Histórico: Uruguai vence Argentina no Rugby XV

Uma lástima que a partida não valia para o Ranking Mundial. Neste sábado, a Argentina enviou a Montevidéu sua segunda seleção, a Argentina XV, forte, reforçada de alguns nomes que poderão jogar a Copa do Mundo, e encontrou sua primeira derrota na história contra o Uruguai no Rugby XV. Momento histórico para os Teros, que fizeram seu último jogo em casa antes da Copa do Mundo, brindando sua torcida com uma atuação memorável, que poderá atrair ainda mais atenção sobre a equipe para o Mundial.

 

O Uruguai esteve completo, contando com seus atletas que atuam na Europa – mas sem Rodrigo Capó Ortega, principal nome do país, que optou por não defender os Teros no Mundial. A partida começou melhor para o Uruguai, com dois penais de Ormaechea e Berchesi. Mas, a Argentina deu o troco ao 14′, com try de maul finalizado por Báez. A conversão não foi convertida e os Teros responderam com try 4 minutos depois por Bulanti. Berchesi ainda somou mais 2 penais e o Uruguai seguia surpreendentemente superior na partida. Apenas no fim do primeiro tempo a Argentina voltou a crescer e Orlando fez o segundo try dos vizinhos, reduzindo para 17 x 12 antes do intervalo.

 

A Argentina não tardou a empatar o duelo, com try de Panceyra Garrido, aos 42′, em outro try de maul. A resposta foi imediata com Etcheverry fazendo o try dos Teros interceptando passe. Mas, Berchesi recebeu amarelo logo na sequência. A defesa uruguaia mostrou sua força e os Teros não sofreram pontos com 14 homens. Mas, logo após o  retorno de Berchesi, a Argentina fez seu terceiro try de maul, o quarto do jogo, finalizado por Paulín. Apesar do pack em grande forma nos volantes, a Argentina seguiu cometendo muitos penais e o resltado foi a virada no placar para o Uruguai, com Berchesi implacável. Mais dois penais certeiros, 15 pontos no jogo para o abertura, e vitória tão sonhada, 30 x 26.

 

O Uruguai parte agora para sua viagem ao Japão, onde enfrenta a seleção japonesa nos dias 22 e 29 de agosto, em Fukuoka e Tóquio, respectivamente.

 

 

uru novo copy copy30versus(16)26UAR_copy_copy.jpg

Uruguai 30 x 26 Argentina XV, em Montevidéu

Árbitro: Chris Pollock (Nova Zelândia)

 

Uruguai

Tries: Bulanti e Etcheverry

Conversões: Ormaechea (1)

Penais: Berchesi (5) e Ormaechea (1)

1- Juan Echeverria, 2- Germán Kessler, 3- Mario Sagario, 4- Franco Lamanna, 5- Mathias Palomeque, 6- Juan De Freitas, 7- Fernando Bascou, 8- Alejandro Nieto, 9- Agustín Ormaechea, 10- Felipe Berchesi, 11- Rodrigo Silva, 12- Andrés Vilaseca, 13- Pedro Deal, 14- Francisco Bulanti y 15- Jerónimo Etcheverry.

16- Oscar Duran, 17- Arturo Avalos, 18- Alejo Corral, 19- Ignacio Dotti, 20- Gabriel Puig, 21- Agustín Alonso, 22- Guillermo Lijtenstein, 23- Joaquín Prada.

 

Argentina XV

Tries: Báez, Orlando, Panceyra Garrido e Paulín

Conversões: Novillo (2) e Motti (1)

1- Roberto Tejerizo, 2- Santiago Iglesias Valdez, 3- Guido Randisi; 4- Ignacio Larrague, 5- Aníbal Panceyra Garrido; 6- Rodrigo Báez, 7- Gonzalo Paulín, 8- Lisandro Ahualli; 9- Gonzalo Bertranou, 10- Domingo Miotti; 11- Axel Muller, 12- Joaquín Paz, 13- Matías Orlando (c), 14- Ramiro Moyano; 15- Román Miralles.

Suplentes: 16- Tomas Baravalle, 17- Santiago García Botta, 18-Cristian Bartolini, 19-Ignacio Calas, 20-Vito Scaglione, 21- Patricio Baronio, 22- Juan León Novillo, 23- Tomás Granella.

 

Venezuela volta a vencer a Colômbia

No estado venezuelano de Táchira, Colômbia e Venezuela se enfrentaram com três seleções distintas. No primeiro jogo, M18, a Venezuela causou surpresa ao vencer por elásticos 42 x 3 a atual campeã do Sul-Americano B Juvenil. Na sequência, os colombianos deram o troco no encontro das duas seleções B dos dois países, com os Cafeteros colombianos levando a melhor sobre os Bravos de Venezuela. Mas, no jogo principal, a Venezuela conquistou uma alvissareira vitória de 24 x 22 sobre os Tucanos, a primeira dos venezuelanos sobre os colombianos desde 2011.

 

Venezuela 24 x 22 Colômbia

Bravos 23 x 33 Cafeteros

Venezuela M18 42 x 3  Colômbia M18

Comentários