França: Lyon assumirá histórico estádio de Gerland e Biarritz se safa de novo rebaixamento

Recém promovido ao Top 14 francês, o Lyon Olympique Universitaire, o LOU, clube da terceira maior cidade da França, Lyon, está se preparando para dar um passo adiante em sua história. A equipe campeã francesa em 1932 e 1933 terá casa nova a partir do dia 1º de janeiro de 2017: o histórico Stade de Gerland, antiga casa do Olympique Lyonnais, o clube de futebol da cidade, que acaba de construir seu novo estádio, o Parc Olympique Lyonnais (que recebeu em maio a final da Champions Cup do rugby). Tombado como patrimônio histórico da cidade e palco da Copa do Mundo de Futebol de 1998 e da Copa do Mundo de Rugby de 2007, o Gerland conta com 40.000 lugares, mas passará por reformas e será reduzido para 24.000 lugares. A concessão para o LOU é de 60 anos e o clube deverá investir 66 milhões de euros no equipamento.
 
No segundo semestre deste ano, o LOU seguirá jogando em sua velha casa, o pequeno Matmut Stadium, para 8.000 pessoas.
 
Biarritz e Narbonne permanecerão na Pro D2

8º colocado da última Pro D2, a segunda divisão francesa, o outrora poderoso Biarritz (campeão francês em 1935, 1939, 2002, 2005 e 2006 e vice campeão da Copa Europeia, na época Heineken Cup, em 2006 e 2010) se safou de um embaraçoso rebaixamento à terceira divisão. O clube basco havia sido condenado à Fédérale 1 por falta de garantias financeiras para a próxima temporada, mas apelou contra a decisão e saiu vitorioso o julgamento, garantindo sua permanência na segunda divisão profissional.

 
Além do Biarritz, o Narbonne, 11º colocado, também foi salvo do rebaixamento. A equipe laranja havia sido igualmente condenada à terceira divisão por problemas financeiros, apelando com sucesso a favor de sua permanência. Por outro lado, o Bourgoin, 9º colocado, também rebaixado por questões financeiras, não teve uma decisão anunciada sobre seu apelo e segue rebaixado. Caso o Bourgoin seja efetivamente rebaixado, o Provence, último colocado, poderá ser salvo do descenso para manter a Pro D2 com 16 clubes.

 

Terceira divisão renovada na França

A partir de 2016-17, a França contará com uma terceira divisão semiprofissional de pelo menos 11 clubes, sendo que o campeão e o vencedor do playoffs entre as equipes classificadas de 2º a 5º serão promovidos à Pro D2 de 2017-18,

 

O torneio chamado de Fédérale Élie (ou Fédérale Accession, a Federal de Acesso) será uma ponte entre o rugby amador e o rugby profissional e contará com os seguintes clubes: Tarbes,(rebaixado da Pro D2), Nevers, Bourg-en-Bresse, Auch, Aubenas, Chambéry, Saint-Nazaire, Massy, Romans e Limoges (os 9 melhores da Fédérale 1 passada) estão confirmados, ao passo que Provence e Bourgoin também poderão ingressar na competição.

Comentários