ARTIGO COM VÍDEO – O sábado foi de festa a distância na Cidade do Cabo (Cape Town), pois o Western Province (Stormers) se sagrou campeão sul-africano pela 34ª vez em sua história! A grande final da Currie Cup foi em Durban, casa dos Sharks, que haviam “passeado” na temporada regular com a melhor campanha da competição. Porém, na “hora da verdade”, os azuis listrados de WP falaram mais alto, vencendo por 33 x 21.

O time da casa saiu na frente com try de Ndungane, respondido prontamente por WP com try de Huw Jones. Os Sharks, no entanto, seguiram dominante no começo e fizeram mais um try, com o oitavo Dan du Preez e, a vantagem aumentou com Curwin Bosch, que chutou um monstruoso drop goal de 49 metros para ampliar a frente para os Sharks. A reação de WP veio antes do intervalo. Damian Willemse achou o espaço e deixou a bola com Dillyn Leyds para o segundo try dos visitantes. Sharks 21 x 15.

Na volta, quem brilhou foi WP. Nizaam Carr quebroua defesa dos Sharks e deixou de offload para Cobus Wiese. Try da vrirada. E o momento decisivo comepou com o craque do sevens Seabelo Senatla, que disparou e entregou para Huw Jones fazer o quarto try de Western Province no jogo, liquidando a fatura. Shark Tank chocado: o título foi do maior campeão da África do Sul.

Antes da final de sábado, a sexta-feira foi agitada pela repescagem de promoção e rebaixamento entre o Griquas, último colocado da elite, e o Griffons, campeão da segundona. E os Griquas levaram a melhor garantindo a permanência após sonoros 59 x 26.

- Continua depois da publicidade -

The Currie Cup – Campeonato Sul-Africano

Final

21versus copiar33

Natal Sharks 21 x 33 Western Province, em Durban

 

Repescagem – promoção/rebaixamento

Griquas 59 x 26 Griffons, em Kimberley

 

Lista de campeões sul-africanos

34 títulos – Western Province

23 títulos – Blue Bulls

11 títulos – Golden Lions

7 títulos – Natal Sharks

5 títulos – Free State Cheetahs

3 títulos – Griquas

2 títulos – Border Bulldogs