As mexicanas garantiram o consolo da vaga no Pré-Olímpico Mundial Feminino depois de passaram na semifinal por 15 x 0 sobre Trinidad e Tobago, que por sua vez também se garantiu no Pré-Olímpico ao vencer na decisão do terceiro lugar a Jamaica por suados 12 x 10.

 

França mais próxima do que nunca do Rio 2016

Na Europa, o Grand Prix Masculino chegou a sua segunda e penúltima etapa em Lyon, na França, e a vaga do continente no Rio 2016 está cada vez mais próxima da França, que segue invicta no circuito, conquistando seu segundo título na temporada.

 

Atuando completa, a França fez a festa da torcida superando Itália, Portugal e Geórgia, na primeira fase, Portugal outra vez nas quartas de final (expressivos 40 x 7, que afundaram ainda mais a seleção lusa, em péssima fase), Alemanha (a surpresa do torneio, que despachou a Rússia por 17 x 10 nas quartas) na semifinal, e a Espanha na grande final (incontestáveis 20 x 7).

 

O vice foi excelente para os espanhóis, que seguem bem na briga pelo vice-campeonato com a Rússia, aproveitando-se do deslize dos Ursos diante dos alemães.

 

A terceira e última etapa acontece em Exeter, na Inglaterra, em julho. O primeiro colocado na classificação geral do Grand Prix Masculino se garantirá no Rio 2016, enquanto o segundo colocado assegurará vaga no Pré-Olímpico Mundial. Os demais oito times elegíveis para os Jogos Olímpicos se somarão a quatro equipes da segunda e terceira divisões do continente num torneio repescagem em Lisboa, em julho, valendo as demais três vagas europeias no Pré-Olímpico Mundial. Vale lembrar que Inglaterra e Gales não disputam vaga no Rio 2016, pois serão representados pela Grã-Bretanha, já classificada pelo resultado da Inglaterra na Série Mundial de Sevens passada.

 

Rússia larga com tudo no Grand Prix Feminino

Em Kazan, na Rússia, foi dada a largada para o Grand Prix Europeu Feminino, que conta com apenas duas etapas e vale a mesma quantidade de vagas do masculino nos Jogos Olímpicos.

 

Recheado de equipes com nível para abocanhar a vaga direta no Rio 2016, destinada ao campeão do circuito, o Grand Prix começou melhor para a Rússia, que assegurou o título em casa após superar Itália, Escócia e Portugal na primeira fase, Gales nas quartas de final, Espanha na semifinal e França na decisão. Contra as espanholas, as russas se impuseram com louvor, 36 x 7, em jogo que, o papel, era muito parelho. As espanhola haviam passado pela Holanda nas quartas de final por apertados 21 x 14, mas sucumbiram contra as Ursas.

 

A França, que terminou a Série Mundial de Sevens na frente da Rússia, também chegou invicta à decisão, batendo Espanha, Irlanda e Ucrânia na fase de grupos, a Itália nas quartas de final, e a Inglaterra – já classificada como Grã-Bretanha ao Rio 2016 – na semifinal. Na finalíssima, no entanto, a força física das anfitriãs falou mais alto, para garantir o sofrido 19 x 15.

 

A próxima e decisiva etapa acontece em Brive, na França, no próximo fim de semana, deixando a disputa entre russas e francesas ainda mais emocionante. Derrotada na decisão do terceiro lugar pela Inglaterra, a Espanha ainda está no páreo, mas terá missão muito difícil pela frente para encerrar acima de russas e francesas.

 

Por fim, enquanto a elite feminina europeia jogava em Kazan, a segunda divisão do continente tinha seu torneio em Kaunas, na Lituânia. A única etapa da Division A terminou com título da Bélgica, promovida ao Grand Prix de 2016.

 

nacra sevens 2015

NACRA Sevens – Campeonato de Sevens da América do Norte e Caribe – em Cary, Carolina do Norte, Estados Unidos

Masculino

1ª fase

Grupo A: 1 Estados Unidos, 2 México, 3 Jamaica, 4 Barbados, 5 São Vicente e Granadinas (WO)

Grupo B: 1 Canadá, 2 Ilhas Cayman, 3 Guiana, 4 Bahamas, 5 Trinidad e Tobago

 

Semifinais

Estados Unidos 60 x 0 Ilhas Cayman

Canadá 36 x 0 México

 

3o lugar: México 26 x 19 Ilhas Cayman

Final: Estados Unidos 21 x 5 Canadá

 

Classificação final: 1 Estados Unidos (classificado ao Rio 2016), 2 Canadá, 3 México (classificados ao Pré-Olímpico Mundial), 4 Ilhas Cayman, 5 Guiana, 6 Jamaica, 7 Bahamas, 8 Barbados, 9 Trinidad e Tobago

 

Feminino

1ª fase

Grupo A: 1 Estados Unidos, 2 Jamaica, 3 Ilhas Cayman, 4 Barbados

Grupo B: 1 México, 2 Trinidad e Tobago, 3 Guiana, 4 Bahamas

 

Quartas de final

Estados Unidos 59 x 0 Bahamas

Guiana 0 x 24 Jamaica

Ilhas Cayman 7 x 27 Trinidad e Tobago

Barbados 5 x 30 México

 

Semifinais

Estados Unidos 53 x 5 Jamaica

México 15 x 0 Trinidad e Tobago

 

3o lugar: Trinidad e Tobago 12 x 10 Jamaica

Final: Estados Unidos 88 x 0 México

 

Classificação final: 1 Estados Unidos (classificado ao Rio 2016), 2 México, 3 Trinidad e Tobago (classificados ao Pré-Olímpico Mundial), 4 Jamaica, 5 Ilhas Cayman, 6 Guiana, 7 Bahamas, 8 Barbados.

