ARTIGO COM VÍDEO – O clássico mediterrânico abriu a terceira rodada do Six Nations nesta sexta-feira, com a França recebendo em Marselha a Itália, para a disputa também do Troféu Giuseppe Garibaldi. A França tirou o peso das costas e manteve o tabu de não perder em casa para os italianos no Six Nations. Vitória importante dos Bleus por 34 x 17.

O jogo começou com pressão francesa e com um try logo no início, em maul, pelas mãos do segunda linha Gabrillagues, aos 5′. A resposta foi imediata, com a Itália somando seu try pela mesma moeda, aos 10′, com Mbanda caindo no in-goal e Lauret comentendo o penal try. 7 x 5, Azzurri na frente.

Depois disso, a Itália mostrou sua falta de recursos ofensivos e a França dominou as ações com seu pack, mas cometendo muitos erros na hora de finalizar. O volume de jogo dos donos da casa não foi revertido em pontos até os 10 minutos finais da primeira etapa, com Machenaud chutando 2 penais certeiros para por 11 x 7 no marcador. Antes da pausa, a França teve chance clara de try, mas Bastareaud largou a bola antes do in-goal.

O segundo tempo começou de novo com a França perdendo uma chance clara de try em contra ataque, com a linha de passe demorando a acontecer e Benvenutti dando um tapa salvador na bola. Beauxis arriscou drop goal sem sucesso pouco depois, mas Machenaud converteu penal na sequência. O troco, no entanto, saiu com penal chutado por Allan e o início da segunda etapa foi de maior domínio italiano, com os visitantes pressionando sem acharem o caminho para o in-goal.

- Continua depois da publicidade -

Quem não faz, leva, e, aos 60′, a França deu o golpe decisivo, em uma rápida jogada pela ponta finalizada por Hugo Bonneval pela ponta. Try crucial, que desmontou a reação italiana.

Os Azzurri de desestabilizaram e passaram a ceder muitos penais (16 ao todo ao final do jogo, contra apenas 7 penais franceses) e Machenaud guardou mais 2 entre os paus, aos 65′ e aos 71′, abrindo larga margem para os Bleus. E, aos 73′, merecidamente, saiu o terceiro try francês, com Bastareaud, o melhor em campo, após contra ataque armado por Grosso.

No fim, Minozzi arrancou para um último try italiano, mas a expectativa final ficou para um try francês de bônus, que acabou não saindo, com Bastareaud flertando em cravar o último try dos anfitriões, mas sem sucesso. Bigi ainda deixou a Itália com 14 homens por amarelo no fim, mas não houve tempo para a pressão final. 34 x 17. Vitória incontestável dos Bleus, mas pouco convincente.

O Six Nations terá uma nova pausa no próximo fim de semana. No dia 10 de março a França volta a campo e recebe a Inglaterra, ao passo que no dia 11 a Itália visita Gales.

 

34versus copiar17

França 34 x 17 Itália, em Marselha – Troféu Giuseppe Garibaldi

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

França

Tries: Gabriellagues, Bonneval e Bastareaud

Conversões: Machenaud (1) e Trinh-Duc (1)

Penais: Machenaud (5)

15 Hugo Bonneval, 14 Benjamin Fall, 13 Mathieu Bastareaud, 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Rémy Grosso, 10 Lionel Beauxis, 9 Maxime Machenaud, 8 Marco Tauleigne, 7 Yacouba Camara, 6 Wenceslas Lauret, 5 Sébastien Vahaamahina, 4 Paul Gabrillagues, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado, 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Adrien Pelissié, 17 Dany Priso, 18 Cedate Gomes Sa, 19 Romain Taofifenua, 20 Kélian Galletier, 21 Baptiste Couilloud, 22 François Trinh-Duc, 23 Gaël Fickou;

Itália

Tries: Penal try e Minozzi

Conversões: Canna (1)

Penais: Allan (1)

15 Matteo Minozzi, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Tommaso Boni, 12 Tommaso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Sergio Parisse (c), 7 Maxime Mbanda, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Simone Ferrari, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Luca Bigi, 17 Nicola Quaglio, 18 Tiziano Pasquali 19 George Biagi, 20 Federico Ruzza, 21 Edoardo Gori, 22 Carlo Canna, 23 Jayden Hayward;

SeleçãoJogosPontos
Irlanda523
Gales515
Escócia513
França511
Inglaterra510
Itália51
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Foto: Inpho/Six Nations