ARTIGO COM VÍDEO – Os Pumas e os Wallabies chegaram a esta partida com objetivos diferentes. A Austrália buscava a segunda posição no torneio, com chances de superar a África do Sul na tabela e mostrar que seu time está em plena reestruturação. Já a Argentina busca superar uma crise que está rondando sua equipe. Jogadores exaustos por uma temporada prolongada tanto jogando pelos Pumas quanto pelos Jaguares, a franquia do Super Rugby que é a seleção argentina. Daniel Hourcade está sendo questionado e alguns conceitos na UAR (União Argentina de Rugby) também são contestados, como a exigência de ser contratado do Jaguares para poderem servir a seleção.

Com estas motivações, as duas equipes iniciaram a partida com jogo rápido e com os ataques superando as defesas, mas pecando nos passes e cedendo muitos turnovers.

Aos 10 minutos a Austrália já tinha mais posse de bola e mantinha as jogadas no campo dos Pumas.

Argentina cedia muitos turnovers, e alguns por penal. Aos 15 minutos, o primeiro convertido por Bernard Foley abrindo o placar. 3 x 0 para os Wallabies.

- Continua depois da publicidade -

Os Wallabies continuavam a mandar na partida e os sul-americanos continuavam a ceder espaços e oportunidades. Aos 19 minutos, um penal que Foley desperdiçou, mas um minuto depois Marika Koroibete conseguiu um espaço pela lateral e invadiu o ingoal dos Pumas. Foley foi para a conversão e perdeu outro chute. Seguia a Austrália na frente, agora com 8 x 0.

Apenas aos 23 minutos, a Argentina conseguiu colocar a bola para o campo de seu ataque e fez pequena pressão sobre os Wallabies. Penal, lateral e algumas fases e Matias Alemanno anotou o primeiro try dos Pumas no protetor de poste. Nico Sanchez converteu e a Argentina já encostava no placar novamente. 8 x 7 para os Wallabies.

Aos 26 minutos, a Argentina voltou a ceder espaço para seu adversário que conquistou penal e voltou a pressionar. E em um contra-ataque dos Pumas, um penal de Michael Hooper proporcionou aos Pumas um momento para a virada no placar. Nico Sanchez foi para o chute e converteu. Virada da Argentina: 10 x 8.

A Argentina continuava cedendo muitos turnovers para os Wallabies. Após penal cobrado para a lateral, a Austrália trabalhou bem a bola de um lado para o outro do campo e terminou com belo passe de Will Genia para Reece Hodge que anotou seu try na partida, o segundo dos Wallabies. Foley chutou para uma difícil conversão na lateral, e perdeu mais um chute. Agora, Austrália novamente na frente: 13 x 10 aos 34 minutos.

Os Pumas responderam rapidamente. Aos 38 minutos, uma oportunidade frente à meta, Nico Sanchez converteu mais um penal. Empate em 13 neste momento.

Na reposição, os Pumas armaram belo ataque com Nico Sanchez e Joaquín Tuculet apoiou a bola no ingoal dos Wallabies. Mas com o auxílio do TMO, a arbitragem encontra um knockon dos Pumas e o try não é validado. E a primeira etapa terminou empatada em 13 para cada lado.

A segunda etapa começou com pressão elevada da Austrália e num penal, nova oportunidade surgiu para os Wallabies. Foley mais uma vez não conseguiu acertar o chute e o jogo seguia empatado.

A Austrália pressionava no pick and go próxima do ingoal dos Pumas e o time da casa resistia bravamente. Aos 10 minutos um penal cobrado por scrum por escolha do capitão dos Wallabies, a bola sobrou para Foley que invadiu o ingoal argentino e anotou novo try. Ele mesmo foi para a conversão e, desta vez, não perdeu. Agora 20 x 13 pros Wallabies.