 

rugby europe copy

Grand Prix Europeu Masculino – Circuito Europeu Masculino de Sevens – 2ª etapa, em Lyon, França

Grupo A: 1 França, 2 Itália, 3 Portugal, 4 Geórgia

Grupo B: 1 Bélgica, 2 Rússia, 3 Inglaterra, 4 Gales

Grupo C: 1 Espanha, 2 Alemanha, 3 Lituânia, 4 Romênia

 

Quartas de final

França 40 x 7 Portugal

Espanha 26 x 5 Inglaterra

Bélgica 12 x 0 Itália

Rússia 10 x 17 Alemanha

 

Semifinais Bronze

Lituânia 31 x 5 Gales

Romênia 7 x 12 Geórgia

 

Semifinais Prata

Rússia 17 x 10 Portugal

Inglaterra 26 x 0 Itália

 

Semifinais Ouro

França 28 x 14 Alemanha

Espanha 24 x 5 Bélgica

 

Finais Bronze

3o lugar: Gales 36 x 7 Romênia

Final: Geórgia 20 x 17 Lituânia

 

Finais Prata

3o lugar: Portugal 21 x 5 Itália

Final: Rússia 14 x 26 Inglaterra

 

Finais Ouro

3o lugar: Alemanha 21 x 26 Bélgica

Final: França 20 x 7 Espanha

 

Classificação Geral: 1 França, 40 pontos; 2 Espanha, 33 pts; 3 Rússia, 28 pts; 4 Inglaterra, 26 pts; 5 Alemanha, 24 pts; 6 Portugal, 19 pts; 7 Bélgica, 18 pts; 8 Gales e Lituânia, 9 pts; 10 Geórgia e Itália, 8 pts; 12 Romênia, 2 pts.

 

Grand Prix Europeu Feminino – Circuito Europeu Feminino de Sevens – 1ª etapa, em Kazan, Rússia

Grupo A: 1 Rússia, 2 Itália, 3 Escócia, 4 Portugal

Grupo B: 1 França, 2 Espanha, 3 Irlanda, 4 Ucrânia

Grupo C: 1 Inglaterra, 2 Holanda, 3 Gales, 4 Alemanha

 

Quartas de final

Rússia 33 x 0 Gales

Inglaterra 17 x 14 Irlanda

França 27 x 0 Itália

Holanda 14 x 21 Espanha

 

Semifinais Bronze

Escócia 26 x 7 Ucrânia

Portugal 31 x 21 Alemanha

 

Semifinais Prata

Gales 5 x 12 Holanda

Irlanda 31 x 5 Itália

 

Semifinais Ouro

Rússia 36 x 7 Espanha

França 34 x 7 Inglaterra

 

Finais Bronze

3o lugar: Ucrânia 12 x 10 Alemanha

Final: Escócia 22 x 17 Portugal

 

Finais Prata

3o lugar: Gales 12 x 14 Itália

Final: Holanda 10 x 14 Irlanda

 

Finais Ouro

3o lugar: Espanha 7 x 12 Inglaterra

Final: Rússia 19 x 15 França

 

Classificação geral: 1 Rússia, 20 pontos. 2 França, 18 pts; 3 Inglaterra, 15 pts; 4 Espanha, 14 pts; 5 Irlanda, 12 pts; 6 Holanda, 10 pts; 7 Itália, 7 pts; 8 Gales, 6 pts; 9 Escócia, 4 pts; 10 Portugal, 3 pts; 11 Ucrânia, 2 pts; 12 Alemanha, 1 pt.

 

Division A Feminina – 2ª Divisão do Circuito Europeu Feminino de Sevens – etapa única, em Kaunas, Lituânia

Grupo A: 1 Bélgica, 2 República Tcheca, 3 Finlândia, 4 Lituânia

Grupo B: 1 Suécia, 2 Polônia, 3 Moldávia, 4 Hungria

Grupo C: 1 Suíça, 2 Romênia, 3 Noruega, 4 Geórgia

 

Quartas de final

Bélgica 25 x 5 Noruega

Suíça 7 x 12 Finlândia

Suécia 20 x 12 República Tcheca

Polônia 12 x 21 Romênia

 

Semifinais Ouro

Bélgica 17 x 0 Romênia

Finlândia 17 x 12 Suécia

 

Finais Ouro

3o lugar: Romênia 7 x 12 Suécia

Final: Bélgica 29 x 7 Finlândia

Comentários