ARTIGO COM VÍDEOS – O Hong Kong Sevens, a etapa mais badalada da Série Mundial de Sevens masculina, rolou neste fim de semana e novamente viu Fiji brilhar, com os Fijianos Voadores voltando a conquistar uma etapa do circuito. O título foi em cima da líder África do Sul que, com três etapas ainda pela frente, está tranquila na ponta com 23 pontos a mais que Fiji.

 

Enquanto isso, o Torneio Qualificatório, a 2ª divisão mundial, teve 12 seleções, 2 de cada continente, jogando pela promoção a seleção fixa da próxima temporada da Série Mundial. E quem levou a melhor foi a Espanha, voltando à elite pela primeira vez desde 2014.

 

- Continua depois da publicidade -

Fiji volta a vencer, mas África do Sul não tem liderança abalada

A primeira fase de Hong Kong não teve maiores surpresas, com os favoritos avançando. Os destaques ficaram para mais uma vitória de Fiji sobre a Nova Zelândia, pelo Grupo C, 17 x 14 (try vencedor de Ravouvou no fim), para o triunfo da Austrália sobre a Inglaterra, 12 x 10 (e 2 tries de Hutchinson para os aussies), e para o Canadá passando por Quênia e França (que acabou não tendo Vakatawa e não foi bem de novo).

 

Nas disputas pelo Challenge Cup, o título (9º lugar) acabou com a Escócia, que venceu o Quênia na decisão. Mas as atenções maiores estavam sobre Japão e Rússia, rivais diretos na luta contra o rebaixamento (destinado ao último colocado entre as 15 seleções fixas ao final da temporada). E os russos (de Vladimir Ostroushko, um dos líderes em estatísticas em Hong Kong) levaram a melhor, ao atropelarem a convidada Coreia do Sul nas quartas de final, 43 x 00, enquanto o Japão caía contra o Quênia, 24 x 17. Os japoneses acabaram se redimindo vencendo o 13º contra Gales, mas os russos abriram mais vantagem com 3 etapas para o fim.

 

Na luta pelo título, as quartas de final começaram com a Austrália passando pela Argentina, 21 x 12, e com Fiji despachando o Canadá, 29 x 12. Na sequência, os Estados Unidos mostraram grande forma e bateram a então vice líder Inglaterra por 27 x 07, com direito a 2 tries de Hughes, ao passo que a África do Sul se impôs no clássico contra a Nova Zelândia, 21 x 19, com Afrika, Kok e Dry fazendo os tries sul-africanos. Os All Blacks ainda reagiram e conquistaram o 5º lugar geral, passando por Inglaterra, 21 x 07, e Argentina, 10 x 07.

 

Nas semifinais, Fiji afastou a zebra australiana com indiscutíveis 33 x 12, com show que teve Tuwai marcando duas vezes. Já os Estados Unidos deram muito trabalho à África do Sul, vendendo caro a derrota por 29 x 24. Os americanos largaram atrás, mas tiveram tudo para vencer com uma reação espetacular. Perry Baker (artilheiro de tries do Hong Kong 2017, com 9) correu para 2 tries nos 2 minutos finais e a vitória poderia ter saído se a última conversão fosse marcada. A bola não entrou e, na prorrogação, a África do Sul abocanhou a vaga na final com try matador de Nel. No terceiro lugar, o fôlego das Águias acabou e a Austrália emergiu vitoriosa, 26 x 19, com try vitorioso de Stannard, dexando os Thunderbolts australianos em sua melhor colocação na temporada.

 

O fôlego sul-africano também havia se esgotado e a grande final frustrou os Boks, que jamais foram campeões em Hong Kong. O tabu continuou com uma apresentação de gala de Fiji, com 10 x 00 no primeiro tempo e 22 x 00 ao final. Foram 2 tries de Nasoko (em alto estilo), enquanto Mocenacagi e Kunavula deixaram os seus. Os fijianos Katonibau, Nasoko e Ravouvou entraram para o “dream team” do torneio, assim como Baker e Pinkelman, dos EUA, Afrika, da África do Sul, e Hutchison, da Austrália.

 

A próxima etapa será no fim de semana que vem, em Singapura, a 8ª entre as 10 etapas do circuito. E só um desastre irá tirar o título da temporada da África do Sul.

 

Espanha de volta à elite

No Torneio Qualificatório Masculino, a Espanha garantiu seu retorno à elite mundial com o título em Hong Kong. O Qualificatório também não teve maior surpresas na primeira fase, com Alemanha, Chile e Espanha invictas. As decepções foram Tonga, eliminada ainda na primeira fase com derrotas Uganda e Alemanha (o que não surpreende pelo mau desempenho tonganês recente no sevens), e o Uruguai, que avançou às quartas de final, mas com duas derrotas nas costas também, contra Hong Kong e Papua Nova Guiné.

