INPHO/Ryan Byrne

ARTIGO COM VÍDEO – O Six Nations 2018 foi encerrado com um jogão em Cardiff entre Gales e França, valendo o vice campeonato da competição – e pontos importantes no Ranking Mundial. A partida esteve em aberto do início ao fim, com Gales prevalecendo por duros 14 x 13. O bônus, no entanto, livrou os franceses do quinto lugar, condenando a Inglaterra à penúltima posição geral.

O jogo começou com a França mostrando a que vinha, com Trinh-Duc arrematando drop goal aos 3′. No entanto, os Bleus cometeram um erro capital na sequência, no reinício da partida, deixando a bola pingar em cima da linha de 10 metros para a bola sobrar nas mãos dos galeses, com Scott Williams chutando para Liam Williams apanhar e mergulhar no in-goal.

A França sentiu o erro e entregou logo depois mais 2 penais para os galeses, com Halfpenny abrindo 11 x 03 para os vermelhos. Porém, Gales não estava bem nos tackles e permitia que os franceses ganhassem metros no contato. Os Bleus se reencontraram no jogo, ganharam volume e, aos 21′, invadiram as 22 com Fickou, após eficiente troca de passes. Trinh-Duc entregou para o ponta explorar um corredor entre os centros galeses e deixar a França apenas 1 ponto atrás, 11 x 10.

Gales respondeu aos 32′ com penal chutado por Halfpenny, aproveitando tackle alto francês. Na rodada, muitos tackles altos foram de fato marcados. E, com o scrum galês já falando mais alto, o placar de intervalo era de 14 x 10.

- Continua depois da publicidade -

Os Bleus começaram bem o segundo tempo com Machenaud arrematando penal certeiro aos 49′, para fazer justiça ao banho de posse de bola e território que os franceses davam nos galeses. Essa, aliás, foi a tônica da segunda etapa, mas os franceses falhavam em somar pontos.

Aos 68′, Trinh-Duc desperdiçou penal crucial e que seria fatal. A França não encontrou mais os espaços, parou no breakdown galês, que mostrou sua força no fim. Final emocionante e cheio de alternativas, mas o passe final faltou aos franceses. Vitória do Dragão, vice campeã, 14 x 13.

Em junho, Gales duelará com a África do Sul nos Estados Unidos e ainda fará duas partidas com os Pumas na Argentina. Já a França visitará a Nova Zelândia para 3 duelos com os All Blacks.

14versus copiar13

Gales 14 x 13 França, em Cardiff

Árbitro: Ben O’Keeffe (Nova Zelândia)

Gales

Try: L Williams

Penais: Halfpenny (3)

15 Leigh Halfpenny, 14 George North, 13 Scott Williams, 12 Hadleigh Parkes, 11 Liam Williams, 10 Dan Biggar, 9 Gareth Davies, 8 Taulupe Faletau, 7 Josh Navidi, 6 Justin Tipuric, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Cory Hill, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Nicky Smith, 18 Samson Lee, 19 Bradley Davies, 20 Aaron Shingler, 21 Aled Davies, 22 Gareth Anscombe, 23 Steff Evans;

França

Try: Fickou

Conversão: Machenaud (1)

Penal: Machenaud (1)

Drop goal: Trinh-Duc (1)

15 Benjamin Fall, 14 Gael Fickou, 13 Mathieu Bastareaud (c), 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Remy Grosso, 10 Francois Trinh-Duc, 9 Maxime Machenaud, 8 Marco Tauleigne, 7 Wenceslas Lauret, 6 Yacouba Camara, 5 Paul Gabrillagues, 4 Sebastien Vahaamahina, 3 Cedate Gomes Sa, 2 Adrien Pelissie, 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Camille Chat, 17 Dany Priso, 18 Rabah Slimani, 19 Bernard Le Roux, 20 Mathieu Babillot, 21 Baptiste Couilloud, 22 Lionel Beauxis, 23 Geoffrey Palis;

 

SeleçãoJogosPontos
Irlanda523
Gales515
Escócia513
França511
Inglaterra510
Itália51
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;