ARTIGO COM VÍDEO – Dois times com pesados desfalques abriram o Six Nations 2018. Gales e Escócia duelaram neste sábado, com os olhares voltados para os escoceses, apontados como reais candidatos a título neste ano. Gales, por outro lado, não vinha encantando, mas as declarações do técnico Warren Gatland exibiam confiança. E ele estava certo. Gales fez seu melhor jogo na temporada e atropelou um apático time escocês, incapaz de lidar com a badalação inicial. 34 x 07 para quebrar bolões. Não pela vitória galesa, mas pelo placar.

O primeiro tempo foi um verdadeiro banho de água fria para a Escócia. Logo aos 7′, o scrum-half Gareth Davies interceptou passe escocês e correu mais de meio campo para guardar o primeiro try galês, erguendo a torcida que lotava o Principality Stadium. Sem posse no começo, a Escócia ainda viu Gales cravar seu segundo try, aos 11′, após Rhys Patchell se infiltrar e Davies inverter a jogada nas 22 até a ponta, para Halfpenny finalizar o segundo try vermelho no jogo. 14 x 00 de cartão de visitas. Os escoceses conseguiram reverter a situação da posse de bola, mas a defesa galesa se provou sólida, com a Escócia incapaz de finalizar.

O segundo tempo começou também favorável a Gales, com Halfpenny arrematando dois penais certeiros para abrir 20 x 00. Os galeses dominaram a posse de bola contra um Cardo pouco inspirado e, aos 61′, liquidaram a fatura, com fases bem trabalhadas nas 22 e bola rápida para Halfpenny marcar o terceiro try. 27 x 00. O nocaute era evidente e, aos 65′, Anscombe deu offload para Wyn Jones, que atropelou Hogg cruzou o in-goal para Gales, mas não teve o try validado, seguro na hora de apoiar a bola.

O domínio completo galês no segundo tempo foi ainda premiado com o ponto bônus, com contra ataque e Steff Evans arrancando na ponta para finalizar com maestria. 34 x 00. Mas ainda teve tempo para a Escócia fazer seu try de honra, com Horne. 34 x 07, placar final.

- Continua depois da publicidade -

No próximo sábado, Gales visita a Inglaterra e, no domingo, a Escócia recebe a França.

 

34versus copiar07

Gales x Escócia, em Cardiff

Árbitro: Pascal Gaüzère (França)

Gales

Tries: Halfpenny (2), Davies e Evans

Conversões: Halfpenny (4)

Penais: Halfpenny (2)

15 Leigh Halfpenny, 14 Josh Adams, 13 Scott Williams, 12 Hadleigh Parkes, 11 Steff Evans, 10 Rhys Patchell, 9 Gareth Davies, 8 Ross Moriarty, 7 Josh Navidi, 6 Aaron Shingler, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Cory Hill, 3 Samson Lee, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Wyn Jones, 18 Tomas Francis, 19 Bradley Davies, 20 Justin Tipuric, 21 Aled Davies, 22 Gareth Anscombe, 23 Owen Watkin;

Escócia

Try: Horne

Conversão: Russell (1)

15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Chris Harris, 12 Huw Jones, 11 Byron McGuigan, 10 Finn Russell, 9 Ali Price, 8 Cornell du Preez, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Ben Toolis, 3 Jon Welsh, 2 Stuart McInally, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Scott Lawson, 17 Jamie Bhatti, 18 Murray McCallum, 19 Grant Gilchrist, 20 Ryan Wilson, 21 Greig Laidlaw, 22 Pete Horne, 23 Sean Maitland;

 

SeleçãoJogosPontos
Irlanda314
Inglaterra39
Escócia38
Gales36
França36
Itália30
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Foto: 6 NATIONS/INPHO