Fim de semana de Série Mundial de Sevens na Cidade do Cabo!

ARTIGO COM VÍDEOS – Sábado e domingo grandes no sevens masculino. A Cidade do Cabo, na África do Sul, pela primeira vez receberá uma etapa da Série Mundial de Sevens Masculina, substituindo Porto Elizabeth. O torneio é a segunda etapa da temporada 2015-16 e terá como grande palco o Cape Town Stadium, construído para a Copa do Mundo de Futebol de 2010, com 55.000 lugares.

 

Campeão com louvor do primeiro torneio, em Dubai, no fim de semana passado, Fiji encabeça o Grupo A do Cape Town Sevens, e é o grande favorito, tendo Argentina e Escócia correndo por fora. Os irmãos Tuwai foram mágicos nos Emirados, mas a força do time de Ben Ryan esteve no coletivo, com todos os atletas fazendo tries. Os Pumas fizeram campanha discreta na abertura, assim como os escoceses, e ambos têm pleno potencial para fazerem mais na África do Sul, enquanto a Rússia aparece como a quarta força.

 

No Grupo B, o destaque está com os donos da casa, que decepcionaram ao caírem contra os Estados Unidos em Dubai e ficarem de fora das semifinais principais. Recheados de grandes nomes, com François Hougaard brilhando ao lado de Senatla, Geduld, Cecil Afrika, Werner Kok e Kwagga Smith, os Boks têm a obrigação de darem um salto no rendimento e entram favoritos ao título. Mas, na cola está a Inglaterra, que fez grande torneio em Dubai, conduzida elo capitão Tom Mitchell, em forma exuberante, e pelo artilheiro Daniel Bibby, voando. Quênia, que segue devendo, e Zimbábue, o perigoso convidado, completam o grupo que é uma mini Copa da África com os ingleses no meio.

 

Toda a atenção estará sobre o Grupo C, que verá o embate entre a sensação Estados Unidos e a reforçada Austrália. As Águias americanas fizeram um último torneio brilhante na temporada passada, faturando o inédito título em Londres, e abriram a temporada atual com inéditas e maiúsculas duas vitórias sobre os All Blacks, mostrando um rendimento físico fora do comum e especialistas como Perry Baker e Carlin Isles elevando o sevens a um novo patamar. Quem pode parar a potência olímpico? Fiji parou em Dubai, e será que a Austrália conseguirá o mesmo? Para tal, os aussies ter]ap Henry Speight, ainda se adaptando ao sevens, mas já se destacando. Gales é a terceira força e Portugal o mais fraco da chave.

 

Por fim, a Nova Zelândia encabeça o Grupo D, precisando dar a volta por cima no Cabo. Com DJ Forbes ainda mostrando um alto nível e Gillies Kaka cruzando o in-goal com frequência os All Blacks são os favoritos, mas não jogaram em Dubai um rugby de campeão mundial. É hora de corrigir os erros. Samoa, França e Canadá embolam a briga pelo segundo lugar, com muita pressão sobre canadenses e samoanos, que ainda não têm vaga no Rio 2016 e serão oponentes no Pré-Olímpico Mundial. Na largada, Samoa levou a melhor, terminando Dubai na frente dos Canucks. A França teve seus lampejos em terras árabes, com seu fijiano naturalizado Vakatawa despontando e com seu líder de sempre Terry Bourahoua terminando Dubai como o artilheiro do torneio.

 

O BandSports mostrará em VT as finais no domingo, às 23h30, hora de Brasília.

 

SWS 2015-16 logo

Cape Town Sevens – 2ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina 2015-16 – na Cidade do Cabo, África do Sul

Grupo A: Fiji, Argentina, Escócia e Rússia

Grupo B: África do Sul, Inglaterra, Quênia e Zimbábue

Grupo C: Estados Unidos, Austrália, Gales e Portugal

Grupo D: Nova Zelândia, Samoa, França e Canadá

 

Sábado, dia 12 de dezembro

*Das 06h15 às 16h15, hora de Brasília

Estados Unidos x Gales

Austrália x Portugal

Fiji x Escócia

Argentina x Rússia

Nova Zelândia x França

Samoa x Canadá

Inglaterra x Quênia

África do Sul x Zimbábue

 

Estados Unidos x Portugal

Austrália x Gales

Fiji x Rússia

Argentina x Escócia

Nova Zelândia x Canadá

Samoa x França

Inglaterra x Zimbábue

África do Sul x Quênia

 

Gales x Portugal

Estados Unidos x Austrália

Escócia x Rússia

Fiji x Argentina

França x Canadá

Nova Zelândia x Samoa

Quênia x Zimbábue

África do Sul x Inglaterra

 

Domingo, dia 13 de dezembro

*Das 06h36 às 16h00

Finais

Seleção* Pontos – Classificação Geral Etapa 10 (Inglaterra) Etapa 9 (França) Etapa 8 (Singapura) Etapa 7 (Hong Kong) Etapa 6 (Canadá) Etapa 5 (Estados Unidos) Etapa 4 (Austrália) Etapa 3 (Nova Zelândia) Etapa 2 (África do Sul) Etapa 1 (Emirados Árabes)
Fiji 181 15 19 19 22 15 22 17 17 13 22
África do Sul 171 19 13 17 17 19 17 15 19 22 13
Nova Zelândia 158 13 10 12 19 22 13 22 22 10 15
Austrália 134 07 12 10 15 17 19 19 13 10 12
Argentina 119 12 15 15 08 05 10 13 12 19 10
Estados Unidos 117 17 05 07 12 12 15 10 10 12 17
Quênia 98 03 10 22 10 01 10 12 10 15 05
Inglaterra 92 10 07 05 13 05 01 10 15 07 19
Samoa 89 05 22 13 05 13 03 07 08 03 10
Escócia 87 22 08 08 07 10 05 05 07 08 07
França 85 10 17 10 05 07 07 01 03 17 08
Gales 54 08 02 02 10 10 08 03 01 05 05
Canadá 40 05 01 01 02 08 02 08 05 05 03
Rússia 28 02 05 03 03 03 05 02 02 02 01
Portugal 21 01 03 05 01 02 01 05 01 01 01
*Apenas as seleções centrais
Etapa Campeão
Etapa 1 (Emirados Árabes) Fiji
Etapa 2 (África do Sul) África do Sul
Etapa 3 (Nova Zelândia) Nova Zelândia
Etapa 4 (Austrália) Nova Zelândia
Etapa 5 (Estados Unidos) Fiji
Etapa 6 (Canadá) Nova Zelândia
Etapa 7 (Hong Kong) Fiji
Etapa 8 (Singapura) Quênia
Etapa 9 (França) Samoa
Etapa 10 (Inglaterra) Escócia

– 15º colocado = rebaixamento.

Pontuação:
1º – 22 pontos; 2º – 19 pts; 3º – 17 pts; 4º – 15 pts;
5º – 13 pts; 6º – 12 pts; 7º e 8º – 10 pts;
9º – 8 pts; 10º – 7 pts; 11º e 12º – 5 pts;
13º – 3 pts; 14º – 2 pts; 15º e 16º – 1 pt.


Comentários