Os Pumas reagiram logo e dois minutos depois já pressionava os australianos próximo ao seu ingoal. E nessa pressão, em jogada criada após uma cobrança de lineout a bola é passada pelos Pumas da esquerda para a direta do ataque argentino e Santiago Iglesias recebeu a bola, fintou defensor australiano e anotou novo try para a Argentina. Nico Sánchez executou a conversão e empatou novamente a partida. 20 x 20.

Wallabies voltaram a dominar a partida. Em uma cobrança de lateral próxima ao meio de campo, Hooper tramou uma bela jogada que terminou com o try de Genia. Foley foi para uma conversão difícil e, desta vez, ele acertou. Wallabies na frente novamente: 27 x 20.

O domínio australiano seguia. Os Wallabies mantinham o jogo no campo dos Pumas e chegaram a invadir o ingoal novamente, aos 25 minutos, e mais uma vez a decisão do TMO não validou o try. Desta vez por um passe para frente de Genia na jogada.

Aos 27 minutos, novo try não validado. Outro try dos Pumas e novamente um passe para frente, desta vez executado por Landajo.

Em uma jogada imprudente de Marcos Kremer, um tackle pilão que resultou em um cartão amarelo, Foley chutou para os postes na cobrança do penal e ampliou a vantagem dos Wallabies. 30 x 20 para a equipe auri-verde.

Aos 33 minutos novo penal para os Wallabies, quase no meio de campo. Reece Hodge foi para a cobrança, mas não foi feliz na sua tentativa.

Os Pumas sentiram a falta de um jogador e já não conseguiam mais fazer frente aos Wallabies. Aos 37 minutos, outro try de Hodge anotado com facilidade. Foley converteu e a Austrália chegava a 37 x 20 contra os Pumas. Que são os números do placar final.

Com a vitória, a Austrália termina o torneio na segunda colocação superando em pontos os Springboks. Já para os Pumas, resta o amargo sabor da última colocação somado ao pior resultado da equipe em suas participações no torneio: desde 2012 a Argentina integra o torneio que antes era chamado de Tri Nations e esta campanha com nenhum ponto somado é a pior de sua história.

20 versus copiar37 

Argentina 20 x 37 Austrália, em Mendoza

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

Argentina

Tries: Alemanno, Iglesias

Conversões: Sánchez(2)

Penais: Sánchez(2)

Joaquín Tuculet, 14 Matías Moroni, 13 Matías Orlando, 12 Jerónimo de la Fuente, 11 Emiliano Boffelli, 10 Nicolás Sánchez, 9 Martín Landajo, 8 Tomás Lezana, 7 Javier Ortega Desio, 6 Pablo Matera, 5 Matías Alemanno, 4 Marcos Kremer, 3 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Agustín Creevy, 1 Lucas Noguera;

Suplentes: 16 Julián Montoya, 17 Santiago García Botta, 18 Enrique Pieretto, 19 Benjamín Macome, 20 Leonardo Senatore, 21 Gonzalo Bertranou, 22 Santiago González Iglesias, 23 Santiago Cordero.

Austrália

Tries: Koroibete, Hodge(2), Foley, Genia

Conversões: Foley(3)

Penais: Foley(2)

15 Israel Folau, 14 Marika Koroibete, 13 Tevita Kuridrani, 12 Kurtley Beale, 11 Reece Hodge, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 Sean McMahon, 7 Michael Hooper (c), 6 Jack Dempsey, 5 Adam Coleman, 4 Izack Rodda, 3 Sekope Kepu, 2 Tatafu Polota-Nau, 1 Scott Sio;

Suplentes: 16 Stephen Moore, 17 Tetera Faulkner, 18 Allan Alaalatoa, 19 Rob Simmons, 20 Lukhan Tui, 21 Nick Phipps, 22 Samu Kerevi, 23 Henry Speight.

Foto: Getty Images

PaísApelidoJogosPontos
Nova ZelândiaAll Blacks628
AustráliaWallabies615
África do SulSpringboks614
ArgentinaLos Pumas60