 

Nas quartas de final, os Teros encararam justamente os Cóndores, em clássico sul-americano, e o Chile levou a melhor mais uma vez, como vinha sendo a tônica neste ano: 21 x 12, com tries de Neira, Westcott e Fernández. Depois, coube à Alemanha derrotar Hong Kong, em duro duelo de 14 x 07, com Himmer no lance final fazendo o try da vitória, seguido pelo triunfo da Papua Nova Guiné sobre a forte Uganda, por 14 x 10, em mais um jogaço. Apenas a Espanha passou bem, com 33 x 00 sobre a Namíbia.

 

Nas semifinais, a Alemanha despachou o Chile por 19 x 07, com 2 tries de Calitz e 1 de Parkinson, ao passo que a Espanha passou pela Papua, abrindo 21 x 00 e resistindo à reação dos Pukpuks para acabar o jogo com 21 x 12. Na grande final, Alemanha e Espanha fizeram um duelo muito aguardado e a experiência dos Leões fez a diferença, com um triunfo de tirar o fôlego por 12 x 07, com tries de Carrion e Hernández e longos e tensos 5 minutos sem pontos no fim do jogo.

 

hong kong sevens

Hong Kong Sevens

Torneio Principal – 7ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina

Grupo A: Inglaterra, Austrália, Samoa, Coreia do Sul

Grupo B: África do Sul, Canadá, Quênia, França

Grupo C: Fiji, Nova Zelândia, Gales, Japão

Grupo D: Estados Unidos, Argentina, Escócia, Rússia

 

Torneio Qualificatório Masculino – 2ª divisão Mundial

Grupo A: Alemanha, Tonga, Uganda, Jamaica

Grupo B: Hong Kong, Chile, Sri Lanka, Namíbia

Grupo C: Espanha, Papua Nova Guiné, Uruguai, Guiana

 

Sexta-feira, dia 7 de abril

01h00 – Papua Nova Guiné 26 x 21 Uruguai – Qualificatório Masculino

01h22 – Espanha 47 x 05 Guiana – Qualificatório Masculino

01h44 – Tonga 00 x 29 Uganda – Qualificatório Masculino

02h06 – Alemanha 31 x 12 Jamaica – Qualificatório Masculino

02h28 – Chile 38 x 00 Sri Lanka – Qualificatório Masculino

02h50 – Hong Kong 22 x 07 Namíbia – Qualificatório Masculino

 

03h56 – Papua Nova Guiné 31 x 05 Guiana – Qualificatório Masculino

04h18 – Espanha 36 x 00 Uruguai – Qualificatório Masculino

04h40 – Tonga 14 x 05 Jamaica – Qualificatório Masculino

05h04 – Alemanha 24 x 00 Uganda – Qualificatório Masculino

05h28 – Chile 26 x 14 Namíbia – Qualificatório Masculino

05h50 – Hong Kong 31 x 05 Sri Lanka – Qualificatório Masculino

 

07h00 – Austrália 22 x 19 Samoa – Torneio Principal

07h22 – Inglaterra 52 x 00 Coreia do Sul – Torneio Principal

07h44 – Argentina 22 x 14 Escócia – Torneio Principal

08h08 – Estados Unidos 14 x 07 Rússia – Torneio Principal

08h32 – Nova Zelândia 19 x 07 Gales – Torneio Principal

08h54 – Fiji 36 x 00 Japão – Torneio Principal

09h18 – Canadá 17 x 14 Quênia – Torneio Principal

09h40 – África do Sul 17 x 10 França – Torneio Principal

22h00 – Uruguai 50 x 14 Guiana – Qualificatório Masculino

22h22 – Espanha 15 x 00 Papua Nova Guiné – Qualificatório Masculino

22h44 – Uganda 26 x 05 Jamaica – Qualificatório Masculino

23h06 – Alemanha 24 x 21 Tonga – Qualificatório Masculino

23h28 – Sri Lanka 14 x 26 Namíbia – Qualificatório Masculino

23h50 – Hong Kong 00 x 31 Chile – Qualificatório Masculino

 

Classificação Qualificatório

Grupo A: 1 Alemanha, 2 Uganda, 3 Tonga, 4 Jamaica

Grupo B: 1 Chile, 2 Hong Kong, 3 Namíbia, 4 Sri Lanka

Grupo C: 1 Espanha, 2 Papua Nova Guiné, 3 Uruguai, 4 Guiana

 

