Grã-Bretanha é campeã do Grand Prix Sevens europeu!

Fim de semana de decisão no sevens masculino europeu! Gdynia, na Polônia, recebeu a terceira e última etapa do Grand Prix, o circuito da primeira divisão europeia, o último grande torneio antes do Rio 2016.

 

A Grã-Bretanha parece ter atingido a maturidade em seus dois elencos justamente em solo polonês. Os Royals, que contam com o galês Cory Allen e com o inglês, Ollie Lindsay-Hague, despachou a Itália, nas quartas de final, a Espanha, nas semifinais, e derrotou o outro time britânico, o “Lions”, do escocês Mark Bennett e dos ingleses Tom Mitchell e Dan Norton, na grande final, faturando seu segundo título em sequência para abocanhar a taça de campeão da temporada europeia. Título importante para os atletas dos Royals, que parecem sair na frente dos atletas dos Lions nas disputas pela vagas na seleção britânica do Rio 2016, que deverá ser anunciada amanhã.

 

A França, que ainda lutava pelo título geral do Grand Prix, abriu mão da competitividade poupando os atletas que irão ao Rio de Janeiro e ficou com o mero quinto lugar. Já a Espanha, que virá ao Brasil, decepcionou e perdeu para a Rússia na decisão do terceiro posto e acabou o circuito com apenas o quinto lugar. A grande decepção foi Portugal, que mesmo jogando completo não conseguiu mais que o 10º lugar, acabando a temporada de forma melancólica. Na disputa contra o rebaixamento, a Polônia levou a melhor contra a Lituânia e rebaixou os vizinhos.

 

Na semana passada, quem chegou ao fim foi o Rugby Europe Men’s Trophy, o circuito da segunda divisão, que teve sua segunda e última etapa sendo disputada em Praga, na República Tcheca. E quem falou mais alto foi a Irlanda, que venceu com muita facilidade as duas etapas. Os irlandeses criaram sua seleção de sevens em 2014 e em 2017 já disputarão o Grand Prix Europeu, substituindo a Lituânia. Na parte de baixo, Mônaco e Eslovênia foram rebaixados à terceira divisão do sevens, a Conference 1.

 

grand prix 2016

Grand Prix Series – 3ª etapa – Circuito Europeu Masculino de Sevens – em Gdynia, Polônia

1ª fase

Grupo A: 1 Grã-Bretanha “Royals”, 2 Alemanha, 3 Itália, 4 Lituânia

Grupo B: 1 Grã-Bretanha “Lions”, 2 França, 3 Geórgia, 4 Polônia

Grupo C: 1 Rússia, 2 Espanha, 3 Portugal, 4 Bélgica

 

Quartas de final

Grã-Bretanha “Royals” 26 x 00 Itália

Grã-Bretanha “Lions” 12 x 00 Geórgia

Rússia 29 x 19 Alemanha

França 12 x 15 Espanha

 

Semifinais Bronze

Portugal 31 x 12 Lituânia

Bélgica 26 x 17 Polônia

 

Semifinais Prata

Itália 28 x 00 França

Geórgia 17 x 10 Alemanha

 

Semifinais Ouro

Grã-Bretanha “Royals” 22 x 10 Espanha

Grã-Bretanha “Lions” 17 x 14 Rússia

 

Decisão do 11º lugar

Lituânia 07 x 27 Polônia

 

Final Bronze

Portugal 00 x 14 Bélgica

 

Decisão do 7º lugar

França 26 x 17 Alemanha

 

Final Prata

Itália 14 x 12 Geórgia

 

Decisão do 3º lugar

Espanha 07 x 31 Rússia

 

Final Ouro

Grã-Bretanha “Royals” 26 x 14 Grã-Bretanha “Lions”

 

Classificação final da temporada: 1 Grã-Bretanha “Royals”, 2 Rússia, 3 Grã-Bretanha “Lions”, 4 França, 5 Espanha, 6 Alemanha, 7 Geórgia, 8 Itália, 9 Portugal, 10 Bélgica, 11 Polônia, 12 Lituânia (rebaixada).

 

Rugby Europe Men’s Sevens Trophy – 2ª etapa – 2ª divisão do Circuito Europeu Masculino de Sevens – em Praga, República Tcheca

Grupo A: 1 Irlanda, 2 Israel, 3 Chipre, 4 Mônaco

Grupo B: 1 Suécia, 2 Romênia, 3 Letônia, 4 Eslovênia

Grupo C: 1 Ucrânia, 2 Dinamarca, 3 Moldávia, 4 República Tcheca

 

Quartas de final

Irlanda 45 x 00 Chipre

Suécia 24 x 00 Letônia

Ucrânia 19 x 00 Israel

Romênia 42 x 00 Dinamarca

 

Semifinais Bronze

Moldávia 66 x 00 Eslovênia

República Tcheca 56 x 07 Mônaco

 

Semifinais Prata

Chipre 14 x 19 Dinamarca

Letônia 07 x 22 Israel

 

Semifinais Ouro

Irlanda 24 x 00 Romênia

Suécia 10 x 12 Ucrânia

 

Decisão do 11º lugar

Eslovênia 00 x 28 Mônaco

 

Final Bronze

Moldávia 14 x 33 República Tcheca

 

Decisão do 7º lugar

Chipre 43 x 07 Letônia

 

Final Prata

Dinamarca 12 x 21 Israel

 

Decisão do 3º lugar

Romênia 24 x 10 Suécia

 

Final Ouro

Irlanda 52 x 00 Ucrânia

 

Classificação final: 1 Irlanda (promovida ao Grand Prix 2017), 2 Ucrânia, 3 Suécia, 4 Romênia, 5 Israel, 6 Moldávia, 7 Chipre, 8 Dinamarca, 9 Letônia, 10 República Tcheca, 11 Mônaco (rebaixado), 12 Eslovênia (rebaixada).

 

Comentários