Sábado, dia 8 de abril

00h18 – Austrália 52 x 00 Coreia do Sul – Torneio Principal

00h40 – Inglaterra 12 x 10 Samoa – Torneio Principal

01h02 – Argentina 17 x 12 Rússia – Torneio Principal

01h26 – Estados Unidos 19 x 14 Escócia – Torneio Principal

01h50 – Nova Zelândia 40 x 14 Japão – Torneio Principal

02h12 – Fiji 17 x 17 Gales – Torneio Principal

02h34 – Canadá 28 x 14 França – Torneio Principal

02h56 – África do Sul 35 x 10 Quênia – Torneio Principal

04h18 – Samoa 22 x 12 Coreia do Sul – Torneio Principal

04h40 – Inglaterra 10 x 12 Austrália – Torneio Principal

05h02 – Escócia 05 x 14 Rússia – Torneio Principal

05h24 – Estados Unidos 33 x 05 Argentina – Torneio Principal

05h48 – Gales 34 x 21 Japão – Torneio Principal

06h12 – Fiji 17 x 14 Nova Zelândia – Torneio Principal

06h34 – Quênia 29 x 12 França – Torneio Principal

06h56 – África do Sul 26 x 07 Canadá – Torneio Principal

 

Classificação Torneio Principal

Grupo A: 1 Austrália, 2 Inglaterra, 3 Samoa, 4 Coreia do Sul

Grupo B: 1 África do Sul, 2 Canadá, 3 Quênia, 4 França

Grupo C: 1 Fiji, 2 Nova Zelândia, 3 Gales, 4 Japão

Grupo D: 1 Estados Unidos, 2 Argentina, 3 Rússia, 4 Escócia

07h20 – Quartas de final do Qualificatório Masculino – Chile 21 x 12 Uruguai

07h44 – Quartas de final do Qualificatório Masculino – Alemanha 14 x 07 Hong Kong

08h06 – Quartas de final do Qualificatório Masculino – Uganda 10 x 14 Papua Nova Guiné

08h28 – Quartas de final do Qualificatório Masculino – Espanha 33 x 00 Namíbia

22h30 – Quartas de final pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Samoa 21 x 26 Escócia

22h52 – Quartas de final pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Gales 21 x 28 França

23h14 – Quartas de final pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Rússia 43 x 00 Coreia do Sul

23h36 – Quartas de final pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Quênia 24 x 17 Japão

23h58 – Quartas de final pelo Ouro – Torneio Principal – Austrália 21 x 12 Argentina

 

Domingo, dia 9 de abril

00h20 – Quartas de final pelo Ouro – Torneio Principal – Fiji 29 x 12 Canadá

00h42 – Quartas de final pelo Ouro – Torneio Principal – Estados Unidos 27 x 07 Inglaterra

01h06 – Quartas de final pelo Ouro – Torneio Principal – África do Sul 21 x 19 Nova Zelândia

 

01h30 – Semifinal do Qualificatório Masculino – Chile 07 x 19 Alemanha

01h52 – Semifinal do Qualificatório Masculino – Papua Nova Guiné 12 x 21 Espanha

 

02h14 – Semifinal pelo 13º lugar – Torneio Principal – Samoa 12 x 26 Gales

02h36 – Semifinal pelo 13º lugar – Torneio Principal – Coreia do Sul 07 x 36 Japão

02h58 – Semifinal pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Escócia 21 x 19 França

03h22 – Semifinal pelo Challenge Trophy – Torneio Principal – Rússia 05 x 24 Quênia

03h47 – Semifinal pelo 5º lugar – Torneio Principal – Argentina 20 x 19 Canadá

04h09 – Semifinal pelo 5º lugar – Torneio Principal – Inglaterra 07 x 21 Nova Zelândia

04h31 – Semifinal pelo Ouro – Torneio Principal – Austrália 12 x 33 Fiji

04h53 – Semifinal pelo Ouro – Torneio Principal – Estados Unidos 24 x 29 África do Sul

 

05h30 – FINAL do Qualificatório Masculino – Alemanha 07 x 12 Espanha

06h00 – Disputa de 13º lugar – Torneio Principal – Gales 21 x 28 Japão

06h30 – Final do Challenge Trophy – Torneio Principal – Escócia 21 x 19 Quênia

07h00 – Disputa do 5º lugar – Torneio Principal – Argentina 07 x 10 Nova Zelândia

07h30 – Disputa do Bronze – Torneio Principal – Austrália 20 x 19 Estados Unidos

08h00 – FINAL – Disputa pelo Ouro – Torneio Principal – Fiji 22 x 00 África do Sul

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
África do Sul19222192222221919122213
Inglaterra16417221019132210171519
Fiji1501913191319172210108
Nova Zelândia13710171217151313131710
Estados Unidos129810512171515191315
Austrália11313571512101715712
Escócia109121517153871922
Canadá983315310101022517
Argentina905713101012123810
Gales731510510382857
França661081075155105
Quênia63512828571015
Samoa5171357715123
Rússia291528115222
Japão201115223131
- 4 melhores entre Argentina, Samoa, Escócia, Canadá, Rússia e Japão irão à Copa do Mundo de Sevens de 2018;
- 15º colocado = rebaixamento;
PS: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.

 

Foto: Espanha x Alemanha – Martin Seras Lima/World Rugby